Resenha: A Corrente

Título Original: The Chain | Autor: Adrian McKinty
Editora: Record | Ano: 2019 | Páginas: 378
Sinopse: O dia começa como qualquer outro. Rachel Klein deixa no ponto de ônibus a filha de 13 anos, Kylie, e segue sua rotina. Mas o telefonema de um número desconhecido muda tudo. Do outro lado, uma voz de mulher avisa que Kylie está no banco de trás de seu carro, e que Rachel só verá a filha de novo se pagar um resgate ― e sequestrar outra criança. Assim como Rachel, a mulher no telefone é mãe, também teve o filho sequestrado e, se Rachel não fizer exatamente o que ela manda, o menino morre, e Kylie também. Agora Rachel faz parte da Corrente, um esquema aterrorizante que transforma os pais das vítimas em criminosos ― e, ao mesmo tempo, deixa alguém muito rico. A Corrente é implacável, apavorante e totalmente anônima. As regras são simples: entregar o valor exigido, escolher outra vítima e cometer um ato abominável do qual, apenas vinte e quatro horas antes, você se julgaria incapaz. Rachel é uma mulher comum, mas, nos dias que se seguem, será levada a extremos que ultrapassam todos os limites do aceitável. Ela será obrigada a fazer escolhas morais inconcebíveis e executar ordens terríveis. Os cérebros por trás da Corrente sabem que os pais farão qualquer coisa pelos filhos. Mas o que eles não sabem é que talvez tenham se deparado com uma oponente à altura. Rachel é inteligente, determinada e... uma sobrevivente. 

Olá lindezas!!!

Hoje a resenha é desse livro que está chamando a atenção no meio literário. Com tantas opiniões e indicações, finalmente chegou a hora de falar o que achei dessa obra.

Rachel ainda está se recuperando de um câncer, levou algum tempo até que finalmente sua vida começasse a entrar em certa "normalidade", mas agora a caminho de sua consulta, não sabe se novamente a maré do azar lhe encontrou. Nervoso para chegar à clínica. Ela não quer se atrasar. Seu telefone toca. Ela atende. O desespero toma conta de si.

"Isso só pode ser uma pegadinha, diz uma parte do seu cérebro. Mas outras estruturas do cerebelo, mais profundas e antigas, começam a reagir com algo muito parecido com o que só pode ser descrito como puro terror animal." p.16

Do outro lado da linha há uma mulher que diz que sequestrou a sua filha. Para tê-la de volta, é necessário que Rachel siga algumas instruções à risca. Quem dera que o problema fosse somente o dinheiro, há muito mais por trás desse sequestro. Kylie não foi uma vítima aleatória e a primeira coisa que Rachel aprende é que terá que se tornar um monstro para ter sua filha de volta.

"O absurdo é o descompasso ontológico entre desejo de significado e a incapacidade de encontrar significado nesse mundo. O absurdo é um luxo fora do alcance dos pais com filhos desaparecidos." p.150

Não será nada fácil, mas seu instinto de sobrevivência em prol da filha moldará Rachel de forma tão significativa e conflitante que com Câncer ou sem ele, ela literalmente não será mais a mesma. Sendo vítima e criminosa ela fará de tudo para ter Kylie de volta.


A Corrente já começa de maneira eletrizante, nos fazendo observar o sequestro e o desespero de uma mãe que terá que fazer o mesmo para ter a sua filha de volta. Em primeiro momento, pensar nessa possibilidade é completamente chocante, mas o incrível dessa leitura é que ela mostra justamente o quanto o ser humano não se conhece cem por cento.

"Será que eles acham graça disso? Obrigar pessoas dignas a fazer coisas terríveis? Qualquer ser humano neste planeta pode ser forçado a violar as próprias crenças e seus princípios mais arraigados. Isso não é hilário?" p.214 

Você pode ter seus valores, crenças e mil e uma fórmula de frases de efeito ou positividade para encarar o dia a dia. Pode pensar que sabe seu limite e por achar isso, está pronto para o julgamento alheio e essa obra vem e te joga na cara a grande pergunta... QUEM VOCÊ PENSA QUE É?

Ao longo dos capítulos vamos absorvendo a desconstrução humana em favor da sobrevivência e os limites sendo destruídos pouco a pouco. Ao final, paramos e analisamos que sim, o ser humano é egoísta por natureza. Então, até que ponto somos capazes de segurar a linha tênue da ética e bom senso? Esse é o questionamento que nos acompanha ao longo da leitura.

"Os seres humanos são criaturas cujas vidas são governadas por instintos profundos. Essas pessoas são como camundongos, camundongos nos campos de feno, e ela é o falcão que investe contra esses camundongos, vendo cada coisinha que fazem." p.122

Eu não esperava tantos questionamento ao iniciar a leitura, isso é seu diferencial. Ela ultrapassa o viés do mistério em saber o grande vilão. Foi com certeza uma grande surpresa perceber que a trama traz muito mais que um suspense de uma mente psicótica.  Indico com toda a certeza a leitura.

🔹 Desafio: DLL19
📚 Tema: publicado em 2019

Bjim!


13 comentários:

  1. Oi, estou curiosa para ler esse livro, acho super tenso isso de a personagem precisar sequestrar outra criança para ter a filha de volta.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parece de fato uma leitura instigante, principalmente pelo teor psicológico que ela traz. O questionamento sobre os nossos limites e até que ponto somos capazes de ir Real mente pode trazer revelações chocantes. Já quero ler esse livro!
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  3. Caramba, que enredo!!!
    Já fiquei apreensiva só de ler a sinopse é teus comentários a respeito. Imagino tratar-se de uma leitura eletrizantemente tensa e reveladora.
    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  4. Olá , é um livro cheio de de mistério , um tanto intrigante , não conhecia o autor . Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá, ainda não comecei minha leitura dele, mais gostei de ver suas considerações e de saber que gostou do livro fiquei ainda mais curiosa pela obra.

    ResponderExcluir
  6. Só tenho lido elogios para com o livor e estou muito curiosa pra conhecer esse enredo. A premissa é bem complexa e eu nem me imagino no lugar dos personagens e acho que por isso, já quero ler tipo agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei chocada só com a sinopse, acho que não conseguiria ler todo o livro, mesmo não sendo mãe, ver situações assim com crianças me corta o coração. Beijos

    ResponderExcluir
  8. A divulgação desse livro foi muito boa e as resenhas que tenho lido são bem positivas, tô com ele em inglês no Kindle, mas ainda não iniciei. Espero gostar igual a maior parte das pessoas!

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho ouvido falar muito deste livro no mundo literário, mas não tinha parado para ler as resenhas. Agora estou ainda mais louca pelo livro! Além de ser uma apaixonada pelos suspenses, fico querendo saber como essa mãe conseguirá recuperar a filha e até onde ela será capaz de ir para isso. Realmente o ser humano é capaz de qualquer coisa, ninguém se conhece por completo. Podemos dizer que somos assim ou assado, mas somente quando a vida nos põe à prova é que conhecemos o nosso interior, é que entendemos que somos todos capazes de tudo.

    ResponderExcluir
  10. Eu tô com ele aqui pra ler!! E morro de medo de pegar spoiler. Sei que você não contaria nada muito revelador, mas eu quero pegar tudo com a mente bem livre. Nem a sinopse eu quero ler. hahahahhaa Sou a loka das leituras coletivas, e estou me programando pra me jogar.
    Adorei a foto. Ficou um charme!!! Depois que eu terminar de lê-lo passo aqui pra ver suas impressões.
    Beijão

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Tenho visto muitas críticas sobre o livro e todas bem positivas. Quando acompanhei o lançamento não imaginava que seria tão bem aceito pelos leitores principalmente pelos temas que aborda. Realmente o ser humano não se conhece 100%. Somente diante de uma situação extrema em que precisa tomar uma decisão assim tão crítica é que podemos perceber se ele terá coragem ou não de seguir seus instintos. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  12. Oi Tammy!
    Não conhecia o livro, mais o enredo me chamou a atenção. Adoro livros que mexem com o emocional e com nossas mentes, me deixa confusa com as situações adversas que aparecem e acho fantástico toda a trama envolvente que nos cativa e nos prende. Só de ler sua resenha fiquei curiosa para ler esse livro, parece empolgante e ao mesmo tempo desesperador, parabéns pela resenha, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia o livro, é a primeira resenha que leio e de forma geral, parece uma boa leitura de entretenimento. Acho que ficaria aflita durante essa leitura para saber o desenrolar das coisas.

    ResponderExcluir



Topo