Resenha: Lúcida

Título Original: Lucid | Autores: Ron Bass e Adrienne Stoltz
Editora: Galera | Ano: 2016 | Páginas: 364
Sinopse: Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?
📚Livro cedido pela Editora Record

Vamos a resenha que mais tem tenho lido opiniões diversas a respeito de seu desenvolvimento e personagens. Confesso que estava com um certo medinho de começar essa leitura, li muitas opiniões informando que era um livo confuso, com um final insatisfatório e que por diversas vezes fez o leitor se perder e ter que voltar parágrafos para compreender melhor. E veio a pergunta: Todas essas opiniões vão me fazer não querer ler esse livro? Não! Com toda certeza, não. Me deixou realmente curiosa e meu medo ficou realmente pela parte de não compreender a proposta da obra. Aqui destaco a importância das resenhas, a cada opinião sincera e coerente que li, só me fez ter uma certeza., esse livro não poderia ser lido de qualquer jeito, era necessário uma atenção a mais em sua narrativa. Foi o que fiz. É um livro complexo? Pode até ser, mas não é um livro confuso, pelo menos não completamente.

"Sou meio que uma borboleta flutuando entre os grupos. Não pertenço a nenhum, mas consigo transitar facilmente pela maioria deles." p.31

Sloane Margaret Jameson é uma adolescente que se ver diante de vidas paralelas, onde uma é bem diferente da outra por diversas características. Sloane ama fotografias, mora com os pais e tem dois irmãos. Ainda no ensino médio, pretende chegar a Universidade de Columbia. Tem ótimas amizades, mas sente falta de seu grande amigo Bill, que após um acidente, veio a falecer, mas segue em frente ao lado de Lila, Kelly e Gordy, o único que entende melhor o tamanho dessa perda, pela proximidade que os três tinham. 

"Desde quando me entendo por gente, meu jogo favorito quando estou sozinha é imaginar a vida dos outros.  Quando era mais nova, as temakerias eram preenchidas por membros depostos da realeza, agentes secretos, artistas de circo na baixa temporada. Agora sou menos criativa" p.14

Maggie mora com a mãe e a irmã Jade, seu pai infelizmente já falecera, o como ela sente falta de sua companhia e da interação que tinha com ele. Luta para ganhar seu espaço como atriz. Tem um relacionamento meio espinhoso com a mãe Nicole, mas dedica todo o seu amor para a irmã. Não frequenta a escola, mas entre um teste e outro estuda para o supletivo. Ama imaginar a vida dos outros, quando está só, observa as pessoas e reconta as histórias que vê.

"Mas a verdade é que as coisas mais importantes da vida nos atropelam. Isso pode parecer estarrecedor, ou mesmo trágico, mas não é necessariamente ruim. E certamente não é algo do qual se deva fugir." p.16

Seriam pessoas completamente comuns se não tivessem totalmente ligadas. Todas as noites, enquanto uma vai dormir, a outra começa a viver a sua realidade. Vivendo através dos sonhos a vida uma da outra, tendo consciência disso e procurando a resposta "quem criou quem!?" Elas sabiam que um dia essa fato agravaria de alguma forma suas vidas, só não estavam preparadas para viver uma sem a companhia da outra, mesmo que mentalmente.

Sloane se apaixonou por James, um rapaz instigante e encantador, para quem pensou que nunca se apaixonaria, esse sentimento veio e lhe tomou por completo, lhe fazendo questionar se tudo isso era real ou não. Mas não pense que Maggie saiu ilesa nesse quesito, não mesmo. Em seu caminho aparece Andrew, um rapaz igualmente encantador, que te faz querer estar perto dele por sua grande alma e alegria. Agora uma não estava mais ancorada na outra, elas descobriram sentimentos novos e novas oportunidades, e em meio a todas essas mudanças, suas vidas começaram a se conectar no mesmo tempo e espaço, o que complicou bastante, pois isso demonstrava que a loucura que sempre pairou em suas vidas também estava ganhando espaço e ao final dessa história, um dos lados teria que parar de existir. Isso é realmente aterrorizante!


Lúcida é um livro que aborda de maneira dinâmica a desordem psicológica de uma adolescente após sofrer um trauma emocional, com traços de bipolaridade e personalidades múltiplas, acompanhamos toda essa confusão pela visão das duas personagens. O início do livro separa muito bem as vidas de Sloane e Maggie, nos fazendo entender o meio em que cada uma vive, suas características distintas e particularidades. É claro e notório que ao comparar a vida das duas, observamos que suas vidas se completam, uma emprega na outra o que sente falta, o que gostaria de ser e viver, mesmo que de maneira inconsciente. 

"Já é frustrante o suficiente não ser capaz de conseguir o que quero, Muito pior é não saber como parar de querer" p.215

O fato delas se apaixonarem ao mesmo tempo, demonstra a necessidade de se ancorar em outro ser que não fossem elas, claro que o leitor percebe isso primeiro que as protagonistas, e isso será um caminho torturante e completamente confuso para elas. E sobre a confusão, entendo perfeitamente a opinião de alguns leitores, principalmente quando as duas realidades se encontram, porém, com uma atenção maior é possível compreender todo o tormento mental das personagens sem se perder na narrativa, e digo que ESSA foi a melhor parte do livro para mim.

- Como tudo isso vai acabar?
- Da maneira como tem que acabar." p.301

Vivenciamos toda a angústia em ter que aceitar que só existe uma vida, Ron Bass e Adrienne Stoltz descrevem esse tormento de forma tão intensa nos capítulos finais que ficamos completamentos indecisos sobre qual realidade torcer para que seja a verdadeira, Com certeza não é um livro tão simples de se ler, e se querem uma dica, especifiquem características sobre suas vidas, o que cada uma gosta de fazer e quais são as pessoas do seu convívio, isso facilitará bastante a leitura, principalmente da metade do livro para o final.

A parte do romance é feita de maneira gradual, tanto para Sloane, quanto para Maggie. Os dois casais te conquistam e se pudesse, permaneceria com os dois, mas infelizmente, o final não será tão maravilhoso a esse ponto. Senti pesar em ter que aceitar que alguns personagens eram parte da imaginação. O livro realmente me agradou, gostei dos personagens e me envolvi com eles, o fato das 4 estrelas é por realmente não conseguir compreender a criação de um personagem em particular, que só não revelo porque seria o spoiler master do livro, por isso, se você já leu essa obra, e deseja conversa mais sobre ela, deixa seu contato no comentário de forma independente. Assim, seu contato não aparece junto da sua opinião, já que é preciso aprovação para aparecer aqui.

A capa é realmente muito bonita e monstra perfeitamente o eixo da história, depois que você termina a leitura, compreende melhor. Pelo fato dos autores serem roteiristas, percebemos claramente que mesmo pela complexidade do assunto, a narrativa é um prato cheio para uma adaptação cinematográfica. O livro possui vinte e oito capítulos com narrativas alternadas, a fonte e o espaçamento são confortáveis de ler na folha amarelada. Encontrei alguns erros de digitação durante a leitura. 

Para quem gosta de uma leitura mais dramática, com romances envolventes e complexos, com certeza Lúcida irá lhe prender. Não garanto um final perfeitamente feliz, mas completamente compreensível.

Bjim!


19 comentários

  1. Ola Ta lindona,menina ao ler a premissa do livro, comecei a pensar sobre essa ligação entre as protagonistas e como sonho/realidade se unem como forma de desejos de cada uma. Gostei muito da capa e assim como você pretendo ler com atenção e conhecer a realidade que irá reinar entre elas.beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Inicialmente, o que mais chamou a miha atenção foi a capa, que preciso concordar, ser linda!! Eu adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é muito bem desenvolvido e dinâmico mesmo, e eu adorei todas as características apresentadas. Como já deu para perceber, eu também já fiz essa leitura e particularmente adorei a narrativa e os elementos inseridos. Foi uma boa surpresa e recomendo bastante a leitura, é muito envolvente carismático né?!. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tâmara!
    Quando bati o olho no livro, tanto a capa em si quanto o título do livro, já me fez querer ler. Pela premissa parece ser uma história bem enrolada, mas fico feliz que você tenha esclarecido que apenas precisa de atenção na leitura para poder entender a história de modo satisfatório.
    Em breve pretendo ler esse livro e tirar minhas próprias conclusões. ;)
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem? Já encontrei outras resenhas desse livro, mas infelizmente passo a dica, por mais que todas as resenhas que eu tenha lido sejam positivas ele não faz o meu tipo de leitura, até porque uma vez realizei uma parecida (quase igual) e não foi uma experiencia agradável kkk Então vou esperar pela sua próxima resenha, quem sabe eu me interesse pelo próximo livro!
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Eu amo romance e se tiver drama no meio, aí que me rendo mesmo. Não conhecia o livro e fiquei muito curiosa com o enredo. espero ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Interessante ler sua resenha, justamente porque estava muito curiosa para adquirir esse livro, mas vi comentários negativos, dizendo que a narrativa é confusa. Imagino que os autores sendo roteiristas, realmente renderia um ótimo filme, aliás essa premissa é maravilhosa, convenhamos. Uma pena você não ter compreendido tão bem o referido personagem, talvez uma releitura possa lhe trazer mais esclarecimentos.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Tâmara, adorei a resenha. Muita gente gosta de estórias completamente mastigadas e evitam se envolver em leituras mais complexas. Já eu adoro livros assim, que exigem que o leitor pense, que mergulhe de cabeça. O fato dos autores serem roteiristas é muito legal, geralmente eles tem mais coragem de ousar na escrita. Eu quero muito ler o livro e, claro, vou ficar ligadinho desde a primeira página pra não ficar perdido.
    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  8. Oi Tamara,eu adoro livros de suspense e com certeza ele já foi pro topo da lista de prioridades de 2017,pois fiquei curiosíssima sobre a história. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Tâmara!
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro, e pela complexidade do enrendo não sei se leria, mas a história em si é muito boa, essa confusão das personagens desperta curiosidade no leitor, é bom ler e tirar as minhas próprias conclusões, acho que vou colocá-lo na lista.
    A capa é linda.

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiee
    Nossa, que sinopse perturbadora! rs
    Achei curioso os autores criarem uma personagem que não frequenta a escola, e sim, estuda para o supletivo. Acho que é a primeira vez que me deparo com um enredo assim.
    Como psicóloga, me interessei muito pelas características dos transtornos presentes no livro, e me fez ficar curiosa com a relação entre as duas personagens.
    Dica anotada!!
    Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Perdi a conta de quantas resenhas li sobre esse livro e a grande maioria apontava a confusão da narrativa, mas também acho que tudo é uma questão de concentração. Acho a proposta do livro bem interessante e desde que soube desse livro minha curiosidade ficou aguçada. Acho diferente, sabe? E essa capa é muito show. Espero poder ler em breve.

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Fiquei super interessada em como a narrativa dos transtornos dela acontece com a questão das múltiplas personalidades, já estou com o coração na mão só de imaginar o que pode acontecer no final! Adicionando na minha lista pra ontem.
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Adorei a capa e a resenha do livro.
    Estou bastante interessada no desfecho deste livro, principalmente por ser um thriller psicológico.
    Obrigada pela indicação. Este vai pra lista.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Bacana ele aborda de maneira dinâmica um assunto complicado e importante. E que o romance é feita de maneira gradual, é chato que olho e se apaixonou apenas. Realmente é muito bonita a capa. Pena que não tem um final feliz, mas compreensível. Beijos'

    ResponderExcluir
  15. Olá, assunto complicado. Importante também. Não li ainda, mas parece que o autor deu conta de analisar de maneira toda certinha e isso me fez ter curiosa de poder ler. Amei essa capa e fiquei curiosa para saber como ela vai casar direitinho com a capa. Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Não conhecia esse livro mas curti saber que ele aborda a desordem psicológica de uma adolescente que sofre um trauma emocional, ainda mais com traços de personalidades múltiplas. Confesso que não seria um livro para mim no momento devido a atenção que demanda para ser lido, mas, achei muito interessante a premissa e abordagem e anotei a sugestão para uma leitura futura.


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  17. Ola Tâmara!;)
    To querendo ler esse livro desde que soube do lançamento, porem ainda não tinha conferido uma resenha para saber mais informações da história. Admito que agora que li a sua tenho certeza que quando comprar esse livro e começar a ler irei prestar mais atenção aos detalhes e características dos personagens para conseguir compreender melhor tudo.
    Sua resenha está maravilhosa e consegui compreender bem como funciona o desenvolvimento de Lúcida!

    Beijos e até logo! :*

    ResponderExcluir
  18. Olá
    eu li o livro e sinceramente não foi muito agradável pois não conseguiu me prender e se tornou confusa mas achei bem criativo o enredo no geral, uma pena que para mim não foi muito bem desenvolvido

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. A capa desse livro é linda, uma pena que não fiquei atraída pela premissa.Principalmente depois da leitura de A menina submersa. Essa desordem psicológica me deixa de cabelo em pé.

    ResponderExcluir