[Crônicas de domingo] Como um Girassol



“Dia cinza, dia nublado”. Hoje o sol ainda não saiu,
Hoje o tempo está fechado. Mesmo assim, não fico chateado,
Não vou reclamar... Na verdade, quem faz o dia melhor,
É a primeira pessoa do singular.”
(Regis Damatta)

Descobri a pouco que o girassol não precisa necessariamente do sol. Nos dias nublados, ele se direciona para o lado, na direção de outro girassol como se juntos trocassem energia, uns com os outros. Sabe o que aprendo com isso? Aprendo que nada, absolutamente nada é insubstituível e mais, precisamos uns dos outros para suportarmos o mal tempo e aguardar novamente o brilho do sol.

Mesmo vivendo na era cibernética (que muita das vezes nos isola, nos iludi, fazendo trocar o real pelo virtual), não somos uma ilha! Não podemos ser frios ou depender unicamente do “sol” para olharmos para o céu. O céu das oportunidades; o céu dos sonhos; o céu de dias melhores. Mire nas estrelas!

Outra característica do girassol, é que ele é composto por diversas flores no seu núcleo e esse centro é cercado por varias falsas pétalas amarelas. E não é assim conosco também?! Somos um composto! Um único conjunto chamado sociedade! E ninguém consegue ser sem o outro. Somos a criação de Deus em flor; co-dependentes uns dos outros.

E vivemos num mundo em que se olharmos a nossa volta estamos cercados de mentiras: Tudo é ilusão, aparência, engano... Passageiro! Nada que se vê, é! Mesmo assim, não podemos parar.

Movimente-se! Como dizia Albert Einstein: Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter! É o movimento que nos direciona a novas buscas... à novos destinos. Seja qual for, tenha um alvo! E mesmo que nesse movimento, não consiga ver o sol, tenha sempre mente: Mesmo por detrás das nuvens ele continua brilhar, e não importa quão escura seja a noite... Vai amanhecer! E quando amanhecer, ele surgirá novamente com todo seu resplendor e domínio sobre as trevas. A cada manhã os céus nos entrega dádivas... Sementes de amor que nos possibilita reiniciarmos!

Por tanto renda-se e reverencie tudo de bom que a vida reserva para ti... A cada amanhecer, seja grato(a)! pois os dias não voltam mais, assim como: as oportunidades perdidas, a palavra lançada e as chances desperdiçadas.





Mariane Helena

Nenhum comentário :

Postar um comentário