Resenha: Tudo o que ela sempre quis

Título: Tudo que ela sempre quis 
Título Original: All she ever wanted 
Autora: Barbara Freethy 
Editora: Novo Conceito 
Páginas: 320 
Ano Lançamento: 2012
Sinopse: Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera...Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem. Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre... 

 Análise: 

Uma festa que acabou de forma trágica, a jovem Emily morreu de uma forma estranha do qual nenhuma pista é encontrada na cena do que pode ter sido um crime e que apontasse para um culpado.
Natalie ouvia a vulnerabilidade na voz de Laura, ela suspeitava de que isso não mudara ao longo dos anos. Página 40."
Depois de dez anos aquele pesadelo veio a tona com a publicação de um livro que conta tudo que aconteceu naquela fatídica noite da festa, até os detalhes da morte da jovem Emily. 
"- Onde estava quando Emily caiu? Se não se importa em dizer - Insistiu Cole. Página 73."
A autora soube mesclar mistério com boas doses de romance, ela tem uma escrita que prende o leitor, quando você menos espera vem aquele momento romântico e quebrando toda aquela tensão de mistério, achei esse diferencial muito importante para ter uma leitura bem fluida. 

Os protagonistas da história são Natalie e Cole, eles buscam toda verdade que está por trás da morte da Emily, sendo que Cole é irmão da jovem que morreu. 
"O diário de Emily da época da faculdade não estava em nenhum lugar. Página 160."
O ambiente é passado em São Francisco, temos uma boa noção dos lugares pela descrição minuciosa que autora faz. Quem foi que realmente matou Emily? Será que foi apenas um acidente ou alguém que fez por vingança? Na rede social Skoob o livro recebeu nota de 4.0.


Um comentário

  1. Nossa que legal o livro, ainda não conhecia...
    Mas adorei a resenha.
    http://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir