Cine Livreando: Mais Forte que o Mundo

Título: Mais Forte que o Mundo | Subtítulo: A história de José Aldo | Direção: Afonso Poyart 
Ano Lançamento: 16 de Junho de 2016 Duração: 01h47min | Elenco: José Loreto, Cléo Pires, Milhem Cortaz, Jackson Antunes e Cláudia Ohana Gênero: Drama Biográfico | Origem: Brasil 

Nascido e criado em Manaus, José Aldo (José Loreto) precisa lidar com a truculência do pai, Seu José (Jackson Antunes), que além de se embebedar constantemente ainda por cima bate na esposa, Rocilene (Cláudia Ohana), com frequência. Enfrentando constantemente seus demônios internos, Aldo encontra na luta sua válvula de escape. Acreditando em seu futuro como lutador, ele aceita se mudar para o Rio de Janeiro e morar de favor no pequeno alojamento de uma academia. Lá ele recebe o apoio do amigo Marcos Loro (Rafinha Bastos) e conhece Vivi (Cleo Pires), uma jovem que vai constantemente à academia. Precisando ralar um bocado para se manter, Aldo enfim consegue um voto de confiança do treinador Dedé Pederneiras (Milhem Cortaz), iniciando assim sua carreira no mundo do MMA. 

Impressões: 

Saudações cinematográficas, queridos Livreadores. Tudo bem com vocês? Hoje vamos falar do nosso cinema nacional, com um incrível filme biográfico. “Mais forte que o Mundo” conta toda luta de vida do atleta José Aldo, sua infância difícil e o início na jornada nos esportes de luta. O longa não mostra apenas toda “luta” do protagonista, mas uma realidade nua e crua das pessoas mais carentes e todas suas necessidades para sobreviver cada vez mais. 


Zé Aldo é um exemplo de vitória não só nos ringues e octógonos, mas na vida! Um verdadeiro guerreiro que teve de enfrentar problemas familiares e uma constante luta contra o vício em bebidas do seu pai. Manaus para o Mundo! Zé Aldo encara ainda mais um desafio, deixar sua família para trás e encarar uma nova vida no Rio de Janeiro, foi fácil? Não! Novas lutas e pedras no caminho para o promissor lutador, tornar-se um guerreiro no ringue. 

Mérito pela fotografia e toda ambientação, mostrando uma realidade cada vez mais presente na vida de pessoas que necessitam lutar e ter um espaço em nossa sociedade. 


José Loreto e Cléo Pires dão um show de interpretação, Loreto foi intenso nas cenas de luta, deixando o filme ainda mais realista. 


Vale a pena? Sim! Um exemplo de vida, do qual lutou em todos os sentidos para chegar no topo do mundo no MMA. Aperte o play e curta esse incrível filme.


0 comentários:

Postar um comentário



Topo