Cine Livreando - O Cavaleiro Solitário

Título Original: The Lone Ranger | Direção: Gore Verbinski | Lançamento: 12 de Julho de 2013 Duração: 02h29min | Elenco: Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson e William Fichtner Gênero: Ação, Aventura e Faroeste | Origem: Estados Unidos 

Colby, Texas, 1869. John Reid (Armie Hammer) é um advogado que acaba de retornar à sua cidade-natal, onde vive seu irmão Dan (James Badge Dale), a cunhada Rebecca (Ruth Wilson) e o sobrinho Danny (Bryant Prince). John está disposto a cumprir a justiça ao pé da letra, levando os criminosos ao tribunal, apesar da resistência local. Ao acompanhar o irmão e outros Texas Rangers em uma patrulha pelo deserto, o grupo é atacado pelos capangas de Butch Cavendish (William Fichtner), um bandido que tem a fama de comer carne humana. Todos são assassinados, com exceção de John, que fica à beira da morte. O índio Tonto (Johnny Depp) o encontra e, ao perceber que um cavalo branco escolhe John, passa a ajudá-lo. Tonto acredita que John foi escolhido por um mensageiro espiritual e que, como voltou da morte, não pode mais ser morto. A partir de então John passa a usar uma máscara e, ao lado de Tonto, faz de tudo para reencontrar Cavendish. 

 Análise: 

Saudações cinematográficas, queridos Livreadores, tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vamos de mais uma dica de filmes da nossa querida e amada Netflix, o título escolhido foi “O Cavaleiro Solitário”. Bora falar um pouco mais do longo? Ah! Dica indispensável para o seu final de semana. 

Vamos embarcar em uma grande aventura de faroeste norte americano, com os personagens Tonto e John Reid, bang-bang típico de época e boas risadas são garantia no decorrer de todo o longa. O início é com um menino que está em uma exposição e conhece um velho índio de nome Tonto, um espírito guerreiro do faroeste que narras suas aventuras ao lado de John Reid, desde o começo.


Outro importante personagem além de Reid é Dan, que luta para defender o povo indígena e colocar ordem na região do qual vivem. Atuação de Johnny Depp está espetacular no papel do índio Tonto, ele consegue extrair toda originalidade do seu personagem, do aventureiro partindo para um humor limpo e direto com os personagens primários e secundários. 

Fotografia e ambientação do longa é de tirar o chapéu, toda equipe de produção e direção conseguiram retratar de forma fiel o velho este americano, principalmente o início da construção férrea nos Estados Unidos.


O roteiro é bem delineado e fluido, mostrando um enredo estruturado do começo ao fim, deixando uma sintonia ímpar entre os mocinhos e vilões da história. Infelizmente o longa teve um prejuízo comercial gigantesco, além de ter recebido inúmeras críticas da mídia especializada. 

Independente das críticas e fracassos de bilheteria, o filme conseguiu manter toda energia da lenda do velho oeste “Longe Ranger”. Se vale a pena? Com toda certeza! Tonto e John Reid em uma aventura eletrizante em busca de justiça e liberdade. Ah! E muitas risadas.



Nenhum comentário :

Postar um comentário