Resenha: O assassinato de Roger Ackroyd

Título Original: The murder of Roger Ackroyd Autora: Agatha Christie Editora: Globo 
Páginas: 312 Ano Lançamento: 2011 

Três estranhas mortes em sequência despertam grande curiosidade numa velha moradora de uma pequena vila inglesa. Elas envolvem, respectivamente, um assassinato, um suicídio e um segundo assassinato. O primeiro corpo é o de um homem cuja mulher, pouco depois, se suicida. Seu suicídio é, por sua vez, seguido pela morte de um segundo homem – que se descobre ser amante dela. Também se descobre que a mulher estava sendo chantageada, justamente em função de haver matado o marido para poder ficar com o amante... O assassino de seu amante talvez seja, então, o chantagista, que estaria para ser descoberto – ou talvez não seja. Quando tudo isso acontece, está por ali um visitante, chamado Hercule Poirot. Só três pessoas podem, então, descobrir a verdade: a velha senhora inglesa, o bom detetive belga e o caro leitor brasileiro. 

Essa obra é considerada por muitos leitores e críticos literários o romance policial perfeito, com o crime perfeito e todo o desenrolar da trama perfeitos. Agatha Christie é brilhante nesta obra, ela mostra todo o caso que deixou os moradores da pequena King's Abbot, construindo personagens complexos e situações que deixam o leitor sem saber quem foi o verdadeiro assassino de Roger Ackroyd. 

O primeiro que segue nas investigações é o Dr. Sheppard, ele é acionando para ir até à mansão, recebendo um telefone misterioso, Sheppard presencia uma terrível imagem em sua frente, Ackroyd apunhalado pelas costas. 

Devorei esse livro em poucos dias, a forma como toda história é narrada, deixa a sensação de buscar o culpado cada vez mais depressa, Dr. Sheppard narra como se fosse íntimo dos leitores, deixando a leitura mais intensa e instigante. A história fica ainda mais emocionante quando surge o grande detetive Hercule Poirot, ninguém da mansão Ackroyd vai escapar das investigações minuciosas de Poirot. 

Sugiro que o leitor tenha em mãos caneta e papel para fazer as devidas anotações, no estilo Poirot de investigação e tentar descobrir o verdadeiro assassino, já que são vários suspeitos.


14 comentários

  1. Oi Rafael
    A obra tem uma premissa interessante. Faz muitos anos que não leio Agatha e o livro que li justamente era uma das investigações que o Poirot está enrolado, esse personagem é muito foda!
    Pela sua resenha, não consigo adivinhar de jeito maneira quem deva ser o suspeito do assassinato do amante. E que mulher, hein? Matar o marido pra ficar com o amante. Trágico e vergonhoso.
    A capa do livro não me agradou, mas só pelo enredo vale a leitura. Quem sabe um dia eu tenha a oportunidade de lê-lo.
    Abraços.

    https://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente, como não gostar da Agatha, né?! Como você diz, ela é brilhante e é praticamente bem impossível mesmo descobrir quem são os personagens suspeitos dela. A gente passa o livro inteiro roendo os dedos e tentando desvendar o mistério dela. Tenho algumas coleções na minha estante, mas esse ainda não li, espero conseguir em breve.

    Um beijo <3

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rafael. Eu sou uma grande fã da autora, já li uns 50 livros dela e, acredite, ainda não li esse :O
    Gostei de conhecer um pouco mais sobre o livro e de ver a sua opinião, só por ser de quem é, eu tenho certeza de que vou gostar, até hoje só um livro dela que não me agradou (na verdade, um livro com 3 contos).

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Eu sou super fã de Agatha Christie.
    Qdo estava de férias da escola, eu lia pelo menos uns dois livros dela. Muitos me marcaram, como o caso dos dez negrinhos, assassinato no oriente express, a mansão hollow e claro, o assassinato de Roger ackroyd.
    Ler sua resenha me trouxe muitas boas lembranças. Adorei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Uau, quanto perfeito em tão pouco espaço. Não sou assim tão fã de Agatha, mesmo tendo lido quase todos os livros que escreveu. Esse com certeza não é dos meus prediletos, mas gostei muito da sua resenha e da empolgação com que fala do livro.

    bjss

    ResponderExcluir
  6. Olá, estou me xingando mentalmente, troquei esse livro sem ler acredita? Mas raiva de mim a parte, quero ler, romance policial é meu gênero favorito, quero descobrir quem o que levou a mulher a se suicidar e a morte do suposto amante, esses temas de crime perfeito me instigam e muito. Suas impressões e a premissa do livro me deixaram louca pela leitura, vou atrás e quero ler logo, bjs e até mais.

    ResponderExcluir
  7. Agatha é Agatha, sempre insuperável.
    Eu li muito quando era adolescente e confesso que quando fui reler a magia já não funcionou muito comigo, mas gosto muito da escrita dela e espero ampliar minha coleção, mesmo já tendo lido quase tudo lançado por aqui dela... kkkk..esse eu ainda não li, já foi pra lista de desejados

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Ainda não li nenhuma obra da autora, mas confesso que fiquei bem curiosa para descobrir quem foi o autor do segundo assassinato e pretendo conferir como Hercule consegue desvendar mais um mistério que uma forma espetacular.
    Pretendo ler a obra assim que possível.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu conferi poucos livros da autora, e gostei bastante da narrativa da autora. Preciso conferir mais das histórias e assim conhecer cada um dos livros da autora. Uma ótima escritora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Sou suspeita porque amo a escrita da autora, mas acho a Agatha brilhante quase 100% das vezes... Rs... Amo principalmente as histórias do Poirot, e anotando ou não anotando coisas duvido que eu consiga descobrir o culpado, sou um fracasso nisso.

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto da escrita de Agatha, ela tem romances policias perfeitos, e este é um deles. A forma como ela escreve é unica, e talvez até melhor que do detetive Sherlock. Como você quando li devorei esse livro em dias.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Rafael! Tudo bem?

    Adorei a dica. Esse livro não li ainda, me interessei. Estilo Poirot, é? Com a presença dele e tudo? Deve ser sucesso garantido.

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  13. Hello! Tudo bem?
    Adoro livros com segredos a desvendar e esses da Agatha Christe sao perfeitos ne?
    Gostei do que apresentou sobre o livro, acho que vai ser uma leitura que realmente vai me prender bem e tudo mais.
    A capa está bem linda e gostei do titulo, deu uma curiosidade ao saber mais sobre o livro aqui.
    Otima dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Eu sou uma eterna fã de Agatha Christie, gosto que herdei de meu pai. Já li vários livros dela, mas este, lamentavelmente, ainda não tive a oportunidade de ler. Claro que a sua resenha me deixou morrendo de vontade de ler a obra.

    Tatiana

    ResponderExcluir