Livreando News: Morre aos 86 anos Ferreira Gullar


Infelizmente vamos começar o domingo (04/12/2016) com uma péssima notícia do meio literário, aos 86 anos faleceu o poeta, escritor e teatrólogo Ferreira Gullar, no Rio de Janeiro. O autor é considerado um dos maiores autores do século XX, foi eleito "imortal" da Academia Brasileira de Letras em 2014, ocupando a cadeira n°34. 

De acordo com o jornal "O Globo", o autor estava internado no Hospital Copa D'Or, na Zona Sul do Rio, por complicações pulmonares. Teve complicações por conta de um quadro de pneumotórax que agravou em uma pneumonia. Fica aqui nossos singelos sentimentos para os familiares. 

  Livros publicados pelo autor 

Poesia: 

"Um pouco acima do chão" 

"A luta corporal"

"Poemas" 

"João Boa-Morte, cabra marcado para morrer" [cordel] 

"Quem matou Aparecida?" [cordel] 

 "A luta corporal e novos poemas" 

 "Por você, por mim" 

 "Dentro da noite veloz" 

"Poema sujo" 

 "Na vertigem do dia" 

 "Crime na flora ou ordem e progresso" 

 "Barulhos" 

 "Formigueiro" 

 "Muitas vozes" 

Crônica 

"A estranha vida banal"

Infantil e juvenil 

"Um gato chamado gatinho" 

"O menino e o arco-íris" 

"O rei que mora no mar" 

"O touro encantado"

"Dr. Urubu e outras fábulas" 

Conto 

"Gamação"  

"Cidades inventadas" 

Memória 

"Rabo de foguete"

Biografia 

"Nise da Silveira" 

Ensaio 

"Teoria do não-objeto"

"Cultura posta em questão" 

 "Vanguarda e subdesenvolvimento" 

"Augusto dos Anjos ou morte e vida nordestina" 

 "Uma Luz no Chão" 

 "Sobre Arte" 

 "Etapas da Arte Contemporânea: do Cubismo à Arte Neoconcreta" 

 "Indagações de Hoje" 

"Argumentação Contra a Morte da Arte" 

 "Relâmpagos" 

 "Sobre Arte, sobre Poesia" 

Teatro 

"Se Correr o Bicho Pega, se Ficar o Bicho Come"  com Oduvaldo Vianna Filho 

"A saída? Onde fica a Saída?", com Antônio Carlos Fontoura e Armando Costa 

"Dr. Getúlio, Sua Vida e Sua Glória" com Dias Gomes 

"Um rubi no umbigo" 

"O Homem como Invensão de si Mesmo"


10 comentários

  1. Poxa!!
    Fiquei tão triste com essa notícia que nem sei o que dizer.
    O ano de 2016 está sendo marcado por perdas doídas demais.
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafael, e com grande pesar que recebemos essa notícia né. Vi passando no jornal agora a pouco, porque até então, eu não sabia. É sempre triste quando algo assim acontece.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Não conhecia o autor, mas mesmo assim fiquei triste com a noticia.
    Nunca li nada sobre suas obras, mas gostei muito de saber um pouco mais sobre ele e seus trabalhos.
    Uma perda de doer o coração né? Parabéns pela linda homenagem.

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Uma grande perda para o meio literário.
    Ainda não tive oportunidade de ler nenhuma de suas obras, mas pretendo.
    Ele possuí uma grande variedade de obras.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Realmente uma grande perda, mas o legado deixado por ele será imortal para o mundo literário.
    Através de suas obras o autor jamais será esquecido.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Eu lamento! Nunca li nada do autor, mas é sempre doloroso e difícil quando alguém se vai. Sei que o autor é bem consagrado e como outras pessoas já falaram seu legado nunca será esquecido.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Fiquei muito triste quando fiquei sabendo dessa notícia, realmente uma grande perda para a nossa literatura, que pena!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Essa foi uma grande perca para o mundo literário, Ferreira Gular continuará sendo inspiração para muitos que estão iniciando seja em poesia ou não, pois o autor deixa seu legado para muitas gerações.

    ResponderExcluir
  9. Não tem como ser ligado à literatura e não ficar triste com uma notícia dessas. É uma enorme perda. O que deixa um fio de alegria é que seu nome não morrerá, pois seu trabalho literário é incrível :')
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  10. OI, Rafael!

    Cara, fiquei super triste com a notícia. A verdade é que 2016 foi um ano de perdas muito significativas para a literatura. Uma pena.

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir