Resenha: Felicidade incurável

Título: Felicidade incurável | Autor: Fabrício Carpinejar  | Editora: Bertrand Brasil  | Páginas: 272 Ano Lançamento: 2016 


A “Felicidade Incurável” é aquela que nunca está reunida em um único lugar; é aquela que nem a tristeza consegue levar. A felicidade incurável contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. A felicidade incurável é aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal. 

 Um livro que vai fazer o leitor refletir sobre felicidade, tema que o autor aborda em diversas facetas e situações, esperançoso e até mesmo com um jeito “fofo”, uma obra imperdível e que me conquistou. 
“Ninguem limpa o lustre se a lâmpada não queimar. Não recebe o cuidado semanal das janelas e dos espelhos.” Pág 57. 
O livro foi lançado pela editora Bertrand Brasil, lembrando que faz parte do catálogo do Grupo Editorial Record. Uma edição super incrível! Gostei da diagramação, bons espaçamentos e o tamanho da fonte é bem adequado para uma leitura bem proveitosa. 
“Procurava definir o meu paradeiro e antecipar o meu destino simplesmente para não me encontrar.” Pág 149. 
Difícil fazer uma resenha de um livro de crônicas é como e fosse poesia, algo intimo do autor e leitor, mas cada crônicas do autor Carpinejar são vividas e intensas, aproximando em todos os detalhes e situações da felicidade.
“Além da previsão do tempo, valorizo o estado meteorológico de quem convivo. Reparo primeiro nas tempestades nervosas e no sol das paixões ao lado.” Pág 182. 
O tema do livro é um só, FELICIDADE! Do começo ao fim da obra, veremos felicidade estampada em todas as formas, com uma escrita sutil e intensa, reveladora e instigante, com esse livro, temos certeza absoluta que podemos encontrar felicidade em qualquer detalhe da vida.

12 comentários

  1. Olá,
    Não costumo ler muitas crônicas, mas fiquei bastante intrigada para conferir as diversas facetas sobre a felicidade que o autor nos trás.
    Parece ser uma obra que nos faz refletir e gosto disso.
    Bom saber que a leitura é agradável e a diagramação está bem feita.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Então eu adoro o Carpinejar ele tem uma historia de vida muito bonita e á fiz algumas leituras de livros dele esse eu ainda não tive chance mais com ceteza vou lê-lo assim que der.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  3. Ooi! Que bacana :D eu gosto de crônicas, contos e poesias, então sendo qualquer um dos três o gênero, já quero rs obrigada pela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Não sou muito fã de crônicas, mas gosto do Carpinejar, e algumas coisas que ele fala fazem muito sentido para mim. Dica anotada

    ResponderExcluir
  5. Oi..

    Conheci esse livro através de um marcador, mas não conhecia a história. Parece ser muito bom, mesmo sendo em crônicas, o que acho muito legal. Vou só esperar mais um pouco para conhecer melhor a obra.

    ResponderExcluir
  6. Heey, tudo bem? Gostei muito da tua resenha, bem objetiva. Agora fiquei triste por não ter solicitado esse livro :/ Mas espero ter a oportunidade de ler um dia. Nunca li nada do autor e provavelmente começarei por esse. Dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Tâmara, sua linda, tudo bem?
    Eu já li uma resenha desse livro, parece ser cheio de mensagens positivas e de reflexões. Não tenho o costume de ler crônicas, mas gosto do assunto. Tenho certeza de que irei sair da leitura com algum aprendizado. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. oieee
    que bom que gostou tanto assim do livro, parece realmente ser uma leitura legal, gostei da sua resenha e ás vezes é bom ter uma leitura assim

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Já tinha visto e ouvido falar desse livro e confesso que sua resenha me deixou curiosa, a ponto de colocar a dica na minha lista de leituras futuras.

    Abraço

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
  10. Ola Tamara lindona eu amo os textos do Carpinejar sempre tão carregados de emoções nos levando a grandes reflexões, amei essa capa ficou linda. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Que capa linda! Olha, eu gosto muito do trabalho do Carpinejar. O primeiro livro dele que li foi Biografia de uma árvore. No início achei um pouco hermético, mas depois peguei o jeito e amei a leitura. Nos fazer refletir é uma marca do autor. Adorei a sua dica, e a resenha está muito bem escrita.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  12. Oie...

    A resenha do livro está muito bem feita, parabéns.
    A capa do livro também é muito lindo, mas infelizmente, eu não gosto muito de livros de crônicas, apenas por isso não o leria, uma vez que felicidade é um tema muito lindo

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir