Resenha: O cemitério de Praga

Título: O cemitério de Praga 
Título Original: Il cimitero di Praga 
Autor: Umberto Eco 
Editora: Record
Páginas: 480 
Ano Lançamento: 2011 
Sinopse: “Uma obra destinada a se tornar um clássico” – La Repubblica Personagens históricos em uma delirante trama fantástica. Trinta anos após O nome da rosa, Umberto Eco nos envolve, mais uma vez, em uma narrativa vertiginosa, na qual se desenrola uma história de complôs, enganos, falsificações e assassinatos, em que encontramos o jovem médico Sigmund Freud (que prescreve terapias à base de hipnose e cocaína), o escritor Ippolito Nievo, judeus que querem dominar o mundo, uma satanista, missas negras, os documentos falsos do caso Dreyfus, jesuítas que conspiram contra maçons, Garibaldi e a formação dos Protocolos dos Sábios de Sião. Curiosamente, a única figura de fato inventada nesse romance é o protagonista Simone Simonini, embora, como diz o autor, basta falar de algo para esse algo passar a existir... 

Análise: 

Primeiro livo que leio do autor Umberto Eco, fico admirado com o seu livro, repleto de fatos históricos muito bem escritos. 

O plano de fundo de toda história é na Europa do século XIX, mais especificamente na França, o personagem principal é um tal de Simonini que de certa forma acaba presenciando diversas situações que marcaram o mundo. 

Muitas pessoas vão achar o livro um pouco cansativo, pois o autor deixa todos os capítulos bem detalhados, tornando um leitura densa e requisitando uma atenção maior do leitor. O livro é repleto de tramas, corrupção, assassinatos e traições. 

Umberto Eco possuí uma crítica bem apurada na história, falando sobre igrejas e outras instituições. Uma viagem no tempo com esse livro, notamos uma obra rica em todos os sentidos, inclusive na gastronomia. Na rede social Skoob o livro recebeu avaliação de 3.4.


Um comentário

  1. Parece ser legal. Acho que em algumas histórias, detalhes demais são necessários, mesmo que as vezes possa parecer cansativo é isso que enriquece a trama. Não tinha ouvido falar desse livro ainda. Gostei^^

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir