Resenha: A linguagem de Deus

Título: A linguagem de Deus 
Subtítulo: Um cientista apresenta evidências de que Ele existe 
Título Original: The language of God: a scientist presentes evidence for bilief 
Autor: Francis Collins 
Editora: Gente 
Páginas: 279 
Ano Lançamento:2007
Sinopse: Enquanto líder do Projeto Genoma Humano, por mais de uma década, Francis Collins - geneticista pioneiro que esteve à frente do Projeto Genoma Humano e que foi entrevistado pela revista Time em 2006 para uma matéria de capa com o título "Deus vs. Ciência" - empenhou-se em revelar a seqüência do DNA, com apoio do então presidente dos EUA, Bill Clinton. Para o pesquisador é nosso dever levar em consideração todo o poder das perspectivas científica e espiritual para entendermos tanto aquilo que enxergamos quanto aquilo que não enxergamos. O foco deste livro é a soberba integração entre estas duas perspectivas. 

 Análise: 

Ciência e fé sempre da um jeito ou de outro andaram com certos atritos durante os séculos, esse livro deixa bem claro que ambos podem andar lado a lado um dando suporte para o outro. O autor não foca em uma determinada religião ou determinada igreja, ele fala abertamente sobre Deus, utilizando sempre à bíblia como referencias e fatos científicos bem esclarecidos. 

Francis Collins é um renomado cientista e diretor do projeto Genoma, com um vasto conhecimento médico, genético e biológico. A forma como Collins mostra suas observações cientificas é bem dinâmica, mostrando com clareza os dois lados, que fique claro que o autor não puxa os méritos para um ou para outro, durante suas explicações Collins é bem imparcial. 

O livro tem uma excelente diagramação, bons espaçamentos e o livro contêm ilustrações e diversas imagens. Ah! Uma coisa que me chamou atenção no livro foi que o autor explicações sobre genética, antropologia, biologia e ética. 

 A obra não é para deixar os leitores divididos e sim fazer um apanhado de que a ciência precisa da religião e vice versa. Na rede social Skoob, o livro recebeu avaliação de 3.9


Nenhum comentário :

Postar um comentário