Resenha: Pensar é transgredir

Título: Pensar é transgredir 
Autor: Lya Luft 
Editora: Record 
Páginas: 185 
Ano Lançamento: 2004 

Sinopse: Pensar é transgredir vai da preocupação com o social à inquietação pelo mistério da vida. Mas nele Lya Luft também deixa entrever um pouco do cotidiano em sua casa, revela coisas de sua infância e mostra seu lado bem-humorado, seguidamente comentado por quem a conhece pessoalmente. Fala do desafio que é podermos escrever uma parte da nossa história pessoal, e da dificuldade de sermos responsáveis por nossas escolhas; mas também escreve sobre ternura, alegria e perplexidade. 


Análise: 

Quem procura por um livro com crônicas bem leves e deliciosas, esse livro é o mais que recomendado. Lya Luft tem uma escrita bem simples, delicada e tocante, durante a leitura à autora traz referencias de outras obras já publicadas. 

Lya Luft em suas crônicas, ela fala de diversos assuntos corriqueiros do dia a dia tanto de homens como de mulheres, deixando o leitor ainda mais fascinado. 

O livro constitui-se de cinquenta textos, aprofundando ainda mais na obra, percebi que o livro deixa ainda mais próximo com o leitor, deixando assim uma interação bem fluida com todos. 

Esse livro é para ser lido em um momento bem tranquilo, e deixar cada crônica fazer parte de ti. Na rede social Skoob, o livro recebeu avalição de 3.7


Um comentário

  1. Oi, Rafa! Tudo bem?
    Não gostei muito da diagramação do livro, mas pelo título parece nos levar a ter pensamentos intensos em relação a vida. Vou procurar o livro no Skoob.

    Adorei a resenha!
    Beijocas da Jay

    BLOG: A Prateleira
    TWITTER: @APrateleira
    PÁGINA: A Prateleira
    INSTAGRAM: @aprateleira
    SKOOB: Jayne Queiroz

    ResponderExcluir