Falando Sobre Séries: SAFE

Título Original: SAFE | Criador: Harlan Coben & Danny Brocklehurst | Produtores: Michael C. Hall, Nicola Shindler, Harlan Coben, Danny Brocklehurst | Duração: 45 min | Lançamento: 10 de maio de 2017 | Elenco: Michael C. Hall, Amanda Abbington, Marc Warren, Audrey Fleurot , Hannah Arterton... | Temporada: 1 | Episódios: 8 | Gênero: Drama/Thriller | Origem: EUA, França

Sinopse: Tom (Michael C. Hall) é um cirurgião pediátrico que cuida sozinho de suas filhas, Jenny e Carrie, após sua esposa vir a falecer. No entanto, sua vida muda drasticamente quando uma delas desaparece após estar em uma festa. Agora, esse pai desesperado inicia uma investigação para descobrir o paradeiro da menina, fazendo com que segredos de pessoas próximas comecem a ser revelados.


Safe é uma série que teve sua estreia na Netflix em maio desse ano, ou seja, está bem fresquinha. Uma das principais fontes de divulgações da série foram os fatos dela trazer o eterno Dexter (Michael C. Hall) protagonizando mais um suspense e o aclamado escritor do gênero Harlan Coben assinando na criação do projeto, ou seja, expectativas altas para conferir.

A série inicia com um velório que logo em seguida constatamos que é da esposa de Tom. Após esse tape, a cronologia avança um ano e a partir daí vamos acompanhando e conhecendo os personagens e suas posições na história.


Jenny, interpretada por Amy James-Kelly, é a filha mais velha de Tom, um médico, que vive em conflito com a filha pelo fato de, na hora da morte da esposa, não estar ao lado de Jenny para direcionar o seu sofrimento. A falta de perdão e certas atitudes do pai, distanciam cada vez mais esse relacionamento. Para completar, Tom não aprova o seu namoro com Chris Chahal (Freddie Thorp), então, imaginem como essa relação se desenvolve nesse início.


O drama começa quando vários jovens se reúnem na festa de Sia, uma jovem rica, traficante de drogas, que sabe controlar perfeitamente os pais. Em sua festa rola muita diversão regada a muito álcool, drogas e confusões, o mistério se desenrola através de um corpo encontrado na piscina e ao desaparecimento de Jenny, após ser vista na festa.

A cada episódio a série vai nos entregando elementos e pistas que enriquece todo o jogo de segredos e mentiras que acompanham SAFE. Eu realmente me surpreendi com os ganchos que cada episódio aponta, sendo impossível dar uma pausa entre eles. Por ser uma série cheia de personagens significativos, algumas vezes sentimos a ausência de alguns no decorrer da história, mas esses hiatos são importantes para conseguir acompanhar todo o panorama de dois segredos distintos que serão revelados ao final.


Tom é um médico que tem em seu melhor amigo, Pete Mayfield (Marc Warren), uma espécie de porto seguro. Todas as suas tragédias foram acompanhadas por Pete, e é impossível não tomá-lo como um grande amigo também, pelo menos até o momento, pois, no fundo, ainda acho que Pete guarda alguma carta escondida.


Amanda Abbington interpreta Sophie, uma investigadora que se relaciona com Tom escondido dos filhos, pelo menos é o que acham, né. Sua conduta parece exemplar dentro do departamento, apesar de para o público parecer, inúmeras vezes uma incompetente (enxergamos mais Tom como um investigador), o seu posicionamento é melhor esclarecido ao final. Sua presença traz a dinâmica ao núcleo junto com Tom, Pete e Emma.


Emma Castle (Hannah Arterton) chega a essa pequena cidade de forma furtiva, e ao longo dos episódios vamos conhecendo um pouco do seu passado e o seu real propósito de escolher o interior da Inglaterra como sua nova residencia. É aquela policial que sempre observa um vespeiro quando está preste a eclodir.


Audrey Fleurot está sensacional como Zóe Chahal. Um mulher que está sendo acusada de pedofilia, prestes a se divorciar, em um núcleo familiar completamente destinado ao fracasso. Sua interpretação é sentida por completo pelo público.

Alem desses, outros personagens se destacam por suas intrigas e grandes segredos sombrios. Esse é o ponto crucial da série, que ao final entrega uma bomba atrás da outro em cima do telespectador, que não duvido, ficará literalmente de boca aberta.

Se você chegou até aqui, não pare! Eu preciso falar dessa abertura maravilhosa que me laçou logo de cara! 


A música no início nos leva para aquele lugar interiorano, com a voz inconfundível do country, mas o que mais encanta é a dualidade existente na melodia que caracteriza perfeitamente tudo o que acontece em Safe. O clima sombrio lado a lado com a vida de aparências desses personagens. Esses dois lados é destacado na própria abertura que engloba todo o contexto da história. Completamente Perfeito! O fato de pensarem até nesses detalhes, mostra o cuidado da parte técnica em entregar essa obra surpreendente.

Para quem ama um suspense, cheio de emaranhados dinâmicos e com direcionamentos inesperados, com certeza SAFE irá lhe agradar.


11 comentários

  1. Olá.

    Adorei a indicação! Estou buscando novas séries e sem dúvida essa me despertou um grande interesse. Apesar de não conhecer muito sobre o Harlan Coben, Safe me chamou atenção. Vou dar uma chance a ela!

    Adorei seu blog e estou seguindo :D
    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  2. Oi Tammy tudo bem? Menina, assisti essa série e fiquei chocada com a investicadora, poderia ser mais ativa nossa achei meio sonsa kkk, mas adorei o mistério em volta da trama. Parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu não sou fã de séries. Assisto algumas só por diversão, nada de me "apegar", mas essa série me deixou bem curiosa para assistir. Não sou fã de suspenses, mas abrirei exceção para assistir essa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tammy,
    Eu nunca li nenhuma obra do Coben, mas, como leio muitos elogios para suas obras, tenho vontade de assistir essa série. Gostei de conhecer suas impressões e de saber que, cada episódio, entrega uma pista para uma situação mais complexa. Comecei a assistir o primeiro episódio, mas não consegui me envolver com ele, infelizmente :(
    Vou me arriscar em assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Toda estrutura do post está muito bem feita!
    As imagens foram muito bem escolhidas e compostas!
    Gostei demais da forma como você escreve, os atores fotografam bem, mas o enredo não despertou minha atenção!
    Mas lhe desejo sucesso sempre!
    Beijos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Quem me conhece sabe que não sou muito fã de séries, mas, você falou de um jeito tão interessante dessa que me animei muito a assistir. Gostei da premissa e acho que tem tudo para me agradar.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Já li alguns posts sobre essa série, que parece bem interessante. Nunca li nada desse autor, talvez uma série seja o que eu preciso para me interessar de vez por suas histórias.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. Vi o trailer da série e gostei, mas ainda não consegui conferir.
    Gostei de conhecer suas impressões e fiquei curiosa. Valeu pelo incentivo.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Que ótima dica você trouxe! Confesso que no momento estou fugindo de ver séries, mas adorei saber quem é o diretor <3 Espero que ela faça bastante sucesso <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Tammy,
    Essa série já está na minha lista, só aguardando um tempinho para começar a assistir agora, recentemente conheci a escrita de Harlan, e se a série for tão bacana quanto o livro que li, vale super a pena assistir.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  11. Boa noite
    série q já está nos meus planos há um tempo, só de ver o nome de harlan coben envolvido já fiquei com vontade de assistir!!!

    ResponderExcluir