[Crônicas de Domingo] Sonhos de dormir - Mariane Helena






Vivemos dias em que não sabemos se é mais difícil dormir ou acordar.

São tantos problemas... Tantos ais que carregamos; que às vezes pensamos que fuga para o sono eterno é solução. Mesmo buscando dormir incessantemente, já desistimos de sonhar!

É como se não fosse permitido, em meio a tantos terremotos, idealizar algo melhor... Alguma chance de alçar voo; é como se houvesse um decreto que instituísse que ter expectativas é tolice, pois o fim já é certo!

Mas o que diria a criança que fomos um dia, se nos encontrasse hoje? Ela ficaria orgulhosa ou perplexa? Surpresa (no bom sentido) ou decepcionada?

A verdade é que a maioria de nós nem ao menos teríamos a possibilidade desse encontro, pois, junto com seus sonhos, a criança que existia desapareceu!

De fato não existe nenhuma receita mágica. Para se sonhar, basta querer sonhar. Simples assim! Mas nossa desgastada rotina nos projeta empecilhos na hora de subirmos nas asas da imaginação. Mas precisamos tentar!

Portanto, preocupações, remorsos, culpas, medos... Deixe essas bagagens aqui! Para atravessar esse portal além da linha do tempo e do espaço é preciso estar leve. Acolha tudo o que faz de você, o que você é hoje. Pegue mais leve com você... Se culpe menos!

Entenda, não existe mérito ou demérito na hora de sonhar, apenas existe a oportunidade de ter a coragem suficiente para ir além do que a sua realidade hoje lhe permite, ter mais do que se tem hoje, dar mais do que se dá hoje.

Não mate teu sonho por nada! Por mais que imagine não ter condições de concluí-lo; mesmo que o acúmulo de frustrações te diga não, encontre (invente) algo que te motive acordar todos os dias. Algo que diariamente você vá dormir com ele! Seja um livro, um plano de viagem, um catálogo de roupas que gostaria de ter, seus estudos... Sim! Leve-os para cama! Mesmo que você não tenha todo o tempo e/ou disposição para despertar seus sonhos e os efetivar instantaneamente, insista! Agarre-se ao que te dá razão para viver e não se culpe se ao final do dia você apenas adormeceu com seus sonhos de dormir.


 Mariane Helena



Nenhum comentário :

Postar um comentário