Resenha: O amor nos tempos do ouro

Título Original: O amor nos tempos do ouro | Autora: Marina Carvalho
Editora: Globo Alt | Ano: 2016 | Páginas: 328
Sinopse: Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele?" Cécile Lavigne perdeu todos os que amava e agora está sozinha no mundo. Ela, uma franco-portuguesa que ainda não completou vinte anos, está sendo trazida ao Brasil pelo único parente que lhe restou, o ambicioso tio Euzébio, para casar-se com o mais poderoso dono de terras de Minas Gerais, homem por quem Cécile sente profundo desprezo. Após desembarcar no Rio de Janeiro, Cécile ainda precisará fazer mais uma difícil viagem. O trajeto até Minas Gerais lhe reserva provações e surpresas que ela jamais imaginaria. O explorador Fernão, contratado por seu futuro marido para guiá-la na jornada, despertará nela sentimentos contraditórios de repulsa e de desejo. Antes de enfim consolidar o temido casamento, Cécile descobrirá todos os encantos e perigos que existem nessa nova terra, assim como os que habitam o coração de todos nós. Com o passar dos dias, crescerá dentro dela a coragem para confrontar todas as imposições da sociedade e também o seu próprio destino.

Cécile é uma jovem, com sangue nobre português e aristocrata francês, que foi criada com liberdades possíveis para a época, entre elas, se casar por amor. Seu pai sempre lhe deixou tranquila referente a isso. Aos dezenove anos era uma moça alegre, bela e um pouco peralta. Era feliz.

Mas o destino resolveu diminuir um pouco dessa alegria. Após um acidente em que perdeu os pais e os irmãos, sua tutela ficou a cargo do seu tio Euzébio, um homem que não perdoara a irmã por se casar com um ex-libertino francês de mente liberal.

"A ganância costuma ser o calvário da maioria dos homens. Caso não estejas a te preparar, sugiro que sejas mais precavido." p.28

Para garantir o futuro de Cécile e garanti uma porcentagem ao seu bolso, Euzébio fez um acordo para que ela se casasse com Euclides de Andrade, um velho fazendeiro das Minas Gerais, bruto e arrogante, que pensava que falava por Deus. Em troca, Euzébio receberia 40% da fortuna de Cécile.

Cécile sabia que seu futuro não seria bonito. Não via a hora de o destino lhe encontrar e leva-la de volta a sua família. Seu caminho de Marseille até o Rio de Janeiro foi sofrido, mas nada se compararia a viagem que a levaria para o destino que já odiava. Sua teimosia e destemor eram as armas que tinha para continuar.

Euclides de Andrade enviou uma comitiva para levar Cécile até Minas Gerais para a preparação do casamento. Com a vegetação traiçoeira e riscos de ataques de tribos canibais, Euclides confiou em Fernão para realizar esse trabalho com êxito.

"Na maioria das vezes, fingia compactuar com as exigências de seus contratantes, embora acabasse agindo a seu próprio modo. De qualquer forma, não se orgulhava muito de suas ações. Mas se apegava às injustiças da vida para legitimar seus atos." p.31

Fernão é um homem que conquistou sua independência pelos diversos trabalhos que fazia aos fazendeiros e nobres da época. Claro que o peso em ouro valia muito a pena. Assim, Fernão garantiu seu futuro. Livre ao seu próprio estilo de vida é um homem que não gosta de se fixar muito, tanto em lugares quanto em mulheres. Apesar do seu aspecto bruto e severo, ele é bastante consciente do certo e errado.

Fernão faria desse o seu último trabalho. Após levar a francesinha que visava o conforto, iria para sua fazenda viver em calmaria. A precipitação pelo caráter de Cécile o fez ter uma completa surpresa ao conhecer o gênio indomável que ela carregava e sua preocupação pelos menos favorecidos. A longa jornada dos dois até Minas Gerais mudará a percepção de Fernão em enxergar a vida e trará esperança para a vida de Cécile, claro que isso será acompanhado de dramas, revelações, aceitação e um lindo romance.

O Amor Nos Tempos do Ouro é um romance histórico cheio de referências que deixam a ambientação do romance muito mais íntima. Acordos firmados para o próprio crescimento, Deus como desculpa para o próprio enriquecimento, a lida de exploração e tortura dos escravos, os perigos em se aventurar pelas matas com tribos canibais à espera, além de uma passagem pelo quilombo, são alguns detalhes que encontramos ao longo da narrativa e nos faz estar no coração das Minas Gerais do século XVIII.

A narrativa flui com bastante leveza, Marina Carvalho foi direto ao ponto, não há muito mapeio ao longo da história, os acontecimentos vão se desdobrando a cada página, onde navegamos constantemente entre a tensão e a calmaria. O romance também segue a mesma linha, não chegamos a nos descabelar pelo óbvio, as resoluções vão surgindo conforme o drama da situação do casal vai avançando.

"Os tambores lá fora, o calor da noite e a aguardente deixaram-me tolo. Que nada! É mais honesto assumir: tu, somente tu, tens o privilégio de transformar-me em um bocó, dos mais apaixonados.
E que o céu tenha piedade da minha alma no fim dos tempos, por eu amar-te tanto assim." p.197

Impossível não torcer pela Cécile e Fernão. Eles são literalmente como água e vinho nos primeiros momentos, mas a cumplicidade é o fator essencial para os dois evoluírem em seus sentimentos. O casal convence logo nas primeiras páginas, a interação entre os dois nos envolve. Só senti falta de conhecer mais profundamente os pensamentos de Fernão para compreender melhor seus sentimentos. Entre os dois, ele fica mais distante do leitor na forma individual, pelo menos em minha opinião.

Eu gostei demais da leitura. Foi o meu primeiro contato com a escrita da autora e gostei de sua simplicidade em narrar. Espero ter outras oportunidades. Para quem ama o gênero e torce pelos autores nacionais, essa é uma ótima dica para conhecer um romance que encanta, nos faz sorrir e torcer.

📝 Essa resenha faz parte do nosso DLL de Fevereiro.
✔ Categoria: um livro de autor brasileiro.

Até mais seus lindos!


18 comentários

  1. Que capa linda e que premissa. Tenho lido alguns romances históricos no último mês e tenho amado, mais ainda que os de época. Não conhecia o livro ou mesmo a autora, mas adoraria ler a obra, ainda mais por saber que a autora consegue manter um enredo direto e leve ao mesmo tempo. Quero muito conhecer essa estória.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Gente, esse livro é tão maravilhoso! Eu li ele quando mudei de casa, e na semana em que havia ocorrido a mudança, quando ainda não tinha instalado internet ou tv a cabo, escolhi um livro aleatório na estante e comecei a leitura! Que surpresa boa eu tive! Adorei a história da moça que veio de longe, e entra num mundo totalmente diferente, e rude, nada do que ela conhecia e gostava existia neste mundo, Me senti vendo uma novela das seis da globo, aquelas de época, cheia de romance e reviravoltas. Amei cada momento da leitura como você! Foi uma boa surpresa!
    Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Tammy!
    Ainda não conheço a escrita da Marina, mas pelo visto é bem envolvente e realizada com maestria.
    As autoras nacionais tem me surpreendido bastante com suas histórias. E essa é do tipo que os personagens pegam a gente logo nas primeiras páginas né.
    Dica anotada!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Menina, estou aqui DESESPERADA, completamente louca pelo livro! Meu Deus do céu! Já tinha ouvido falar da Marina Carvalho, mas sua resenha me fez pensar naquelas novelas de época brasileiras, da Record e Globo, que me apaixonavam. Me fez pensar em romances que nos arrebatam sem pretensão, com sua simplicidade, seu romantismo, sua literalidade. Eu creio que irei me perder nas páginas desse livro. Quero! Quero muito, muito mesmo!

    Vida de leitora não é fácil, viu? Tenho mais livros na estante e no baú do que poderia ler nos próximos anos, mas me pego desejando ler justamente um livro que ainda não tenho.kkkkkk... Oh, vida cruel!rsrs A culpa é sua por me instigar tanto a ler o livro!kkkkkkkk... Estou sofrendo! :(

    Não escolho minhas leituras baseada no fato de um autor ser nacional ou estrangeiro. Geralmente, tendo a escolher autores que já amo, os lançamentos deles porque é um apego que todo leitor tem. Seus autores preferidos sempre vêm em primeiro lugar. :) Todavia, tive uma longa fase em que rejeitava literatura nacional. Porque tinha meus motivos: apostei em livros e autores que me decepcionaram terrivelmente e aí acabei generalizando e preferindo manter distância. Mas isso mudou de uns anos para cá e hoje em dia prefiro escolher pelo livro, a sinopse e deixar que o autor me surpreenda. Nunca apostei na Marina Carvalho. Será a primeira vez.

    Quero muito esse livro. De verdade. Odeio quando isso acontece.kkkkkkkk...

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca li nada da Marina, mas essa obra tem me chamado a atenção desde que lançou. Sempre li resenhas elogiando a história, e a sua não foi diferente, e me deixou ainda mais empolgada para conferir logo o enredo. Eu gostei muito de saber que tem bastante referência histórica, acho que deixa a trama ainda mais rica e empolgante.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Olá! Ainda não li nada da Marina Carvalho, já tive o prazer de conversar com ela nas redes sociais algumas vezes e ela é um amor. Com certeza este livro já está incluso na minha lista de futuras leituras! Amei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie!

    Eu sou a doida dos romances histórias, então imagina só minha felicidade ao ler essa resenha. Faz um tempo que tenho interesse nesse livro e com a sua resenha, comprovei que preciso adquiri-lo logo. Adoro romance e reviravoltas e me parece que o casal principal vai me deixar suspirando! Hehe

    Parabéns pela resenha.
    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu li dois livros da Marina e os dois não funcionaram para mim, porém foram em gêneros diferentes e talvez neste aqui eu consiga me envolver melhor com a história já que adoro romance de época e desde os clássicos, não li mais nada que fosse no Brasil. Quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Tammy!!!
    "O Amor nos Tempos de Ouro" é um dos livros que está encostado na minha estante e que estou tendo que tirar ele de lá, mas aí sempre surge algo que me faz ainda deixar o pobre lá.
    Eu tenho a curiosidade, pois todos que leem e ver que a adaptação é na época da escravidão falou que a autora fez um trabalho maravilhoso.
    Espero poder arriscar ele e gostar ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia a obra, mas achei a premissa super interessante.
    A capa é linda e eu adoro romance de época!
    Sua resenha ficou ótima e adorei conhecer um pouco mais sobre o livro aqui no seu blog.
    Dica mais que anotada!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Olá! Tudo bom?

    Achei adorável a capa desse livro, já me interessei desde ai. Posso falar que ri um pouco ao ler o nome Fernão? Gente, não aguentei haha. Enfim, eu sou apaixonada por esses casais água e vinho, sinceramente são os meus prediletos de toda vida. Eu anotei aqui a dica pois algo me diz que irei me apaixonar pela obra ♥

    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi, Tâmara

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro justamente pela abordagem de tantos fatos da nossa história. Curiosamente eu não sinto nenhum interesse por saber mais sobre Cécile, é Fernão que desperta meu interesse!
    Não lerei por agora, mas em dado momento ele com certeza será lido!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Estou aqui ofegante e emocionada. Que resenha linda e inspiradora. O livro e alguma divulgação eu já tinha visto circulando pela rede, mas inacreditavelmente, ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele até agora. E eu caí de queixo no chão!
    Resenha boa é essa que desperta o interesse inesperado na gente. Parabéns!
    Bjks

    ResponderExcluir
  14. Oiee Tammy ^^
    Se me lembro bem, eu tinha gostado bastante do livro por ser um romance histórico que se passava no Brasil, mas a escrita da autora não me cativou, então eu meio que empaquei em algumas partes da história e acabei finalizando o livro um pouco decepcionada. Fico feliz em saber que gostou tanto da história, os personagens são apaixonantes, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Essa capa linda já me deixou muito interessada, e a história me parece tão maravilhosa quanto ela.
    Adorei a resenha. Beijos. Versos da Alma

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito desse livro, assim como do segundo, e também achei uma escrita bem leve e gostosa de se acompanhar, e as coisas históricas são bem apaixonantes mesmo.

    ResponderExcluir
  17. Oi.

    Comprei esse livro no final do ano passado, mas ainda nao tive tempo de ler. Estou tão atolada em livro e sem tempo de sobra para nada ultimamente, que nao estou conseguindo fazer muita coisa. Mas acho que consigo ler ate o meio do ano, ou férias, seria melhor e terei mais tempo para apreciar a leitura.

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Nunca li nada da autora, mas adorei a resenha! É um clássico romance de época, perfeito para quem ama o gênero. Eu curto mas meio que enjoei um poucp de tantos livros que surgiram com esse tema, então passo a dica por enquanto 😊

    ResponderExcluir