Resenha: A Garota no Trem

Título Original: The Girl on the train
Autora: Paula Hawkins
Editora: Record
Ano: 2015
Páginas: 378
Sinopse: Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

Rachel é uma mulher que não está vivendo o melhor momento de sua vida, após a sua separação, nada superada, ela mergulhou no álcool, ficou sem emprego e se pausou em sofrimento e dor pela traição que sofreu. Para aliviar um pouco a sua realidade, todos os dias ao passar de trem em frente a uma casa específica, ela observa um casal em especial e fantasia sobre o amor que sentem um pelo outro e o quanto eles devem ser felizes. Tudo o que um dia viveu ao lado de Tom, antes dele não aguentar mais uma esposa completamente problemática. Até que um dia ao observar a rotina da casa de número 15, ela observa um estranho acontecimento, e logo depois descobre que Jess - agora finalmente apresentada como Megan - está desaparecida.

"Fiquei pensando em Jess o dia inteiro, incapaz de me concentrar em nada além do que tinha visto de manhã. O que foi que eu vi ali e que me fez achar que havia algo errado?" p.25

Pela proximidade que sentia do casal, mesmo sem conhecê-los, elas se envolve na investigação do desaparecimento de Megan, sabendo que tinha algo a acrescentar, mas sem saber o que. Rachel não era a testemunhar exemplar para o caso, sua palavra não era confiável por ser considerada uma maníaca alcoólatra, mas, diversos fatores a fizeram persistir para acrescentar nesse mistério que a intrigava dia e noite.


A Garota no Trem traz um suspense coberto de intensidade pelas pistas que são entregues no decorrer da leitura. Narrado em primeira pessoa, o leitor tem um parâmetro mais aberto da história pela visão de três mulheres, no mínimo, suspeita. Rachel por seu problema com bebidas, não consegue lembrar fatos que faz após um porre. Megan, mas parece viver em vida dupla com sua dificuldade em aceitar a sua nova maneira de vive e, também temos Anna, atual esposa de Tom, que está disposta a tudo para garantir uma família feliz. A história também é dividida por períodos de manhã, tarde e noite, fazendo com que o leitor identifique com maior facilidade onde cada personagem se encontra em diversos pontos importantes da trama.

"Algo ruim aconteceu naquele lugar; eu tenho certeza." p.83

É difícil fazer uma pausa diante tantos fatos interligados nesse desaparecimento, e com muita atenção, é possível fazer algumas exclusões e enxergar até a metade do livro quem é o personagem culpado dessa história. Apesar de a leitura fluir com bastante facilidade e ter uma trama completamente envolvente, eu esperava mais do livro pela grande repercussão que fez no mundo literário. A história é boa? Sim! Mas acho que diminui uma estrela justamente pelo fato de identificar bem mais cedo que o previsto, quem tinha desaparecido com Megan e pela necessidade de querer saber mais sobre alguns personagens. Okay, isso também não tira o brilho da trama, que foi bem construída ao redor de segredos, mentiras e abusos psicológicos.

Rachel é uma personagem cheia de problemas, não tem a mínima aceitação para a sua atual condição, faz muitas escolhas erradas, mas completamente humana, é isso que nos aproxima da personagem, apesar de muitas vezes olharmos para ela com pena, no final percebemos que apesar de tudo, ela é forte, cheias de defeitos sim, mas conseguiu se arrastar até decidir que era preciso tomar uma decisão.

"De vazio, eu entendo. Começo a achar que não há nada a se fazer para preenchê-lo. Foi o que percebi com as sessões de terapia: os buracos na sua vida são permanentes. É preciso crescer ao redor deles, como raízes de árvore ao redor do concreto; você se molda a partir das lacunas." p.114

Paula Hawkins tentou mostrar ao leitor como é a angústia de uma pessoa alcoólatra com tantas frustrações adquiridas, além disso, também trouxe o parâmetro de diversos tipos de relacionamentos em que faz o leitor pensar que nem sempre a grama do vizinho é mais verde que a nossa, e mais, como uma pessoa pode influenciar vidas para o bem ou para o mal, e isso, após ler e pensar mais sobre o assunto, você percebe que sim, estamos cercadas por elas. Com foco em como o ser humano reage em determinadas situações, A Garota no Trem, vem com uma diversidade de fatos questionadores e suscetíveis a qualquer pessoa, o que deixa a história ainda mais curiosa e possível.

Bjim!


22 comentários

  1. Oi, eu gostei bastante desse livro quando o li e estou bem ansiosa para ver o filme também. Achei a trama muito bem construída. Adorei a sua resenha. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tâmara.
    Eu tenho esse livro na minha estante, mas ainda não tive tempo para lê-lo. Que bom que você curtiu a leitura, apesar de esperar mais do livro. Estou com ótimas expectativas, visto que gosto bastante de Thriller e tomara que eu não me decepcione.
    Amei a resenha ♥
    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  3. Depois que esse foi lançado é impressionante a grande repercussão que ele teve, inclusive aqui no Brasil. Porém as criticas tem sido divididas entre positivas e negativas.
    Mas como eu amo livros policiais, prefiro eu mesma ler para tirar minhas próprias conclusões. Apesar de ter um pouco de medo desses livros de momento, pois nem sempre eles são tão bons assim...
    E agora preciso ler antes de lançar o filme, então tenho correr com a minha pilha de leituras, que tá gigante!
    Adorei a sua resenha, pelo menos a leitura não é tão confusa por ter tantas histórias paralelas.
    Bjsss

    www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tâmara, eu tenho muita curiosidade de ler esse livro, desde a primeira resenha que li dele. Mas a sua me deixou ainda mais instigada, se é possível. A trama me parece ser intensa e cheia aprendizado. Espero conferir em breve.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  5. Tamara lindona confesso que a premissa do livro não me chama muito atenção, mesmo com muitos elogios a esse livro, ainda não me deu aquela vontade de ler, devido a gosto pessoal dessa vez vou deixar passar a leitura, mas fico feliz em saber que gostou. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Tâmara
    Gostei muito de A garota no trem justamente por ser um livro com personagens fortes e que passam por problemas que muitos poderiam passar.
    Apesar de muitas temáticas, a autora criou uma história realmente incrível.
    Tivemos opiniões bem parecidas! Adorei sua resenha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Adorei a premissa do livro e a capa é linda também! Vou adicionar à minha wishlist, fiquei com vontade de descobrir os suspenses e os ensinamentos do livro!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Este livro ainda está sendo bem comentado e eu fiquei curiosa para conhecer a sua trama, até porque logo o filme dele está aqui e sempre é melhor ler o livro antes de assistir o filme. Não costumo ler muitos suspenses, mas este e deixou curiosa.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá tudo bem?

    Comprei esse livro logo que foi lançado, comecei a leitura mas empaquei, não fluiu de jeito nenhum, achei tão chato que até troquei o livro no skoob. Agora depois da sua resenha, bate um arrependimento, deveria ter insistido um pouco mais.

    Bjos

    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Tâmara,
    Fico feliz em ter lido sua resenha, pois já li muitas e é sempre bom termos outros pontos de vista.
    Gostei muito do que você disse sobre o livro e confesso que fiquei bem ansiosa para ler, pois preciso de um livro que me prenderá, apesar de não ter gostado muito de você querer mais, enfim, acho que vou dar uma chance, pois estou mesmo ansiosa e quero ter uma opinião.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Esse livro realmente deu o que falar nas redes sociais, houve épocas que só via comentários sobre ele. Mas por ter sido modinha eu fico com medo de ler e me decepcionar. Com suspense, intrigas e da maneira com que realizou a resenha, me fez repensar que seria legal conferir essas páginas mais a frente e saber qual seria minha reação. Mas adianto que realmente ser traída deve deixar uma mulher totalmente desnorteada.

    Boas leituras.
    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amiga infelizmente isso pode acontecer mesmo, até porque quando vemos um livro que está na moda e sendo muito divulgado acaba não sendo tudo aquilo que esperamos que ele fosse. Isso aconteceu comigo com o livro A CULPA É DAS ESTRELAS, eu nem li ainda, mas quando tava na moda eu já estava tão enjoada que acabei nem comprando o livro, mas agora eu até me arrisco em ler porque amei o filme. Outro livro também foi A QUINTA ONDA, todo mundo falando maravilhas e coisa e tal, peguei ele em ebook e achei ele extremamente parado. Não curti e parei com a leitura sério, não aguentei, porque pra mim foi um sonífero. Agora A Garota do Trem dizem que tem uma pegada de thriller né? Eu nào sei se leria esse livro, porque eu não estou muito acostumada, acho que sai um pouco da minha zona, mas eu queria poder conhecer, porque já vi muita gente comentando bem sobre esse livro e é capaz que eu até goste, mas acho que no momento eu ainda não pegaria para ler não.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-paixao-de-primavera.html

    ResponderExcluir
  13. Fiquei de olho nesse livro na Bienal passada, e mesmo não sendo ainda um gênero que eu leia muito, eu gosto bastante, por incrível que pareça.
    Eu ainda não havia lido resenha dele e gostei muito da sua, deu mais curiosidade ainda e fico aqui me perguntando o que será que ela viu.
    Preciso ler antes que saia o filme.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bem?
    Eu vi muitas resenhas positivas a respeito do livro quando ele foi lançado, e confesso que na época fiquei curiosa, porém o tempo passou e eu acabei esquecendo do livro. Mas depois de ler a sua resenha, a minha vontade de conhecer a historia voltou, eu amo um livro de suspense e esse parece ter tudo que gosto. Com certeza vai ser uma das minhas próximas leituras.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Ainda não li esse livro, mas uma amiga leu e não gostou. Ela achou um pouco cansativo e com isso, acabei deixando de lado e não lendo.
    Uma pessoa alcoolismo no fundo tem angustias e decepções, acaba usando a bebida para esquecer.
    A autora poderia ter deixado o suspense quem é responsável pelo desaparecimento mais para o final, uma pena que a autora não fez isso.
    Gostei bastante da sua resenha, vou colocar na minha lista.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, esse livro tenho na minha estante desde o ano passado e ainda não li. Preciso ler logo, já que o filme será lançado nos cinemas no segundo semestre de 2016. Adorei a sua resenha, ótima escrita a sua.
    Esse thriller psicológico deve ser muito bom mesmo, se gostei bastante de Garota Exemplar com certeza irei gostar desse também.
    Seguindo o Blog, bjos. <3

    http://carpediemliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oii!

    Eu não tive boas experiencias com thrillers, mas tô afim de ler essa obra. Lembro do evento da record indicando e a cada resenha um elogio diferente O que eu gosto de saber é que mesmo com diversos elementos, é uma obra de leitura leve e simples, amo quando acontece porque não deixa cansado. Gostei da sua resenha e de conhecer um pouco mais dos peronagens. Será que o filme fará jus?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Olá!!

    Há muito tempo que espero ler este livro... Mas ainda não o comprei! Adorei a resenha!! Fantástico... adoro thrillers, e, neste caso, junta muito mistério, "romance", "problemas" e o ser alcoólico... :) Bem, fiquei ainda com mais vontade de começar!!

    A capa é PER-FEI-TA!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  19. Difícil dizer o que me atraiu mais sobre esse livro, flor... Acho que foi o fato de a autora conseguir apresentar o sofrimento que um alcoólatra enfrenta diante do seu próprio vício e do preconceito da sociedade. Mas também o fato de ela conseguir desenvolver um mistério que mantém o leitor atento ao desenvolvimento. Enfim, esses dois elementos, unidos, me fizeram cobiçar a leitura e, por isso, anotei sua dica!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Como eu gosto de personagens problemáticas e histórias que abordam temas mais fortes, esse é um livro que eu quero muito ler. Estou com ele aqui e só preciso arranjar um tempo agora hehe' espero que curta a história também *-* É uma pena que o livro não tenha sido uma leitura 100% para você, mas parece que a autora fez um bom trabalho com a história, e um suspense eletrizante.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Eita que essa resenha só me intrigou ainda mais. Estou querendo ler esse livro há tempos, porém nunca parece ser o momento certo. Porém, essa postagem me fez perceber que eu vou adorar esse livro. Fiquei muito curiosa para conhecer a história e saber como ela termina. Esse clima de suspense só aumenta a minha ansiedade.

    Quero saber um pouco mais do motivo da vida dupla de Megan e também sobre os problemas de álcool de Rachel. Enfim, quero conhecer um pouco mais dos personagens.

    Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Eu achei a capa desse livro feia, por isso quando lançou não dei a mínima, mas conforme a blogosfera/booktubers foram lendo e compartilhando suas opiniões, eu fui ficando curiosa, porque muitos comparavam esse livro a Garota Exemplar, e como eu amei GE, acredito que eu iria gostar de A Garota no Trem, além disso eu amo thrillers.
    Pretendo ler antes do lançamento do filme para não pegar nenhum spoiler.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir