Resenha: Um verão para recomeçar

Título Original: Second chance summer | Autora: Morgan Matson
Editora: Novo Conceito | Ano: 2017 | Páginas: 352
Sinopse: Taylor Edwards nunca se sentiu importante, muito menos alguém que se destaca. Além disso, ela tem a estranha mania de fugir quando as coisas ficam meio complicadas. No dia do seu aniversário, Taylor recebe uma terrível notícia: o pai dela está muito doente. Ela até tenta fugir novamente, mas agora sua família precisa de toda ajuda e união possível. Então eles tomam a seguinte decisão: passar o verão juntos na casa do lago. Taylor não vai à casa do lago, onde ela e a família passavam o verão, desde que tinha doze anos, e ela definitivamente nunca planejou voltar. No lago Phoenix, ela reencontra sua ex- melhor amiga, Lucy, e Henry Crosby, sua primeira paixão. De repente, Taylor se vê cercada por lembranças que preferia ter deixado no passado. Apesar do medo e de querer fugir mais do que tudo, a única coisa que resta a ela é ficar com seu pai e enfrentar os dias da melhor maneira possível. Nesse verão em família, vivendo momentos tristes e felizes ao mesmo tempo, Taylor percebe que ela tem uma segunda chance de refazer laços familiares e até, quem sabe, poder viver um grande amor. Um verão para recomeçar é um notável romance sobre esperança, amor e superação.

📚Livro cedido pela editora Novo Conceito

Um verão para recomeçar traz em sua sinopse um resumo completo do que podemos encontrar nessa trama, o ponto crucial que cabe ao leitor, é saber o porquê de Taylor não querer voltar ao lago Phoenix e como ela vai lidar com a situação do pai, sem fugir.

Essa é uma história que vai te conquistando a cada página. A narrativa nos leva a cada passo da vida de Taylor e nos familiarizamos com o seu jeito de ser e pensar. Sua vida familiar não era o modelo de segurança, seu pai sempre deu prioridade para o trabalho, seu relacionamento com os irmãos sempre foi superficial, e sua mãe, nunca foi adepta a dar espaço para uma conversa sincera.

Com tudo isso, é totalmente aceitável ver Taylor ter algumas crises e querer fugir delas, afinal, ninguém em seu meio familiar gosta de se abrir emocionalmente.

"Perecia que desde que chegamos ao logo Phoenix, estava constantemente me confrontando com todas as coisas que fizera de errado nos últimos cinco anos e nos quais tentei não pensar. (...) Nunca tive de lidar com a realidade, e isso tinha um preço. De fato, na maioria das vezes sempre fiz todo o possível para evitar as consequências das minhas ações." p.234 

Mas tudo isso muda com a ida da família ao lago Phoenix, e nesse ponto, acompanhamos o passo a passo e a luta dela para tentar expor melhor as suas emoções. E não só de Taylor, mas enxergamos isso em todo o seu meio familiar. Pelo pai que passa a valorizar mais o seu tempo com a família, pela mãe que passa a aprender a dar voz as suas emoções e os irmãos que dão passinhos para fora de seu casulo.


É inegável a sensibilidade de Morgan Matson ao discorrer de forma pura e simples a complexidade de expor o lado emocional para a vida. Taylor vai se descamando aos poucos e seu sofrimento para dar cada passo em frente é palpável.

Saliento que o livro não traz uma carga emocional extrema, reconhecemos isso nos próprios tormentos da personagem, que de forma geral, parece bem simples para os que não têm esse problema. Porém, a empatia se faz presente pelo processo de enxergá-la como uma próxima.

"Quer saber algo sobre ginástica olímpica? - perguntou Lucy, acertando o passo comigo.
- Sempre - disse, sem qualquer expressão, e ela sorriu pra mim.
- é que as pessoas só se machucam... se machucam de verdade... quando tentam ficar seguras. É assim que as pessoas se machucam, quando elas dão para trás no último instante porque estão com medo. Elas se machucam e machucam outras pessoas." p.324

Seu relacionamento com Lucy e Henry se apropria do perdão, onde, é compensador acompanhar os passos desses três. Após os cinco anos distantes, a aproximação acontece lenta e de forma verdadeira. Henry é um personagem cativante e é impossível não se apaixonar pela sua pessoa, a autora faz dele uma ponte essencial para que Taylor não se afogue no próprio buraco negro que vive em sua cabeça. Lucy não fica atrás, e de maneira mais direta, seus conselhos servem para que Taylor enxergue por outras perspectivas.

"Meu tempo com a minha família era algo que eu tentava fazer passar o mais rápido possível. Agora eu estava me apegando a esse tempo, tentando esticá-lo ao máximo, e ao mesmo tempo desejando que eu tivesse apreciando o que tinha antes." p.298

Com cenas emocionantes, principalmente no ciclo familiar, Um verão para recomeçar consegue expor o que propõe em sua sinopse, onde traz de forma simples, as várias consequências de um emocional não desenvolvido. Com certeza indico aos leitores do blog, aconselho que será útil alguns lenços para concluir a história com dignidade. Eu particularmente, precisei de vários para conseguir passar pelas cenas das últimas folhas.

📝 Essa resenha faz parte do nosso DLL de janeiro.
✔ Categoria: um livro com uma lição de vida.

Até mais seus lindos!


30 comentários

  1. Pela avaliação esse livro deve ser bem bom hein. Gostei do enredo e com toda certeza seria um livro que eu leria, principalmente por se tratar de um livro de romance. Adoro ^^ bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu vivo fuçando a página e o skoob da editora e não conhecia essa obra, acredita? Creio que seria uma leitura que me faria chorar bastante, e sinceramente sinto saudades disso, do livro nos emocionar, adorei essa capa e fiquei bastante curiosa para entender mais sobre os personagens.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me ganhou já na sinopse. Saber mais dele na sua resenha só me deixou com mais vontade de ler! Adoro esses livros que conseguem fazer a gente chorar e receber uma lição de vida. A dica tá super anotada! Amei a resenha!

    Beijinhos,
    Fer

    ResponderExcluir
  4. Gosto de livros emocionalmente pesados, ainda mais quando envolve questões familiares, afinal todos nós temos algum ponto a melhorar junto a nossa família. Dica anotada e obrigada por avisar sobre o lenço rsrs.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Heiii, tudo bem?
    Ainda nao conhecia o livro "Um verão para recomeçar", ando bem por fora dos lançamentos da editora.
    Achei a história interessante, e sempre gostei de histórias de amor e esperança, meio clichê, mas eu acho que nos faz sentir bem.
    Adorei a dica e acho que vou gostar mto.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Estes livros que mexem com nosso lado emocional são os melhores, sem dúvidas. Adorei a sua resenha e fiquei bem curiosa pra ler esta obra... Dica anotada!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee Tammy ^^
    Por mais que eu goste muito de livros que nos trazem lições de vida e reflexões, não sei se leria esse. Ainda não o conhecia, mas gostei da premissa e também das coisas que você falou a respeito da obra. Gosto de livros que trazem consigo uma carga emocional, mas quando é muito grande a gente quase não aguenta, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/underground-airlines.html

    ResponderExcluir
  8. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre essa obra, mas, pelos seus comentários parece ser exatamente o tipo de leitura que curto! Já vou anotar nos desejados <3
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiii tudo bem ?
    Eu sempre vejo esse livro mais nunca dei uma olhada mesmo nele , fiquei curiosa e com vontade de ler depois da sua resenha .
    Darei uma chance 😋
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oiie
    Adorei a premissa do livro, já quero ler e já vou com os lencinhos preparados kkkkkkk espero gostar tanto quanto você. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  11. Oiiii

    Esse livro é muito mais do que aparenta ser de inicio e eu amei o fato da autora não focar tanto no romance, mas no relacionamento da Taylor com a familia, em especial o pai. Achei emocionante e me identifiquei muito com várias coisas, pois passei por uma situação igual há alguns anos. A MOrgan escreve genial né? Adoro a pluma da autora, já li 3 livros dos 4 que ela tem publicado e o mais recente que ainda não li ja esta na TBR, espero conferir em breve.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Achei o título bem bonito e a capa também, eu ainda não conhecia o livro e gostei bastante da sua resenha sobre ele. Fiquei curiosa para conhecer melhor a trama. beijos

    ResponderExcluir
  13. Realmente adoro histórias que retratam dramas familiares,ainda mais quando tem um pingo de mistério,isso faz a história se tornar tão real,pensar que esses dramas e problemas que estamos lendo são coisas que acontecem diariamente em inúmeras familia faz o sentimento ao ler ser mais forte, ótima dica de livro,bjs

    ResponderExcluir
  14. Oie, adorei a capa e o nome do livro, e vi pela sua resenha que ele emociona demais com tanta coisa acontecendo né? Relações difíceis, principalmente na família. Eu acabei de concluir um livro onde tem uma situação super complicada dos pais com os filhos e já senti um nozinho na garganta :(
    Certeza que esse livro me emocionaria.

    ResponderExcluir
  15. Olá, gostei muito de conferir sua resenha sobre esse livro. Já fiquei com vontade de lê-lo, pois parece ser do tipo que me agrada, com conflitos familiares; quero muito conhecer a Taylor.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Tammy, gostei do enredo, acredito que se eu tivesse o livro o leria para dar aquela relaxada, acredito que seria uma leitura rápida. Porém não achei que a história teria grandes reviravoltas que me fizessem ansiar pelo final, seria algo mais previsível. Caso consiga emprestado, lerei sim da forma que lhe falei, para desestressar de leituras mais densas. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro parece mesmo uma boa historia e essa é a cara da NC fazendo a gente chorar... acho que se eu ver esse livro dando pinta ppr ai eu levo pra casa kkkk

    Bruna
    http://www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  18. Eu amo quando o desenvolvimento emocional dos personagens é bem explorado no enredo e com certeza foi isso o que mais me chamou a atenção na sua resenha. Quero muito ler este livro o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Não conhecia a obra, gostei muito da trama, ela chama muito a atenção e a capa é linda! Dica anotada!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  20. Olá Tammy, não conhecia esse livro, mas pelos seus comentários parece que o autor conseguiu desenvolver bem o enredo e a evolução da família da protagonista *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  21. Oie! Ah, que história linda! Parece ser muito emocionante, uma daquelas leituras que você lê, termina e ainda fica pensando sobre a narrativa muito tempo depois, né? Salvei na minha lista!

    ResponderExcluir
  22. Olá! Apesar de a capa e o nome deste livro me atrair desde o seu lançamento nunca tinha parado realmente para ler a respeito dele e, confesso que esperava algo completamente diferente, mas ainda assim me deixou bastante interessada. Estou realmente precisando de livros emocionantes no momento, rs. Anotei a dica aqui! Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bom?

    Ainda não li esse livro, apesar de ter um enredo interessante. Mas saber que terei que separar alguns lenços para ler, é entender que vou chorar horrores, pois é isso que eu faço com livros emocionantes e não tenho vergonha de admitir, rs. É legal saber que ele consegue desenvolver uma história que se importa com o emocional dos personagens, nos mostrando as camadas deles e como isso é relevante para conseguirmos seguir em frente. E eu fiquei bem curiosa sobre como será esse final ;)

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Oi! Acho interessante leituras sobre dramas familiares e busca de autoconhecimento, mas no momento não é pra mim. Sei lá, acho que ando muito triste que prefiro uma aventura ou terror pra compensar rsrs
    Mas vou indicar para uma amiga que adora esse estilo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Acho que o que mais me chama atenção nesse livro é a evolução do núcleo familiar. Eu gosto muito quando o livro aborda relações familiares, sejam elas boas ou ruins.
    Quando os personagens evoluem junto, então, melhor ainda. Até mesmo porque para mudar a maneira como lidamos com os outros precisamos entender que precisamos mudar nossas atitudes.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bom?
    AMO LIVROS que exploram as relações familiares. Sou fã de leituras que fogem um pouco do romance comum. Adorei sua resenha, e pelo que disse, esse livro deve mesmo ser incrível!

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    tudo bem? Geralmente, livros com conflitos familiares se ligam ao romance de época. Eu não li e nem tive a oportunidade de perceber em narrativas contemporâneas. Premissas que tendem a fugir do original e corriqueiro me dão um gás para tentar não desgostar do romance.

    Tenho esse livro da minha estante e pretendo dar uma chance.
    Beijos, Amandita

    ResponderExcluir
  28. Gosto de livros emocionantes, e fiquei interessada nessa história principalmente ao saber que a autora explora isso de forma simples.
    Acredito que ele traz uma mensagem válido, dica anotada.

    ResponderExcluir
  29. Oi Tammy, tudo bem? Lembro do lançamento desse livro no ano passado e de como fiquei curiosa com a leitura, pois a sinopse me chamou bastante atenção e esta capa é simplesmente linda. Mas, passado a euforia do momento, não fui atrás. Agora, após ler a sua resenha, que inclusive foi a primeira em que li, fiquei cheia de vontade novamente para lê-lo. Espero poder adicionar a minha lista em breve. Adoro essas estórias com uma carga emocional mais forte, acho que me deixam ainda mais envolvida. Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bom?
    Um livro que emociona e que trata sobre as várias consequências de um emocional não desenvolvido e fortalecido? Já quero! Ainda mais depois de saber o quanto você gostou e o quanto a história é simples e bem desenvolvida. Sem sombra de dúvidas uma leitura que vou amar!
    Adorei a dica e a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir