[Crônicas de domingo] Um novo passo




Vivemos a “época do desapego”. Vivemos a cultura de desapegarmos de roupas que não usamos mais, móveis, bens materiais... Mas continuamos apegados à uma magoa, uma vergonha, um erro... Ao passado!

E como desapegar de algo que nós somos? Sim! O passado é a definição do que somos hoje. O que aconteceu e foi doloroso tem muito a ver com o que nos tornamos.

Mesmo assim não é necessário reprisarmos diariamente ou passar o resto dos nossos dias sofrendo e vivendo no que passou por pior, ou melhor, que seja. A melhor  forma de desapegar-se do passado é aceitando que ele realmente aconteceu. É necessário aceitação do pretérito antes de se afastar dele.

Pois podemos lutar por bons motivos para escapar dele ou para escapar do que há de ruim nele, mas só escaparemos adicionando algo de melhor nele. “Faze o melhor que possas e o melhor surgirá”... Se desprendendo do pior e acolhendo tudo de bom que trouxe até aqui ao ponto que estamos agora.

Se acha que não existe nada de bom, se o sofrimento vem como uma avalanche se sobrepondo todo o resto; procure bem! Desde seu nascimento... Uma brincadeira de criança, pequenas e grandes conquistas... As encontre e se afaste dessa dor já antiga!

A mudança é necessária! E toda a mudança até mesmo a mais desejada trás uma certa melancolia pois o que deixamos para trás parte de nós mesmo. Ainda sim, te convido para um novo passo. Um de cada vez. E quando perceber já abriu um caminho novo, e de tanto caminhar já se distanciou da antiga vida. 

Pois para mudar mesmo é preciso morrer para uma vida e nascer para outra. “Age e funcionarás.”


Mariane Helena

Nenhum comentário :

Postar um comentário