Cine Livreando: O Lado Bom da Vida

Título Original: Silver Linings Playbook Direção: David O. Russell | Duração: 02h02min Lançamento: 1 de Fevereiro de 2013 | Elenco: Bradley Cooper, Jennifer Lawrence, Robert De Niro e Chris Tucker | Gênero: Comédia dramática | Origem: Estados Unidos 

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros. 

Saudações cinematográficas, queridos Livreadores. Tudo bem com vocês? Espero que sim! Vamos de Cine Livreando e aproveitar o restinho do feriado de carnaval para assistir esse incrível filme. O escolhido foi: “O Lado Bom da Vida”. Infelizmente esse filme foi removido do catálogo da nossa querida e amada Netflix, creio eu que tem disponível no YouTube. 

O Lado Bom da Vida é uma adaptação do romance de mesmo nome, escrito por Matthew Quick. Uma mistura de romance, drama e comédia. O filme tem como protagonista o ator Bradley Cooper, no papel de Pat Solitano, do qual possui um transtorno bipolar e por conta disso foi enviado para um sanatório, com sua recuperação, Pat é enviado para casa dos seus pais, notamos toda uma evolução do seu problema de saúde, algo lento e gradativo. 


Durante o filme, vemos os reais motivos da internação de Pat. Quando voltava mais cedo do trabalho, flagrou sua esposa no chuveiro com outro professor, enfurecido, Pat espanca o amante de sua mulher quase o matando. Em se tratando de uma adaptação de livro, tive oportunidade de ler para só depois assistir o filme, confesso que fiquei surpreso ao constata que não houve grandes mudanças partindo para o cinema, preservaram os principais contextos do livro. 

Destaque para atuação de Jennifer Lawrence no papel de Tiffany Maxwell, uma viúva viciada em sexo do qual passa por problemas psicológicos depois de perder o seu marido, acidentalmente acaba conhecendo Pat e nisso acaba amadurecendo uma grande amizade. 


O longa mescla de forma magistral drama e comédia, deixando uma história bem fluída e plana. Notamos aqueles momentos de “água com açúcar”, deixando clichê toda cena de romantismo do casal protagonista. O roteiro foi um dos pontos do qual me chamou atenção, mesmo deixando pequenas partes do livro para trás, ele consegue passar toda mensagem principal do filme. 

As atuações são o ápice! Recebendo várias indicações para o Oscar, Robert De Niro tem um destaque maior, interpretando o pai de Pati, uma atuação ímpar e emocionante, do qual ele fica sempre ao lado do filho para ajuda-lo na recuperação. 

Esse é um dos filmes que te faz emocionar, sentir alegria e tristeza. Um misto de sentimentos, vamos acompanhar bem de perto toda superação da perda de que amamos para recomeçar do zero e reconstruir toda uma vida.


5 comentários

  1. Olá Rafael,
    Eu já assisti esse filme, mas não consegui me emocionar totalmente com a trama, porque eu não simpatizei muito com os personagens. Não sei se foi por conta da atuação dos atores. Mas, eu gostei de saber que você indica esse filme e que ele te emocionou. acho que, em algum momento, preciso me arriscar de novo em assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este filme, mas ainda bem que gostaste! Fiquei curioso, ate porque costumo gostar das atuações da Lawrence.

    Bem, e bom saber que o drama e a comedia estão tao bem conjugados, provocando tantas lagrimas como gargalhadas.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  3. Bateu até uma saudade aqui.
    Li o livro no Ensino Médio e achei o máximo.
    O filme é totalmente diferente, mas apesar disso eu gostei.

    Beijo
    http://eu-ludmilla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafael!
    Assim como o livro, esse filme já esteve na minha lista desde que foi lançado e até hoje não vi (e não li também). Sei que é super elogiado, conheço a história de ouvir falar (todo mundo me recomenda), mas sempre acabo empurrando com a barriga e não assisto.
    Espero vencer isso em 2018.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Fiquei feliz ao saber que o filme foi fiel ao livro, pois só vi a versão cinematográfica até o momento. Achei a atuação deles realmente muito boa, adoro esses atores e Robert De Niro realmente mata a pau nas cenas que aparece. Ótima dica.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir