Resenha: Entre a Fúria e a Aurora

Título Original: The Wrath and the Dawn | Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt | Ano: 2016 | Páginas: 336
Sinopse: Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado. Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto. 

A Fúria e a Aurora é um daqueles livros que você se obriga a ler, tanto pela capa belíssima, quanto pela releitura que traz, As mil e uma noites. Khalid Ibn Al-Rashid é um rei que a cada nova aurora entrega uma noiva morta. A causa real disso, ninguém sabe, mas a monstruosidade disso, não tem perdão para Sherazade, principalmente após perder sua amiga, Shiva, em uma dessas auroras.

"Viverei para ver o pôr do sol de amanhã. Não se deixe enganar. Juro que viverei para ver tantos pores do sol quanto for necessário. E eu o matarei. Com as minhas próprias mãos." p.20

Para colocar um fim nisso Sherazade se oferece para ser a próxima noiva do rei, claro que ela não iria simplesmente por ir. Sherazade já tinha um plano que seria seguindo à risca para garantir também a sua sobrevivência. Ela iria lhe contar belas histórias, sempre deixando o melhor para o próximo dia, dessa forma, teria tempo suficiente para saber como acabar com a vida do rei.

Seria tão fácil se fosse somente isso. Mas com o passar dos dias, Sherazade foi percebendo o quanto todas essas auroras afetavam Khalid, e quanto mais se aproximava de seu coração, mais ela enxergava esse tormento que o acompanhava, mas que só era exposto em momentos sutis. A imagem que construiu do rei não era mais a que via diante de si, e já que estava ali, queria saber a verdade de tudo isso.


O que falar sobre esse livro? Eu sinceramente passei tempos para reunir meus sentimentos para chegar nessa resenha. A Fúria e a Aurora é uma história completamente encantadora. Ela vai nos entregando ponto a ponto da trama sem correr a narrativa. Vamos descamando os segredos encontrados dentro desse universo e vivendo cada nova conversa e situações.

E quando parece que finalmente algo se resolverá, a autora nos surpreende com novos elementos que só enriquece a trama. Junto com Shazi tentamos encontrar um motivo para tudo o que acontece, e com alguns elementos mágicos e conversas bem significativas, vamos compreendendo os motivos para os atos tão revoltantes que Khalid comete.

Renée Ahdieh trouxe com maestria todo esse universo, colocou em sua história atitudes e posicionamentos típicos da região, a riqueza dos comportamentos foram o que mais me chamaram a atenção. Apesar da releitura, ela sobre conduzir o seu próprio eixo nos fazendo vivenciar esse mundo conhecido, mas cheio de novas perspectivas.

"Não havia sofreguidão; era um corpo de água e uma alma de cinzas." p.179

A evolução dos personagens ao decorrer da história mostra abertamente a intensão da autora em nos entregar lá no início uma heroína cheia de julgamentos junto com toda a complexidade do menino-rei.

Os personagens secundários também não deixam a desejar, cada um traz seu ponto de vista para a história. Tanto Jalal, quanto Despina e Tariq traz uma dinâmica a mais ao enredo.

E fácil se encantar por essa história, não foi à toa todo o alvoroço quando ele foi lançado. Realmente vale a pena cada minuto de leitura com ela, cada tensão de alguns momentos, com certeza surpreende.

📘 Essa resenha faz parte do nosso DLL de Julho.
✔ Categoria: um livro de autor que nasceu em julho.


15 comentários

  1. Olá
    Eu li esse livro ano passado mas concordo que ele é maravilhoso. Eu amei a ambientação e os personagens, mas ainda não pude ler o segundo. Tomara que seja tão bom quanto o primeiro.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Realmente, a capa é muito bonita, contudo, pelas informações contidas na sua resenha, esse livro parece muito com As Mil e Uma Noites... Por isso não consegui me interessar, ainda prefiro o texto clássico. É claro que pode ser que A Fúria e A Aurora tenha algo de diferente, isso fica pressuposto na sinopse, mas, infelizmente, não foi o bastante para me interessar.

    ResponderExcluir
  3. Realmente, todo mundo que vejo falando desse livro, só diz coisas inspiradoras, ainda não li, mas está me minha meta, adoro As mil e uma noites.

    ResponderExcluir
  4. Acredita que peguei esse livro na mão, lá na bienal?
    Não acredito que deixei ele lá hahahah
    Eu li a sinopse, mas não imaginei que era tão fofinho como sua resenha mostra ser.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  5. OI! eu tenho essa série na minha lista de desejados faz tempo! Tanto pela releitura, que sempre encantou, toda essa cultura dos desertos e seu povo, seus costumes, quanto por tantos elogios que eu sempre li. E agora mais essa resenha tão apaixonante! Eu sou apaixonada pelos personagens e quero muito saber a razão pela qual o príncipe mata todas as suas noivas na manhã seguinte aos casamentos!
    Adorei a resenha! Parabéns!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu amo essa leitura, mas preciso finalizar a leitura do segundo livro.
    O enredo é cativante e todo misto de fantasia, cultura, são elementos que a autora conseguiu trabalhar muito bem.
    Sua resenha está linda e me deixou com saudade desses personagens.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oi Tammy, tudo bem?

    Já tinha visto a capa do livro muitas vezes, mas ainda não conhecia a sua história. Sua resenha me permitiu conhecer o livro e adorei o que vi. É o tipo de história que sempre consegue me encantar e me proporcionar bons momentos, então já fiquei bem curiosa para ler. Saber que é uma releitura de As mil e uma noite é outro fator para despertar minha vontade de ler. Adorei conhecer e já quero saber o que acontecerá no decorrer. Parabéns pela resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Tenho bastante vontade de ler este livro, tanto pela capa linda quanto por ser uma releitura. Ainda não li As mil e uma noites, porém tenho uma ideia central do que se trata. Adorei tua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu já li esse livro e estou com a continuação, preciso ler urgente porque o primeiro terminou de uma forma que me deixou mega curiosa. A capa é linda mesmo e foi o primeiro livro que li baseado em As Mil e Uma Noites que está na minha lista de desejados. Que bom saber que você gostou também, concordo com as suas impressões, vale a pena ler este livro.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Para mim vai ser uma delícia, pois não li o original e pelo que vc conta o livro é completo, com personagens secundários que faz valer a trama.
    Adorei. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oiii Tammy

    Li esse livro há algum tempo e preciso urgentemente ler a segunda. Eu amei demais a ambientação, é perfeita e também os dois protagonistas que, ao meu ver, possuem muita quimica. Meu único porém foi o tal Tariq, bah que guri insuportável...haha

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Adoro releituras e nunca li nenhuma de As mil e uma noites e saber que ela é uma história encantadora me anima, sem dizer que fiquei bem curiosa para conferir esses elementos que enriqueceu a trama. Quero ler e espero me encantar pela história assim como foi com você.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Eu amo a história original, porque li na adolescência e me apaixonei pela coragem da personagem em enfrentar o Rei e com essa releitura e uma visão mais humanizadora do homem a qual ela tem ódio é algo muito peculiar e interessante.

    Lerei no final do ano.

    Linda sua resenha. Muito bem pontuada e argumentada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Eu tive a oportunidade de ler "A Fúria e a aurora" assim que lançou, é um belo livro, tem um enredo e personagens bem construídos, gostei muito da leitura. Parabéns pela resenha, ficou muito boa!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá! Eu não tinha ouvido falar sobre esse livro e acho que fui uma das raras pessoas que nunca leu a obra original dessa releitura, né? hahaha Mas adorei conhecer mais do enredo e já anotei a dica!

    Abraços

    ResponderExcluir