Resenha: Felicidade incurável

Título: Felicidade incurável | Autor: Fabrício Carpinejar  | Editora: Bertrand Brasil  | Páginas: 272 Ano Lançamento: 2016 


A “Felicidade Incurável” é aquela que nunca está reunida em um único lugar; é aquela que nem a tristeza consegue levar. A felicidade incurável contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. A felicidade incurável é aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal. 

 Um livro que vai fazer o leitor refletir sobre felicidade, tema que o autor aborda em diversas facetas e situações, esperançoso e até mesmo com um jeito “fofo”, uma obra imperdível e que me conquistou. 
“Ninguem limpa o lustre se a lâmpada não queimar. Não recebe o cuidado semanal das janelas e dos espelhos.” Pág 57. 
O livro foi lançado pela editora Bertrand Brasil, lembrando que faz parte do catálogo do Grupo Editorial Record. Uma edição super incrível! Gostei da diagramação, bons espaçamentos e o tamanho da fonte é bem adequado para uma leitura bem proveitosa. 
“Procurava definir o meu paradeiro e antecipar o meu destino simplesmente para não me encontrar.” Pág 149. 
Difícil fazer uma resenha de um livro de crônicas é como e fosse poesia, algo intimo do autor e leitor, mas cada crônicas do autor Carpinejar são vividas e intensas, aproximando em todos os detalhes e situações da felicidade.
“Além da previsão do tempo, valorizo o estado meteorológico de quem convivo. Reparo primeiro nas tempestades nervosas e no sol das paixões ao lado.” Pág 182. 
O tema do livro é um só, FELICIDADE! Do começo ao fim da obra, veremos felicidade estampada em todas as formas, com uma escrita sutil e intensa, reveladora e instigante, com esse livro, temos certeza absoluta que podemos encontrar felicidade em qualquer detalhe da vida.

12 comentários:

  1. Olá,
    Não costumo ler muitas crônicas, mas fiquei bastante intrigada para conferir as diversas facetas sobre a felicidade que o autor nos trás.
    Parece ser uma obra que nos faz refletir e gosto disso.
    Bom saber que a leitura é agradável e a diagramação está bem feita.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Então eu adoro o Carpinejar ele tem uma historia de vida muito bonita e á fiz algumas leituras de livros dele esse eu ainda não tive chance mais com ceteza vou lê-lo assim que der.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  3. Ooi! Que bacana :D eu gosto de crônicas, contos e poesias, então sendo qualquer um dos três o gênero, já quero rs obrigada pela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Não sou muito fã de crônicas, mas gosto do Carpinejar, e algumas coisas que ele fala fazem muito sentido para mim. Dica anotada

    ResponderExcluir
  5. Oi..

    Conheci esse livro através de um marcador, mas não conhecia a história. Parece ser muito bom, mesmo sendo em crônicas, o que acho muito legal. Vou só esperar mais um pouco para conhecer melhor a obra.

    ResponderExcluir
  6. Heey, tudo bem? Gostei muito da tua resenha, bem objetiva. Agora fiquei triste por não ter solicitado esse livro :/ Mas espero ter a oportunidade de ler um dia. Nunca li nada do autor e provavelmente começarei por esse. Dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Tâmara, sua linda, tudo bem?
    Eu já li uma resenha desse livro, parece ser cheio de mensagens positivas e de reflexões. Não tenho o costume de ler crônicas, mas gosto do assunto. Tenho certeza de que irei sair da leitura com algum aprendizado. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. oieee
    que bom que gostou tanto assim do livro, parece realmente ser uma leitura legal, gostei da sua resenha e ás vezes é bom ter uma leitura assim

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Já tinha visto e ouvido falar desse livro e confesso que sua resenha me deixou curiosa, a ponto de colocar a dica na minha lista de leituras futuras.

    Abraço

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
  10. Ola Tamara lindona eu amo os textos do Carpinejar sempre tão carregados de emoções nos levando a grandes reflexões, amei essa capa ficou linda. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Que capa linda! Olha, eu gosto muito do trabalho do Carpinejar. O primeiro livro dele que li foi Biografia de uma árvore. No início achei um pouco hermético, mas depois peguei o jeito e amei a leitura. Nos fazer refletir é uma marca do autor. Adorei a sua dica, e a resenha está muito bem escrita.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  12. Oie...

    A resenha do livro está muito bem feita, parabéns.
    A capa do livro também é muito lindo, mas infelizmente, eu não gosto muito de livros de crônicas, apenas por isso não o leria, uma vez que felicidade é um tema muito lindo

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir



Topo