Resenha: Beleza Perdida

Título Original:  Making Faces| Autora: Amy Harmon
Editora: Verus | Ano: 2015 | Páginas: 336
Sinopse: Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.
A história nos traz Fern, uma garota cheia de vida e intensidade em certos pontos de sua vida, mas vive a sombra do seu próprio estereótipo. Seus cabelos ruivos, sem corpo magro, sua aparência "estranha" coladas a óculos fundo de garrafa e aparelhos nos dentes, não deram grande confiança ao longo da infância e adolescência, com isso, Fern cresceu sempre compreendendo que poderia sonhar alto, mas sem ter grandes esperanças de alcançá-los. Entre seus sonhos estava o popular Ambrose Young, um campeão de luta livre, considerado como um Hércules, que esbanjava sensualidade, beleza e força. Um pacote completo para ter várias garotas aos seus pés.

Ambrose tem consciência do seu sexy appeal. Sua fama por ser tricampeão estadual da sua categoria colabora para que ele não tenha muito trabalho na conquista. Mas seu caráter não o deixava ser aquele famoso pegador que estraga corações, e foi isso que me fez amar o personagem a princípio, porém, por boa parte de sua vida enxergou Fern como a garota estranha que sempre estava junto de seu primo deficiente, assim como a maioria.

"Eles estavam à beira de um precipício de enormes mudanças, e nenhum deles, nem mesmo Ambrose - Especialmente Ambrise - estava animado com a perspectiva. Mas, quer escolhessem ou não dar um passo rumo ao desconhecido, o desconhecido ainda assim viria, o precipício aberto ainda os engoliria inteiros, e a vida como conheciam, chegaria ao fim. E todos tinham grande consciência do fim." p.67

Em determinado tempo, Ambrose ficou farto de suas responsabilidades. Carregar uma cidade inteira através de suas vitórias, não estavam lhe fazendo bem. E depois de todo o susto que levou com os acontecimentos do 11 de setembro, a pressão da faculdade e sua falta de direcionamento, acabou tomando uma decisão que mudaria para sempre sua vida... O Alistamento. É junto com ele, levou seus quatro leais amigos para firmar seus patriotismos. E assim, a tragédia estava anunciada aos nossos olhos...


Okay, tenho certeza que até aqui você não viu nada de diferente de outras leituras do gênero, e você já deve imaginar esse curso... Ela se apaixona, mas terá que conquistar o garoto popular cheio de marcas traumatizantes, tendo consciência de sua falta de beleza.

É nesse ponto que Beleza Perdida segue a linha do diferente. Não nego que a trama possui essas características acima, onde trabalha a importância da beleza e essa visão entre aparência e conteúdo. Na verdade, durante toda a leitura a autora vai nos questionando sobre isso, mas além disso, Amy Harmon simplesmente nos estraçalha com diversos outros assuntos que não se encontram somente em plano de fundo.

É nesse desdobramento de sentimentos que o livro se torna especial. Ele traz o trauma junto com a impotência de não mudar o passado, o abalo emocional em suas diversas perspectivas, a luta da aceitação e do perdão e claro, o amor em diferentes aspectos. O amor não correspondido, o amor conquistado, o amor altruísta, o amor abusivo e também o amor não vivido. E tudo isso sendo mostrado na dosagem certa sem perder o ritmo da história.

Claro que não é só de dramas que o livro é feito. A parte cômica é feita pelo primo de Fern, Bailey. É impossível o leitor não ri de seu humor ácido e de sua língua descontrolada na maior parte do tempo, ele é aquele personagem que te laça logo de cara e você o faz de amigo, torcendo por sua vitória diária.

"Ambrose não queria ser um alívio temporário. Queria ser a cura. Queria estar com ela em circunstâncias inteiramente diferentes, num lugar diferente, num momento diferente." p,283

Amy não teve medo de explorar o campo de seus personagens, com todos os seus sentimentos transbordantes, ela apresentou o romance no momento certo, deixando as intenções dos personagens bem claras. E nesse sentido, fez toda a diferença a história ter sido narrada em terceira pessoa, pois, conseguimos compreender seus pensamentos de maneira direta. Apesar da obra ser apresentada como uma releitura de A Bela e a Fera, eu enxerguei poucas semelhanças, para mim, a autora conseguiu criar sua própria história de maneira única e intensa.

Com certeza, ao fazer a leitura dessa obra, você sairá com o coração em pedaços, mas compreendendo cada ação. Viverá os acontecimentos de Hannah Lake e seus traumas pós guerra, mas também aprenderá com os diversos personagens dessa encantadora história.

Favoritei esse livro principalmente pelas diversas mensagens que ele carrega e não somente a discussão sobre a aparência. Com certeza indico! Beleza Perdida é aquela obra que você espera por um percurso e ela vai te surpreendendo a cada capítulo.

📕 Essa resenha faz parte do nosso DLL de Julho.
✔ Categoria: Um livro New Adult

Bjim e até a próxima!


6 comentários

  1. Gente, que postagem, mais linda, pelo amor de Deus!
    A forma de escrita, as imagens, tudo com muito caprichado, parabéns!
    Gostei da história do livro, da capa, do título e principalmente do que a autora quis expressar com a história contada.
    Grata pela indicação!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom?
    Caramba, que legal! Eu adoro livros que sejam releituras, e espero que consiga realizar a leitura em breve! Também curto muito histórias que tenham a ver com exército, e essa mensagem de que a beleza interior importa. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  3. Oi Tammy!

    Tudo bem? Então, esse livro já entrou e saiu da minha wishlist várias vezes desde que foi lançado e recentemente eu até tentei fazer a leitura mas simplesmente não fluiu, acho que não estava na vibe.

    Eu fiquei bastante curiosa sobre essa questão de conteúdo vs beleza que a autora faz e, mais curiosa ainda sobre os temas que você não falou que são tratados pela trama e de maneira tão interessante. Depois de ler as sua opinião é claro que Beleza Perdida voltou para minha wishlist (e agora pra ficar até eu lê-lo!)

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tammy!
    Eu já vi algumas vezes esse livro nas livrarias, mas não sabia do que se tratava. Lendo agora a sua resenha, não me interessei muito pela história, porém acho muito importante os autores colocarem em seus enredos essa questão que vai além da beleza.
    Mesmo assim, não leria.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Tammy!
    Quando realizei essa leitura fiquei apaixonada pelo enredo. Alias, tudo o que Amy Harmon escreve é bonito. Ambrose nos emociona e é impossível não sentir e nos comover com cada drama vivido pelos personagens.
    Um dos meus livros favoritos.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tâmara!

    Houve uma época que eu desejei muito ler esse livro. Ouvia falar tanto dele e queria muito conhecer. Só que com tantos livros na lista e uma vida corrida, acabei deixando a história para lá. Agora, lendo sua resenha, bateu aquela vontade de ler. É uma pena que eu ainda não tenha o livro senão já o colocava na lista para próximas leituras. :( Amei sua resenha!

    Eu gosto de livros que têm essa carga dramática, quando os personagens carregam marcas da vida, do passado. E que superam as situações juntos. Geralmente choro horrores, mas acabo favoritando o livro.rs

    Bjs!

    ResponderExcluir