Resenha: O Oitavo Vilarejo

Título Original: O Oitavo Vilarejo | Autor: Gustavo Rosseb
Editora: Jangada | Ano: 2016 | Páginas: 224
         
Sinopse: Depois de perder os pais num terrível incêndio no acampamento cigano onde moravam e passar dois anos num orfanato, Tibor Lobato e sua irmã Sátir são encontrados pela avó e vão morar no seu sítio. Ali fazem amizade com Rurique, um garoto conhecedor das lendas e histórias de assombração do lugar. Durante a quaresma, coisas muito estranhas começam a acontecer na região e seres fantásticos do folclore - como a Mula Sem Cabeça, o Boitatá e a Cuca -, ganham vida e começam a assombrar os habitantes dos Sete Vilarejos. Os três começam a correr perigo quando descobrem segredos que ligam a família dos irmãos a esses seres fantásticos e a um lendário Oitavo Vilarejo. A partir daí inicia-se uma odisseia cheia de magia, que levará os três amigos a reconhecerem e valorizarem virtudes como lealdade, coragem, esperança e amizade.


"Seu rosto, à primeira vista, era bondoso. Isso confortou Tibor, o que foi bom para que suas mãos deixassem de suar tanto. Reparou que sua irmã analisava a senhora de alto a baixo, como se estivesse avaliando se poderia confiar nela." p.10

Tibor e Sátir estão de volta para um lar familiar depois de passarem dois anos em um orfanato após perderem os pais em um incêndio. Agora, aos cuidados da avó Gailde, esperam realmente voltar a ser felizes, e o sítio, que era sua nova casa, prometia muitos momentos alegres e cheios de amor. Eles passaram a fazer as tarefas diárias para deixar o sítio em ordem, conheciam e se encantavam mais com a nova avó descoberta, e fizeram logo um novo amigo, Rurique, que participaria das diversas aventuras que estavam a caminho. Com um ambiente mais bucólico, com suas lindas paisagens e histórias diversas Tibor, Sártir e Rurique, descobriram que boa parte das lendas locais não eram histórias da carochinha. Era sabido que toda época da quaresma sempre acontecia algo de bom e de ruim referente as lendas, mal sabiam eles que dessa vez fariam parte de todos esses fenômenos.

"Sem sabe por quê, Tibor sentiu algo de perigoso na mulher, e não foi o único. Sátir já o puxava pela camiseta, para correrem dali, enquanto a velha chegava mais perto." p.34

Na primeira noite do período da quaresma, os três resolveram se aventurar por uma casa "mal assombrada" para saber quem era o mais corajoso, sem o conhecimento da avó, eles chegam em um sítio abandoado há quase dois anos que pertence ao velho Pereira. Fugindo de uma velha assustadora, eles entram no sítio e se deparam com alguns acontecimentos sobrenaturais, após momentos de pânico e medo, voltam completamente assustados dispostos a esquecer o episódio. A partir daí a história se desenrola através de várias descobertas e passamos a conhecer mais sobre o passado familiar dos garotos, que englobam parentesco com o Curupira e um grande segredo a ser revelado.


O Oitavo Vilarejo conta com uma grande aventura em meio as lendas e mitos folclóricos que tanto fez parte da nossa infância, o que com certeza traz uma nostalgia singular durante a leitura. A história traz diversos personagens como o Curupira, a Bruxa, a Pisadeira, o Saci, O Boitatá e diversos outros que tornam a história mais rica e envolvente. Tibor e Sátir são exemplos de irmãos que se amam e se respeitam, são muito amigos, um confia no outro e fazem de tudo para ver o outro feliz. Zurique é um coadjuvante que algumas vezes traz o humor na história com seu ponto de vista mais leve e inocente, já a avó Gailde é a típica avó cheia de sabedoria que faz diversas gostosuras que dar até vontade do leitor entrar no livro e participar da mesa, mas sua idade não conduz com sua força, e vamos percebendo isso durante a leitura.

"Ele mirava sua lanterna para todos os lados, com medo do que podia se esconder nas sombras, e, embora ninguém dissesse nada, percebia que seu medo era compartilhado pelos outros dois" p.33

Narrado em terceira pessoa, Gustavo Rosseb desenvolveu uma história cheia de mistérios e constante. A cada momento nos deparamos com novos acontecimentos e descobertas que dão uma dinâmica continua a leitura. Cada figura apresentada é importante para a história, apesar de nem todos serem completamente desenvolvidos. Com ensinamentos de amizade e esperança O Oitavo Vilarejo transborda aventura e apresenta ao leitor um pouco da vida do campo com todas as suas crenças e singularidades. É impossível não se tornar nostálgico lembrando das rodas de conversas cheias de histórias em um ambiente propício (com certeza os mais velhos vão reviver essa experiência com mais facilidade, àqueles que não estão habituados, é uma ótima experiência a leitura da obra). A capa traz a essência da sua história, com cores e características que as representam bem. As folhas são amareladas e as letras estão em tamanho e separação excelentes, que facilitam ainda mais a leitura. Jangada está de parabéns.

Para aqueles que querem se aventurar pelos mitos folclóricos, não podem deixar de conferir essa ótima obra nacional.

Bjim!


28 comentários

  1. Olá
    Já faz um tempo que estou querendo ler esse livro, especialmente por causa fos seres folclóricos que aoarecem na história. Também gosto demais desse clima aventuresco, parece ser bem legal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá
    eu adoro livros de aventura e que ainda contam com lendas e afins. Por isso fiquei bem curiosa quanto ao enredo e nem sei porque não o conhecia ainda, mas depois de ler seus comentários fiquei bem motivada para conferir também. A ambientação me pareceu ser incrível e fico imaginando que há muitos outros detalhes nesse cenário. Obrigada pela indicação!

    Boas leituras!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tâmara!
    Já gostei de como o livro começa, a saída do orfanato, a casa nova, a esperança de algo melhor. Depois, vi que a história envolve lendas e eu adoro lendas, ainda mais quando elas envolvem mistérios e aventura, que aparentemente há bastante na obra, rs.
    Gostei muito da forma como você falou do livro, sua resenha está ótima!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia a obra, mas me lembrou bastante do livro Piná e o Despertar da Escuridão, o primeiro livro da série As Crônicas de Pindorama. Ambos tratam de aventuras que envolve lendas folclóricas. Eu já tinha certeza que quando surgir uma oportunidade, farei de tudo para ler essa obra. Gostei muito da sua resenha e de conhece o livro.

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Muito legal a resenha, não conhecia a obra e fiquei curiosa porque gosto muito do nosso folclore que está um pouco esquecido atualmente. A capa é bem legal e pelo que vi tem tudo a ver com a história.

    ResponderExcluir
  6. Ah, que delicia de resenha. Eu quero muito ler esse livro e a sua resenha é a primeira que leio sobre ele. Adorei conhecer um pouco mais dessa trama e tenho certeza de que quando eu for ler, eu vou gostar bastante e querer ler os outros volumes da série.

    ResponderExcluir
  7. Acho que uma das coisas que mais gostei foi saber que o autor conseguiu criar uma história com elementos que fazem com que o enredo não seja uma coisa parada e tal. Isso é muito bom, ainda mais pelo livro ter personagens com características bem particulares. Os ensinamentos de amizade e esperança que o livro traz também é algo bem interessante e legal no livro.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conhecia o livro e adorei essa mistura de mitos e esse frenesi de reviravoltas. Fiquei imaginando a entrada dos personagens e a forma como eles são importantes para o enredo.
    Espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Tamara!
    EU TO LOUCO PARA LER ESSE LIVRO D: Amo mitologia, e nunca li nada que tratasse especificamente de folclone. Sou muito adepto a conhecer, já que as lendas brasileiras também parecem render um ótimo cenário. Ele tá nos meus desejados desde o ano passado, quando a Jangada publicou a primeira edição. Espero poder ler em breve <3 Parece tão encantador quanto Percy Jackson.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nossa a primeira coisa que quero dizer é que fiqueie encantada com essa capa. Já logo de cara chamou minha atenção. Achei o enredo super interessante também, cheio de aventuras e desses impossíveis de largar. Com toda a certeza vou querer ler esse livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, achei a capa do livro linda e achei bem legal a mistura com folclore e mitos e reviravoltas parece deixar a historia mais interessante e faz o enredo não perder o folego. Acho bem legal quando há essa mistura da nossa cultura nas historias. Achei bem interessante e vou anotar a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Adorei a capa do livro!
    Essas reviravoltas e o fato de deixar o leitor nostálgico me deixou com bastante curiosa de conhecer essa obra!
    E esse folclore rico que você falou? Achei bem interessante, acho que nunca li nenhuma história com essa temática, só aquelas que a gente lia quando criança mesmo.
    Ótimo post!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  13. Olá Tâmara,
    Não me recordo de ter lido nenhum livro com temas folclóricos e confesso que fiquei bem animada com a premissa desse livro. Acho que a aventura presente nele é bem bacana e torna a leitura bem ágil e agradável. A nostalgia também é um presente para quem fizer a leitura desse livro, pelo visto.
    Claro que anotei a dica e claro que quero ler muito em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  14. Gente que criativo, estou super curiosa para conhecer uma aventura que se passe aqui no nosso país e conte com o nosso folclore envolvido nele.Adoro esses tipos de lendas e tenho certeza que vou gostar desse somente por envolve-las.
    obrigada pela dica maravilhosa.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Adoro livros de fantasia e esse deve ser super gostoso de ler. Gostei mais ainda por ser nacional, se passar aqui e ter as lendas folclóricas que já conhecemos de velho.
    Quem não conhece o Curupira, o Saci e o Boitatá? Deve ser demais esse livro!
    Adorei a sua resenha.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Tâmara, estou louca por este livro, desde quando vi o lançamento. Não tinha lido resenha dele ainda, e pelo que vi, não me enganei com ele. Que bom!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Eu até gosto de folclore, mas esse livro não me chamou a atenção, pelo menos não de primeira :/ histórias com aventura não são comigo...haha' mas ver que você gostou e os pontos positivos da obra que destacou ali em cima, fiquei um pouco curiosa para conhecer. Acho que vale a pena, né? Vou arriscar :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi, Tâmara

    Eu já havia lido uma outra resenha desse livro e achei o máximo o fato do autor abordar o folclore! Nossa cultura tem lendas tão bacanas, né? Eu não leria o livro apenas porque a história é bem juvenil e como eu não me identifico mais com histórias assim a leitura costuma ficar bem arrastada, mas sem dúvida é um livro que eu daria de presente para meus sobrinhos!

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi Tamara,
    Adorei a capa do livro, e me lembrou bastante os livros do Percy Jackson.
    Mas a história não me agradou, pois envolve muito Folclore e Lendas. O cenário em que o autor (Gustavo ♡) construíu os personagens foi muito bem retratado por você, Parabéns.
    Então eu deixo para a próxima querida ♡

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Li este livro recentemente depois de um ano namorando ele, pois queria muito.
    A proposta do livro é incrível, eu amei e me trouxe também essa nostalgia, eu amava folclore quando era criança!
    Preciso ler o segundo livro que tenho também, mas vai demorar um pouco ainda!
    Sua resenha está linda e transmitiu exatamente o que o livro nos passa!
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Olá Tâmara,

    Confesso que prefiro livros mais "adultos", porém acho esse tipo de leitura super válido para conquistar os jovens para o fascinante mundo da leitura e, portanto, deve ser sim incentivado e recomendado.

    Sua resenha ficou muito boa, parabéns.

    ResponderExcluir
  22. Oie
    tenho ouvi falar do livro e parece realmente ser muito legal para pessoas que curtem o gênero, adorei sua resenha e que bom que gostou tanto assim da leitura

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá
    Achei legal o fato de o leitor sempre se deparar com acontecimentos novos, isso é mega importante e faz com que o leitor não desgrude do livro.
    Admito que não curto muito livros com essa pegada juvenil que envolve mitologia e tal, mas achei esse bacana ainda mais por conter personagens folclóricos nacional.

    ResponderExcluir
  24. Essa capa me lembrou muito aqueles livros que os alunos ganhavam no colégio antigamente, eu amava aqueles livros. :)
    Achei super interessante um livro que envolva o folclore brasileiro nunca tinha visto nenhum livro com essa premissa, amei sua resenha... Me deixou curiosa pra saber o desfecho da história.

    ResponderExcluir
  25. Amo livros com lendas e mistérios, principalmente com bastante aventura, gostei das referências de personagens nostálgicos, e bacana o autor mostrar a lealdade dos irmãos. Acho que sera uma leitura bem gostosa, flui e divertida, o que espero, fiquei curiosa com a diagramação do livro e quero ler desde seu lançamento

    ResponderExcluir
  26. hi baby, tudo bem? as vezes perdemos a oportunidade de ler ótimas obras nacionais como essa, ainda não li mas parece ser ótima, confesso que esse não é um gênero que leio muito, mas gostei da premissa, e esses elementos folclóricos me atraiu bastante, adorei sua resenha amore <3

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Sabe que já ouvi falar bastante desse livro mas para ser sincera eu não sinto vontade de ler, talvez pelo gênero de fantasia que não me agrada muito. Mas tenho certeza que é uma ótima pedida para quem gosta, e fiquei bem encantada com a sua resenha que está super bem escrita. Talvez um dia eu dou uma chance para a obra, mas não no momento.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  28. Oi

    Primeira resenha que leio desse livro, não sabia do que se tratava e agora fiquei muito curiosa. O livro parece ótimo e sua resenha me deixou bem curiosa. ...está ótima!

    Bjs

    ResponderExcluir