Resenha: O Lado Real do Abstrato

Título: O Lado Real do Abstrato | Autora: Caroline Fortunato | Editora: Selo Jovem 
Páginas: 72 | Ano Lançamento: 2018 

Em 2050, o Homem finalmente tem tecnologia apropriada para explorar outros planetas com o fim principal de descobrir se há mesmo vida inteligente por lá. Joaquim, um frio e cético astrofísico brasileiro, se propõe a fazer uma viagem como astronauta de treze anos terrestres à velocidade da luz até o irmão gêmeo da Terra, com a diferença de este possuir uma massa três vezes maior. Romance de tese, o ambiente da história é totalmente distinto com o objetivo de examinar outra população com comportamentos e ideologias reais que normalmente escapariam à nossa imaginação mais abstrata. 
Impressões: 

Saudações literárias, queridos Livreadores. Tudo bem com vocês? Espero que sim! Vamos iniciar mais uma semana com uma dica incrível de livro, vamos falar da obra da nossa autora parceira, Carolina Fortunato. Bora para o post? 

O ano é 2050, finalmente o ser humano conseguiu atingir o ápice da tecnologia, dominar diversas situações no campo científico e tecnológico, o tão sonhado dia chegou, explorar outros planetas e comprovar se realmente existe vida nos mais longínquos cantos do imenso cosmo. Sim! Existe, somente uma pessoa obteve tamanha coragem em desbravar o Universo para tentar os primeiros contatos. 

Joaquim, um astrofísico cético, frio e possuidor de um humor extremamente ácido, é o escolhido para uma viagem interplanetária até o irmão gêmeo da Terra, com uma diferença do planeta recém descoberto possuir uma massa três vezes maior. 

Caroline Fortunato possui uma escrita fluída logo nas primeiras linhas, o dinamismo é o ponto forte da jovem autora, além de uma excelente construção dos personagens primários e secundários. O protagonista finalmente chega ao tão almejado objetivo, para sua surpresa, o planeta é habitável, possuindo uma enorme população, com seus meios de vida e jeitos para sobreviver. 

O livro como um todo faz, nós leitores refletir o quão somos pequenos no vasto Universo, um insignificante e despercebido grão de areia no cosmo. 

Joaquim presencia toda uma civilização evoluída, com seus ideais e sem nenhum traço de maldade ou coisa parecida com nós seres humanos. 

Se vale a pena? Com toda certeza! Uma leitura rápida e fluída, com personagens intensos e carismáticos, além de uma história original e bem estruturada.


Nenhum comentário :

Postar um comentário