Resenha: Outlander



Título Original: Outlander
Autores: Diana Gabaldon
Editora: Arqueiro | Ano: 2018 | Páginas: 752 

Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?


Olá maravilhosos, tudo certo com vocês?

A resenha de hoje traz o tema viagem no tempo. Loucura?! Pode ser! Preparados para essa aventura?

O livro começa com Claire, uma enfermeira inglesa que reencontra seu marido Frank após 6 anos nos quais ambos serviram o exército britânico na Segunda Guerra Mundial. Durante sua segunda lua de mel, o casal vai para Inverness, nas Ilhas Britânicas e como Frank é historiador, aprendemos com o casal um pouco mais sobre mitologias, crenças e história do local. Com eles, como descobrimos um círculo de pedras palco de rituais femininos misteriosos: Craigh na Dun e em um dia, ao voltar sozinha para o local, Claire toca na pedra e viaja 200 anos, se descobrindo na Escócia de 1743.


Como uma mulher do séc XX em outros tempos, Claire vive os perigos e ameaças que uma mulher sofre em uma sociedade patriarcal. Ela rapidamente entende sua viagem no tempo, e logo conhece o jovem highlander Jamie Fraser, com quem, dividida entre ficar no passado ou voltar ao presente, viverá uma grande, forçada e turbulenta história de amor.


Outlander é um romance histórico com pitadas de fantasia. Conhecemos com Claire os costumes e lendas da Escócia do Sec XVIII, a política, os clãs e guerras que aprendemos na escola. Um fato interessante é compreendermos que muitas vezes a história é repassada erroneamente através dos séculos, o lado vencedor sempre repassa a sua versão: Claire conhece o antepassado de seu marido, Black Jack Randall, oficial do exército inglês, tido como herói por Frank, mas é mais um personagem histórico sádico e cruel. Este é um personagem essencial para trama toda, no passado e no presente.

Haveria um lugar onde o tempo não mais existisse ou onde ele parasse? Anselm achava que sim. Um lugar onde tudo era possível. E nada era necessário. E haveria amor nesse lugar? Além dos limites da carne e do tempo, todo amor seria possível? Seria necessário?

A história é cheia de reviravoltas. Há muitos personagens para acompanhar e muitas situações para entender. Mesmo com 800 páginas, a escrita é incrível e cheia de ação. Foi o livro debatido em dezembro pelo Clube do Livo Maranhão e eu o amei tanto que quero ler toda a série.


No livro, entendemos como o tempo e a sociedade influenciam no modo de ser de cada pessoa. Claire é decidida e independente; James, imaturo e é super legal ver o quanto cresce muito no decorrer da história e Frank, bem, prefiro não me estender nesse homem.
Aviso também que há uma adaptação do livro em série de TV e você pode encontrá-la na Netflix.


Me diga aí? Conhece os livros e/ou a série de TV. Eu to apaixonada! me conta sua experiência.


🔷 Esse livro foi lido em dezembro para o Desafio Literário Livreando - DLL19 - para o Tema Livro de Capa Verde 📚

Beijos e Cheiros
Até a próxima! ♥


10 comentários:

  1. Até hoje eu morro de vontade de ler essa série e ver a adaptação, dizem que a série é muito bem feita né?!
    Eu ainda preciso criar coragem pra ler, pois por mais que eu tenha interesse, todos os livros são gigantescos e eu não sei se vou me adaptar com a escrita sabe, nuca li nada parecido.
    Confesso que sua resenha deu uma animada, quem sabe agora vai né?! kkk

    ResponderExcluir
  2. Vejo tantos elogios as obras que compõem essa história, porém nunca me senti pronta para iniciar as leituras, são tantas rs, adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive coragem de ler os livros mais morro de vontade, tem série também e sempre fico tentada a assistir, entretanto me controlo porque acho que devo ler primeiro! Adorei o post!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já fui louca por ler esse livro, mas agora admito que a vontade passou. Não totalmente, mas por conta de ser uma série longe e com livros extensos eu acabo por postergar a leitura e deixá-la ao final da lista, o que é uma pena pois, assim como a sua resenha, eu só vejo opiniões positivas por aí. De qualquer forma espero que você aproveite o resto da série e se apaixone cada vez mais pelos próximos livros.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Tenho muita vontade de ler os livros, e foi por isso que não assisti a série. Pois o livro na maioria das vezes, é melhor!
    Recentemente li um livro que se passa na Escócia e adorei, e fiquei com muita vontade de ler mais livros nesse cenário. E Outlander deve ser uma boa pedida
    Sua resenha me lembrou do livro surpreendente, que li e amei. Ele também trata de viagem no tempo..
    Deve ser bastante complicado a protagonista precisar ir para uma época totalmente diferente e com bastante preconceitos.
    Gostei muito da sua resenha e espero ler esses livros logo. ❣️
    Beijos,
    Subsolo da mente

    ResponderExcluir
  6. Karol quando esse livro foi lançado eu era parceira da arqueiro e pensei em pedir pra ler, mas qnd vi a quantidade de páginas desisti. Até hoje me arrependo porque quero ler essa série, mas não tenho tempo. Tenho muito livro acumulado, parceiras que não posso deixar de lado e faculdade então já viu né!? Mas ainda não desisti dela. Amei sua postagem, maravilhosa, objetiva e da vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem?
    Acredita que comecei a ler esse livro ano passado e não continuei? Já tinha passado da metade, mas acabei desanimando e deixei para ler em outro momento. Porém, tenho certeza que foi só uma questão de momento mesmo. Eu estava amando a escrita da autora e a trama é muito envolvente.
    Que bom ver o quanto você gostou da leitura. Fico mais animada ainda para retomar o livro e assistir a série também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Karol.

    Eu tenho muita vontade de começar essa série porque o seriado de TV é maravilhoso e com certeza deve deixar alguns detalhes de fora que o livro contém. Lendo sua resenha minha curiosa aumentou ainda mais por causa das reviravoltas. Vou adicionar na lista de desejados. Parabéns pela resenha e obrigada pela dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto bastante desse livro. Li em 2018, eu acho, até fiz resenha lá no blog, acho que a autora escreveu bem, se apropriou da época e fez algo especial.

    ResponderExcluir
  10. Em alguns momentos eu tenho vontade de ler essa obra; em outros, a vontade some haha. Fico feliz que mesmo com 800 páginas, a leitura ficou cheia de ação e não ficou cansativa. Acho que esse é meu maior receio em ler. Já comecei assistir a série e confesso que adoro a temática, mas não sei quando vou terminá-la rs.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir



Topo