Resenha: Emoções de Viver

Autor: Paulo Roberto Fleury | Editora: Selo Jovem Páginas: 158 Ano Lançamento: 2018 

Um homem vivendo sob o pesado regramento da sociedade moderna vê sua vida mudar ao permitir o renascimento de sentimentos antigos e, ao mesmo tempo, abdicar do ilusório controle que julgava ter. Ele vive uma vida simples, ordinária. É extremamente dedicado ao trabalho. É competente, mas solitário. Um grave acidente o desperta para as questões verdadeiramente importantes e o faz questionar seus princípios mundanos. Depois de muitos anos ele reencontra uma antiga paixão. Porém, com o pensamento em outra pessoa misteriosa, fica dividido entre o passado e o futuro. Será ele capaz de descobrir as emoções de viver? 

Impressões: 

Alex é o personagem principal do romance, um jovem que trabalha arduamente e não possui tempo para nada, um verdadeiro “workaholic”. Porém, sua vida é abalada de tal maneira que ele precisa tomar certas decisões do qual sua vida mudará por completo. 

Uma viagem de férias deixa Alex completamente balançado quando conhece uma mulher misteriosa e ambos acabam conhecendo um ao outro por conta do destino. 


Paulo Roberto Fleury possui uma escrita fluída e intensa, o ponto positivo da obra é em descrever os lugares e situações de forma detalhada, sem deixar um texto maçante.



Outro ponto positivo é com as falas dos personagens, em dado momento o leitor percebe o sotaque de outras regiões no decorrer da história. Outros personagens fazem parte da vida do protagonista, de forma direta e indiretamente, principalmente seus colegas de trabalho. 

O destino faz parte da vida de Alex, praticamente 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem descanso! É esse mesmo destino que vai ao encontro da mulher misteriosa. 

Vale a pena? Com toda certeza, uma história envolvente e cheia de reviravoltas que prenderá o leitor logo nas primeiras páginas. Indo do romance e aventura no virar de páginas.


0 comentários:

Postar um comentário



Topo