Resenha: Verity

Título Original: Verity | Autora: Colleen Hoover
Editora: Hoover, Ink | Ano: 2018 | Páginas: 250
Sinopse: Lowen Ashleigh é uma escritora com dificuldades à beira da ruína financeira quando aceita a oferta de trabalho de sua vida. Jeremy Crawford, marido da autora de best-sellers Verity Crawford, contratou Lowen para terminar de escrever os livros restantes de uma série de sucesso que sua esposa machucada não consegue terminar. Lowen chega à casa de Crawford, pronta para analisar os anos de anotações e esboços da Verity, na esperança de encontrar material suficiente para guiá-la. O que Lowen não espera descobrir no escritório caótico, é uma autobiografia inacabada que Verity nunca pretendeu que alguém lesse. Página após página de admissões assustadoras, incluindo a lembrança de Verity sobre o que realmente aconteceu no dia em que sua filha morreu. Lowen decide manter o manuscrito escondido de Jeremy, sabendo que seu conteúdo devastaria o pai já sofrido. Mas, à medida que os sentimentos de Lowen por Jeremy começam a se intensificar, ela reconhece todas as maneiras que ela poderia se beneficiar se ele lesse as palavras de sua esposa. Afinal de contas, não importa o quão devotado Jeremy seja à sua esposa machucada, uma verdade tão horrível como aquela, tornaria impossível para ele continuar a amá-la.


Olá lindezas!

Hoje trago para vocês mais uma resenha da Colleen Hoover e dessa vez vamos falar de Verity. Posso dizer que até agora estou chocada com a destreza dessa autora. Quando pensamos que já conhecemos a sua essência, ela vem e demonstra que tem mais camadas desconhecidas de sua arte. Observamos claramente isso em Verity. Que obra, meus amigos!

Já no primeiro capítulo nos deparamos com um terrível acidente que será o start para o encontro dos personagens que farão parte dessa grande história. Lowen está completamente desorientada e coberta de sangue após presenciar um terrível acidente, Jeremy vendo seu estado lhe oferece a ajuda e tenta acalmá-la. Uma faísca se acende, mas isso só seria um começo de uma grande confusão.

Lowen Ashleigh é uma escritora que vive dos pingos dos direitos autorais do seu livro. A sua situação está realmente complicada, ainda mais depois que perdeu sua mãe para o câncer. Até que recebe uma grande proposta, ser co-autora de uma série cujo a escritora está impossibilitada de continuar no momento. O porta voz dessa proposta é justamente o marido da autora e o cara que a ajudou no acidente. Seria tudo perfeito se seu distanciamento do público não fosse um problema e a escritora não fosse uma das maiores da atualidade, Verity Crawford.

Com diversos incentivos Lowen aceita e viaja para a casa de Verity para saber mais sobre sua história e captar a essência de sua obra, afinal, seus livros são um fenômeno justamente por mostrar a percepção do antagonista. Muitos segredos se escondem na casa. Há muita coisa para entender, principalmente como essa família acabou no lugar que está, com tantas tragédias. Perder as filhas não tinha sido o suficiente, encontrar Verity completamente aérea deixava claro o quanto essa família tinha declínio ao azar.

"O que você vai ler vai ter um gosto tão ruim às vezes, você vai querer cuspi-lo, mas você vai engolir essas palavras e elas se tornarão parte de você, parte do seu intestino, e você vai se machucar por causa delas. No entanto, mesmo com meu generoso aviso, você continuará a ingerir minhas palavras, porque aqui está você.
Humano.
Curioso." p.42

Lowen não se sentia segura nesse ninho, mas teria que absorver tudo que fosse possível para continuar a obra e garantir sua parte do trato. Ao entrar no escritório de Verity, ela encontra uma biografia escrita pela própria autora entre as papeladas. Sua curiosidade foi maior, e mesmo sabendo que não deveria, mergulhou na leitura intensa e chocante que as páginas carregavam.
Colleen Hoover faz a sua estreia em um thriller psicológico de maneira espetacular. Verity deixa o leitor aflito em meio ao suspense e incerteza que a história traz em cada capítulo. Por diversas vezes me vi espantada pela figura de Verity durante a narrativa. A mulher era como uma assombração! Podemos sentir seu presença a cada palavra, e digo, por algumas vezes isso é realmente assustador.

"Minha mãe costumava dizer que as casas têm uma alma, e se isso é verdade, a alma da casa de Verity Crawford é tão escura quanto eles." p.32

A narrativa é feita através de Lowen e consequentemente Verity aparece no pano de fundo narrando através do seu manuscrito, o que é essencial para a construção da história e os mistérios que cercam a vida da escritora e o que aconteceu até ali.

Verity é uma obra completamente intensa e destemida. Junto com Lowen vamos nos cobrindo com o horror que rondam aquele lar. A tensão é palpável em diversos momentos, mas será impossível deixar as páginas de lado até saber onde essa loucura vai acabar. E se você acha que é só isso, mantenha-se preparado para o final, é realmente de cair o queixo, confundir o cérebro e chocar. Você mantém os olhos no vilão para logo depois respira fundo e tentar encarar o que está acontecendo.

Esse é um lado da autora que você sentirá muito prazer em conhecer. As suas habilidades são realmente inúmeras, Verity está aí para provar isso. Com uma escrita fluída, CoHo nos entrega uma obra perturbadora que vale a pena reservar uma tempo para entrar nesse mundo cheio de enganos, romance e tragédias.

Bjim!


24 comentários:

  1. Oiee.
    Nunca li nada da autora antes, acredito que agora vou ler.
    Adoro thriller e esse parece ser dos bons.
    A personagens principal também uma carga dramática ótima, mãe falecida, vive dos direitos dos seus livros, tudo isso contribui.
    Vou dar uma chance a ela agora

    ResponderExcluir
  2. A capacidade de escrita da Colleen é algo de outro mundo. Adoro os livros dela, não conhecia Verity, mas já quero ler apenas para sentir esse outro lado da escrita dela. Parabéns pela resenha! Despertou o interesse pela leitura do livro de forma sucinta e sem spoiler. Abraço :)

    ResponderExcluir
  3. Eu li apenas dois livros da autora e ambos me deixaram sem fôlego e eu adoro os segredos que suas tramas trazem. A família declinada ao azar me chamou atenção, quero conhecer a intensidade desta historia e o quão perturbadora ela é, então é sugestão super anotada.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. eu gosto muito dos livros da CoHo, mas esse em epecifico ainda não tive oportunidade de ler, mas adorei a dica, fiquei curiosa pra saber o decorrer dessa história e a trama de escrever os livros que alguém não conseguiu terminar me parece muito sensacional. quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Tammy!
    Ainda não tive a oportunidade de ler um livro da Colleen Hoover, e confesso que a maioria deles não me chama muito a atenção por serem voltados para o romance. Por ser um thriller, esse me deixou mais curiosa. Fiquei imaginando qual seria o segredo que Verity esconde e o fato de você ter comentado que a personagem tem uma presença amedrontadora me deixou animada para ler. Ótima resenha! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Caramba, eu não sabia que a Colleen Hoover tem um livro de thriller psicológico, confesso que fiquei bem surpresa, haha. Não conhecia esse livro ainda, mas pelo o que tu disse - e pela escritora - tenho certeza de que é uma obra fantástica. Amei a dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  7. Eu só ouço maravilhas sobre esse livro, mas confesso que peguei tanto ranço dessa autora depois de Tarde Demais, que imagino que mesmo que ela faça uma obra considerada a melholr do mundo dentre todos os livros já escritos, eu não seria capoaz de ler... Enfim, amei sua resenha, não duvido que seja um otimo livro, porem passo a dica...

    ResponderExcluir
  8. Oiii Tammy

    A gente já está tão acostumada com a CoHo escrevendo Na e romances que não imaginava que Verity fosse um thriller e meu Deus, eu amei conhecer! faz tempo que não leio algo da autora, porque o gênero que ela normalmente escreve deixou de me chamar a atenção, mas essa nova faceta da Collen, mais voltado ao suspense, com certeza quero conferir. Dica anotada

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  9. Tudo bem? Já vi esse livro por aí, mas não li ainda. Estou bastante curiosa eEo livro me foi indicado por uma amiga, espero ter a oportunidade de ler em breve, aí retorno com uma opinião.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi! Eu tenho um certo empasse com a escrita dessa mulher. Não consigo gostar! Não me conecto a história de jeito nenhum. Mesmo agora, conhecendo sobre essa trama, que é um trriller, que é um estilo que eu amo, lendo sobre, e parece ser um enredo muito bom, eu não tenho vontade de ler.. Eu sei que é muito feio isso, mas sei lá, tenho um bloqueio.. Mas adorei conhecer sobre esse livro, e quem sabe daqui um tempo eu tome coragem e vergonha e leia, pra desencantar..

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu já fiquei tensa só de ler essa sua resenha maravilhosa! Estou super curiosa para ler esse livro e descobrir o que a escritora vai encontrar na casa dessa outra escritora e como tudo isso vai acabar.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Uow, estou meio chocada por saber que a autora escreveu um thriller psicológico. Amo CoHo mas confesso que o gênero desse livro sai da minha zona de conforto. Tentarei lê-lo porque é Colleen Hoover, e até hoje não tive grandes decepções com as leituras dela, e espero gostar. Adorei a sua resenha e ela me deixou bem ansiosa em saber quando a Record irá lançá-lo no BR.
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não conhecia esse livro e a premissa dele é interessante, parece ser uma leitura muito boa ao mesmo tempo em que é intenso e deve mexer muito com o leitor. Achei a capa bem diferente.

    ResponderExcluir
  14. Pelo amor de deus menina como voce tem coragem de fzer isso comigo?

    Que resenha é essa é que historia é essa Jesus? Serio mesmo que uma das minhas autoras preferidas agora embarcou de cabeça no meu gênero preferido? Já quero pra ontem!!
    será que ele vem para o Brasil?

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia esse livro da Coollen, há muito tempo não leio nada escrito por ela e deferente de outros lançamentos que vi nos últimos tempos, esse livro me chamou atenção profundamente, quero saber o desfecho disso tudo para Verity

    ResponderExcluir
  16. Oi, Tammy!
    Eu não sabia que a Colleen tinha lançado um thriller psicológico lá fora, mas como adoro a escrita dela e as suas histórias, claro que fiquei interessada nesse livro. Gosto quando o autor mostra que sabe escrever outros gêneros, mas há o risco de acabar não sendo tão bom... Quando for lançado no Brasil, pretendo ler.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Adorei saber que é um thriller, confesso que estou curiosa para ver com a autora se saiu. Amei a resenha, e já dá para ter uma noção do que esperar da leitura.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Nossa! Você me deixou muito curiosa. Fiquei angustiada só lendo sua resenha!kkkkkkkk... Você conseguiu transmitir boa parte da tensão do livro. Parabéns!

    Eu sou apaixonada por thrillers psicológicos e agora estou simplesmente louca para saber o que de fato se esconde na autobiografia da Verity e quem é o real vilão desta história toda. Não sei por que eu não consigo confiar na suposta protagonista (a Lowen), talvez seja porque em livros de suspense nunca se deve confiar em personagem algum.rs

    Eu tenho apenas um livro da autora aqui em casa (É Assim que Acaba) e pretendo lê-lo em breve. Será minha primeira experiência com as obras dela. E aí terei que esperar o lançamento de Verity aqui no Brasil para poder mergulhar nesta história.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Esse livro deve ser fantástico, com um enredo intenso, emocionante e surpreendente. Confesso que fiquei curioso em saber da trama na íntegra. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Esse é um dos livros que pretendo ler esse ano.
    CoHo é versátil e em trazer um thriller já nos mostra a capacidade de nos surpreender com o enredo.
    Estou bem curiosa e certamente vou ficar aflita com o desenrolar dos fatos.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?
    Me diga por favor que esse livro vai ser trazido para o Brasil, porque vou te falar viu? Sua resenha me deixou muito, mas muito curiosa mesmo pela leitura! Fiquei louca para ler esse thriller psicológico e os segredos que rondam esse lar meio sinistro. Já fiquei tensa imaginando Verity, imagina quando ler sua história! rs
    Dica anotada, amei sua resenha! Perfeita ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Olá Tammy!!!
    Tá aí um lado da CoHo que eu ainda não tinha visto e nem conhecia :O
    Achei só pela sua resenha que a autora mesmo se aventurando em outra área que não é a que estamos habituadas dela, mostrou-se mega capaz de construir tudo aquilo que traz.
    Achei que a obra parece bem tensa e com uma curiosidade acerca desse thriller todo que o enredo se constrói.
    Dica mais que anotadissima!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?
    Pela primeira vez, um livro da Colleen Hoover não despertou minha curiosidade. Não que eu duvide da capacidade dela, mas é o gênero não faz meu estilo. Porém, já conhecendo a habilidade dela em mexer com as emoções dos leitores, tenho certeza que deve ser uma leitura intensa e até perturbadora.
    Adorei sua resenha, mas, infelizmente, vou passar a dica dessa vez.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Sempre que pego um livro da Colleen para ler, eu me surpreendo com sua narrativa, com seus personagens e com suas tramas, gostei de conhecer essa história que já me deixou bem curiosa para saber o desenrolar, e já sei que tem muita emoção. Espero que venha logo para o Brasil.

    beijos!

    ResponderExcluir



Topo