Lançamentos da semana #3: Grupo Editorial Record

Com o rigor de um scholar e a força argumentativa de um polemista, Francisco Razzo expõe uma tese perturbadora: esquerda, direita ou centro, somos todos responsáveis pelas jaulas voluntárias de nossas ideologias. A imaginação totalitária é a estreia promissora de um escritor que quer nos perturbar sem fazer nenhuma concessão. E, sobretudo, o relato de um exorcismo pessoal de alguém que também quer expulsar os demônios que infestam a atual sociedade brasileira – especialmente quando esta crê que a política é a última esperança que nos resta. 

“As crônicas de medusa” é a continuação autorizada da premiada novela de Arthur C. Clarke “Encontro com medusa”, que recebeu o Prêmio Nebula. Quando um ataque terrorista ameaça o cruzeiro Sam Shore na virada do século XXI para o XXII, não há ninguém que possa fazer nada. Nem mesmo o capitão da Marinha Mundial Howard Falcon, um ser humano aprimorado, parte homem, parte máquina. Então um pequeno robô que servia bebidas, com suas falas limitadas e sua autonomia reduzida, se prontifica a resolver a situação. Com isso, iniciam-se discussões sobre o grau de independência das máquinas, que podem se tornar ferramentas ainda melhores do que já são. Até que ocorre um acidente em um posto de trabalho no cinturão de Kuiper. Falcon vai até lá e encontra uma máquina chamada Adam cuja inteligência artificial parece torná-la consciente, um indivíduo. O capitão sabe que isso significa que as máquinas daquele setor serão desativadas para que o risco de completa independência seja evitado, por isso recomenda que todas fujam para que se desenvolvam longe da influência da humanidade. Comandadas por Adam, elas vão embora. Porém, muitos anos depois elas voltam, e esse é o começo de séculos atribulados na relação entre homens e máquinas.


Sequência de “O projeto Rosie”, “O efeito Rosie” chega ao Brasil no final de junho. Don e sua amada estão morando em Nova York. Ele é professor na Universidade de Columbia, e Rosie cursa o primeiro ano do programa de doutorado em medicina. Tudo vai muito bem até o dia em que ela anuncia: “Estamos grávidos.” Diante do desafio ainda maior do que encontrar uma esposa, Don não vê alternativa a não ser iniciar o Projeto Bebê. Ao tentar definir os protocolos para se tornar pai, usando seu estilo de pesquisa peculiar e suas habilidades sociais – ainda baixíssimas –, Don, é claro, acaba se metendo em várias confusões e mal-entendidos. Agora ele corre o risco de ser processado, deportado, de perder a credibilidade profissional e, o pior, de perder Rosie para sempre. 

Finalista do YALSA Awards, “A caçadora de bruxos” conta a história de Elizabeth Grey, uma das melhores caçadoras de bruxos do rei: ela localiza e captura Reformistas, rebeldes suspeitos de praticar feitiçaria para que sejam julgados e executados, conforme manda a lei. Até que, inexplicavelmente, ela é incriminada e acaba presa sob a acusação de praticar a arte que se dedicou a erradicar. A salvação, no entanto, acaba vindo na forma de seu maior inimigo: Nicholas Perevil, o mago mais poderoso e procurado de Ânglia. À medida que Elizabeth se associa aos Reformistas, suas crenças sobre a legitimidade da proibição da magia são profundamente abaladas. Ela se vê em meio a uma contenda política de proporções épicas e percebe que seus antigos aliados agora são seus inimigos mortais. 


Segundo livro da série “Dias infinitos”. Mais um ano se inicia no Internato Wickham. No ano anterior, o grande amor da vida de Lenah Beaudonte morreu ao conduzir um ritual para torná-la humana outra vez. Agora, ela executou uma cerimônia idêntica para o amigo Vicken, sem nenhuma consequência drástica para nenhum dos dois. A poderosa mágica usada no culto fez mais que tornar Vicken humano. Ela atraiu alguém a Lover’s Bay… Alguém que não pertence à pequena e charmosa cidade. Ela quer o ritual; quer Lenah morta. E irá matar os amigos de Lenah um a um, até que a ex-vampira lhe entregue a fórmula. Como se não bastasse, o ritual também despertou a ira dos Aeris, os quatro elementos e mais fundamentais poderes da Terra. O resultado é uma punição capaz de esmagar o coração de Lenah… Ela deve fazer uma impossível escolha: amor ou vida; presente ou passado; anseio ou realidade. 

Surpreendente e memorável, “A Fome” é um livro narrado a partir de histórias reais de pessoas que trabalham em condições precárias para mitigá-la, daqueles que usam o alimento como meio de especulação financeira provocando fome em muita gente. Para construir a obra, Martín Caparrós viajou pela Índia, Bangladesh, Níger, Quênia, Sudão, Madagascar, Argentina, Estados Unidos e Espanha. Nestes países, encontrou pessoas que, por diferentes motivos — secas, miséria, guerras, marginalização —, passam fome. “A Fome” tenta, sobretudo, destrinchar os mecanismos que fazem com que quase um bilhão de pessoas não comam o que precisam. 


A obra de Marni Bates é lançamento de julho da Bertrand Brasil e já teve os direitos vendidos para o cinema. No livro, Mackenzie Wellesley é o tipo de aluna em que as pessoas só reparam quando precisam de ajuda com o dever de casa. Isso é, até que ela sem querer mandar um jogador do time da escola escada abaixo com um golpe acidental de sua mochila e faz uma desastrosa tentativa de reanimação por massagem cardíaca. Antes do fim do dia, todo o fiasco vai parar no YouTube. E quando Mackenzie se dá conta das dimensões do acontecido, já é tarde demais: o vídeo do incidente se tornou uma sensação na rede, com mais de 4 milhões de visualizações. Agora, levada por um redemoinho de astros do rock, paparazzi e roupas de grife grátis, Mackenzie precisa descobrir um jeito de conciliar esse caos à sua vida de garota normal. E quando começa a receber até mesmo olhares do cara mais popular do colégio, ela percebe que essa fama pode ser bem interessante… 

Três décadas após a queda do regime militar brasileiro, Cazuza e Renato Russo se encontram neste livro, que revela como os dois poetas da geração 1980 deram voz a desejos e expectativas populares no período de transição entre ditadura e democracia. De forma inédita, as obras e as declarações públicas dos dois artistas são analisadas à luz da conjuntura nacional. Brasil: Cazuza, Renato Russo e a transição democrática deixa claro como as mudanças na cena musical refletiram – e incitaram – transformações na sociedade. E revela por que Cazuza e Renato Russo deixaram marcas inesquecíveis na construção da cidadania brasileira. 

Nova edição do best seller com mais de 200 mil exemplares vendidos. Nesta obra, César Souza apresenta um passo a passo para tirar os sonhos da cabeça, colocá-los no papel e torná-los realidade. A obra reúne histórias de mais de 50 realizadores de sonhos de todas as regiões do país: grandes empresários, pequenos e médios empreendedores, líderes do terceiro setor, celebridades e pessoas comuns. São relatos que nos revelam como várias empresas e iniciativas vencedoras nasceram dos sonhos íntimos de seus idealizadores. Neste passo a passo para fazer acontecer e ter sucesso, César Souza desafia o leitor a acreditar no seu potencial e a buscar recursos e aliados para concretizar os seus sonhos.




14 comentários

  1. Oiii Rafael, tudo bem?
    O único livro que realmente me interessou foi A fome, soube tocar meu coração de uma maneira realmente forte, leria com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Gosto muito dos títulos da editora, tenho muita vontade de conferir as não-ficções deles, que considero bem corajosas, as ficções também me agradaram especialmente as cronicas de medusa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Vi boas dicas aqui. A Imaginação Totalitária parece conversar muito com o que vivenciamos no Brasil. A caçadora de bruxos me chamou a atenção, esperando uma resenha detalhada deste livro

    ResponderExcluir
  4. Não estou sabendo lidar com esse lanaçamento O Efeito Rosie. ♥ Tenho que ler, claro.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Olá Rafa,

    As crônicas de Medusa me despertou uma curiosidade grande pelo livro e minha ansiedade por fim vai ter fim: Saiu a continuação de Projeto Rosie <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ótimos lançamentos, o que me interessou mais foi esse da Medusa. Tenho muita vontade de conhecer a escrita do autor. Já ouvi muita gente falando bem!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Ooi! Tudo bem?
    Eu gosto bastante de muitos títulos da editora, mas infelizmente nenhum desses lançamentos me despertou curiosidade :c Obrigada por trazer o post, mesmo assim :D
    Abraços e boas leituras.

    ResponderExcluir
  8. Oioi! Tudo bem?
    A Record como sempre arrasa ne?
    Eu ja quero ler varios, principalmente essa continuação de Projeto Rosie.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  9. Olá, fiquei bem curiosa para ler "As crônicas de Medusa" e "Socorro, meu vídeo bombou na internet", os dois livros parecem ser bem interessantes. Adorei o post. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Odiei essa capa de o efeito Rose . A primeira era maravilhosa! É o único que me atraiu :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Adoro os livros da editora, mas parece que julho não foi um mês de bons lançamentos para algumas editoras, mas ainda assim fiquei louca por alguns livros, entre eles Noites Roubadas, só não pedi o livro, pois ainda não li o primeiro hahahha, mas espero ler em breve pois a sinopse é AAAAAAAAAA
    Vai ter resenha de Acaçadora de Bruxos no meu blog em breve

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    São tantos livros que é até impossível escolher qual queremos. Eu estou curiosa com o livro da Rosie, pois como li o primeiro, quero saber como estão os personagens nessa segunda parte.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. oie!!!

    sempre a editora com esse monte de lançamentos....obrigada pelas dicas!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez, vou ser obrigada a passar as dicas dos lançamentos dessa semana.
    A minha vibe tá rebelde ultimamente. rsrs
    Abraços
    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir