Resenha: Uni - Duni - Tê

Título Original: Eeny meeny | Autor: M. J. Arlidge
Editora: Record | Páginas: 322 | Ano Lançamento: 2016 

Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer. Só um deverá sobreviver. Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram. 

Análise:

Sabe aquele livro que se virar filme ou série, vai ficar super top? Então! Esse é o caso dessa obra eletrizante e ao mesmo tempo macabra. Para aqueles que gostam de um livro com muito sangue, essa obra é mais do que indicada. 

Os personagens principais são os jovens Amy e Sam, eles dopados e capturados, objetivo desse sequestro? Uma mente doentia que gosta de fazer uma espécie de “Jogos Mortais”, só uma pessoa sobrevive. 

O autor possui uma habilidade incrível de prender o leitor logo no começo, além de ser uma história macabra e com uma pegada sombria, ele aborda os medos dos personagens primários e secundários, uma leitura bem fluida e angustiante. Ah! Cada personagem tem o seu papel essencial para o desenvolvimento dessa trama macabra. 

Detetive Helen Grace é a responsável pela caçada desse serial killer, mas durante o caminho dessa jornada macabra, ela vai enfrentar situações que vão remoer o seu passado, seus medos e aflições. Indiscutível um livro que me prendeu e muito! 

Não fiquem presos em um determinado personagem pensando que ele ou ela são o serial killer, deixe toda essa trama rolar e vão ficar chocados!


9 comentários

  1. Olá!
    Fiquei sabendo desse livro assim que foi lançado, e logo de cara me chamou atenção. Nem preciso dizer que ele carrega todos os elementos que eu curto numa história desse tipo. Sem dúvidas, o lançamento da Record que eu mais desejo <3
    Abraços!
    Venha para o Lado Escuro 💀

    ResponderExcluir
  2. Oiii!!

    Eu não conhecia o livro e fiquei empolgada em saber um pouco mais da sua opinião!
    O livro tem todos os pontos que eu gosto, e parece ser bem trabalhado. Gostei!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Uau, adorei conhecer esse livro, adoro histórias com serial killers, e essa 'brincadeira' é bem tensa, também fiquei bem curiosa com os sobreviventes.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rafael! Que livro tenso! No momento, não é o que estou procurando. Mas pelo seu texto, os fãs do estilo vão amar a proposta do autor e as surpresas da trama. Bom que posso indicar para quem gosta! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafael!
    Adorei a indicação, pela capa esse é um dos livros que eu leria sem dúvidas, e sua colocação sobre ele me deixou ainda mais intrigada! Adoro obras bem desenvolvidas com serial killers. Mais um livro que entra para a meta de 2017,
    Bjks

    ResponderExcluir
  6. Olá! Não conhecia esse livro nem o autor! Mas com certeza é o tipo de historia eletrizante que me interessa! Gostei muito da sua análise! Obrigada pela dica! bjs
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi rafael, tudo bem?
    Essa é a segunda resenha que leio elogiando o livro. Não gostei muito da parte em que disse que tinha muito sangue. Mas acho que vou acabar não resistindo, pois parece ser muitooooo bom. Fiquei louca para ler!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Rafael, tudo bem?

    Não sou muito fã do gênero, mas ando lendo tantas opiniões positivas sobre esse livro que fiquei curiosa. Já está aqui, na lista das férias.

    Beijos

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rafael :)
    Pense numa pessoa que deseja muito ler essa obra: EU!!!!!!!!!!!!!!
    Desde o seu lançamento fiquei encantado com a sinopse! Como um amante da franquia Jogos Mortais, foi imediato a referência que senti ao ler a sinopse. Só posso dizer que a curiosidade me corrói para saber como o autor consegue abordar a temática e se o casal Amy e Sam conseguiram sair com vida desse lugar porque se seguir na linha de Jogos Mortais... Já sabemos como é o fim, não é mesmo? ahsuashusa
    Parabéns pela leitura e resenha, mas tenho que dizer que senti uma falta de detalhes e opinião sua, ela tá curta demais. :|
    Abraços

    ResponderExcluir