Especial Halloween: Top 10 livros para a noite de Halloween


Olá! Primeiro, feliz dia das bruxas para vocês monstrinhos. Para encerrar nossa semana especial, trouxemos para vocês um top 10 bem especial, que será dividido em duas partes, uma dedicada aos livros de literatura estrangeira e outro dedicado especialmente a nossa linda literatura nacional. Então deliciem-se com todas essas opções e no final, você decide se prefere doces ou travessuras.

Literatura Estrangeira

A estrada da noite
Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estréia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror.

O demonologista
“A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe”, escreveu o poeta francês Charles Baudelaire. Já a grande astúcia de Andrew Pyper, autor de O Demonologista, é fazer até o mais cético dos leitores duvidar de suas certezas. E, se possível, evitar caminhos mal-iluminados. O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo – principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma. Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.

O diário de Jack, o estripador
Estou com medo de olhar tudo o que escrevi. Talvez fosse mais sensato destruir isto, mas em meu coração não consigo me obrigar a fazê-lo. Já tentei uma vez, mas como o covarde que sou, não consegui. Talvez em minha mente atormentada eu deseje que alguém leia isto e entenda que o homem que me tornei não era o homem que um dia fui.
Descubra o que está por trás do polêmico diário atribuído a Jack, o Estripador, um dos mais cruéis psicopatas da História.

O grande livro de histórias de fantasmas
No livro, o olhar feminino incide direta e precisamente em um dos gêneros clássicos da literatura, os contos de horror. As perspectivas apresentadas nas 34 histórias, contudo, são as mais variadas. Há narrativas tradicionais e estudos psicológicos modernos, clássicos contos de casas mal-assombradas e fábulas de mistério de teor feminista. Algumas das histórias são inquietantes; outras, francamente assustadoras; mas todas são narrativas antológicas que investigam como mulheres lidam com a paixão, a angústia e a raiva.
As 31 autoras britânicas reunidas em O Grande Livro das Histórias de Fantasmas estão entre as mais importantes dos séculos XIX a XXI. Algumas dedicaram suas vidas a histórias de suspense e mistério, outras se entregam aqui a um raro exercício no gênero. A lista inclui Charlotte Brontë, a mais velha das irmãs do clã, autora de Jane Eyre; Edith Wharton, ganhadora de um prêmio Pulitzer por A Era da Inocência; May Sinclair, crítica literária e uma das mais ativas militantes pelo voto feminino em sua época; A. S. Byatt, autora de Possessão e Anjos e Insetos, de produção longa e ainda na ativa, e muitas outras.

O médico e o monstro
As suspeitas começaram quando Mr. Utterson, um circunspecto advogado londrino, leu o testamento de seu velho amigo Henry Jekyll. Qual era a relação entre o respeitável Dr. Jekyll e o diabólico Edward Hyde? Quem matou Sir Danvers, o ilustre membro do parlamento londrino?
Assim começa uma das mais célebres histórias de horror da literatura mundial. A história assustadora do infernal alter ego do Dr. Jekyll e da busca através das ruas escuras de Londres que culmina numa terrível revelação.


Literatura Nacional


Histórias envenenadas – Contos de fadas de terror
Conhecemos contos de fadas como histórias cheias de magia e fantasia que costumamos contar para crianças. O que muitos não sabem é que eles foram concebidos como entretenimento para adultos e que, em sua forma original, traziam fortes doses de adultério, incesto, canibalismo e mortes hediondas. Com o tempo, diversos autores os suavizaram e acrescentaram lições de moral. Em HISTÓRIAS ENVENENADAS, escritores contemporâneos resgataram todo o horror dos contos de fadas originais em releituras de histórias tradicionais ou novos enredos, que não farão nenhuma criança dormir, mas certamente farão você perder o sono…

Máscara - A vida não é um jogo
No mundo de Domus, a morte é a moeda que alimenta o jogo. E a verdade pode custar a vida. Liam é um garoto que viveu por muito tempo isolado devido aos constantes castigos do sádico tio, um carrasco ex-militar. Porém, inesperadamente, surge uma entidade maléfica, uma figura das trevas trajando uma máscara, e passa a o perseguir, levando-o a participar de um jogo num mundo surreal, chamado Domus. Junto a um grupo, Liam parte para uma experiência alucinante, em que os pecados da humanidade serão colocados em xeque, como numa espécie de julgamento. Um combate onde o principal objetivo do adversário é mostrar o quão odiosa é a raça humana… Mas ainda há muitos mistérios que rodeiam este intrincado jogo. Por qual motivo a criatura possui tamanha obsessão por ele? E vale a pena prosseguir, já que a morte é a única certeza?

Os Sete
Uma caravela portuguesa de cinco séculos é resgatada de um naufrágio no litoral brasileiro. Dentro dela, uma misteriosa caixa de prata esconde um segredo: sete cadáveres aprisionados, acusados de bruxaria. Apesar das advertências grafadas no objeto de prata, a equipe do Departamento de História da Universidade Soares de Porto Alegre decide violar a caixa, para estudar os corpos. Afinal, que perigo poderiam oferecer aqueles sete cadáveres? Nenhum. Mas depois que o primeiro deles acorda... Este novo romance de André Vianco, mesmo autor de Sementes no Gelo, transporta o leitor para um mundo antigo, onde os verdadeiros assassinos carregam presas afiadas e têm medo do Sol.

Presságio
Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.

Serial Killer - louco ou cruel?
Primeira coletânea sobre serial killers elaborada por uma escritora brasileira. Este livro é composto por duas partes. Na primeira são expostas informações e características psicológicas e físicas sobre os serial killers. Na segunda, casos reais clássicos de serial killers internacionais. Este livro, publicado originalmente em 2002, vem agora atualizado - porque histórias reais não acabam - e duas histórias extras nunca antes contadas.




16 comentários

  1. Oi Tâmara,
    Uau realmente Joe Hill é top, e Jack Estripador eu tenho muita vontade de ler, só falta tempo. Linda a capa de Histórias Envenenadas, vontade de ler só por ela. E André Vianco com certeza é uma excelente pedida, virei fã dele lendo só Os sete....e viciei meu irmão mais velho que já leu todos os livros dele que comprei, só por causa de Os sete...ele sempre diz, Eli, você tem de ler para falarmos e eu digo, sim, quando eu tiver um espaço na lista eu leio...kkkk....tá difícil...shauhsa.

    Adoei a lista e feliz dia das bruxas.....beijos elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Que lista legal! Sim, todos são assustadores, mas merecem serem lidos! E gostei de saber das sugestões dos nacionais, vou procurar sim! Beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii!! Vi a edição do O demonologista, está linda, bem macabra, mas nãos sei se teria coragem de ler.
    Adorei suas dicas tem pra todos os gostos, eu com certeza leria classico O médico e o monstro =D

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Tâmara.
    Eu prefiro livros hehe. Gostei bastante da sua seleção, mas li poucos dela. Só li Estrada da noite, Máscara e Os sete. Os três eu gostei muito. Presságio eu tenho aqui mas ainda não li e Serial Killer me interessou bastante.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Tâmara!
    Não acredito que ainda não li nenhum dos livros indicados? ;O
    Dos autores, o único que já tive a oportunidade de ler é o Andre Vianco, e adorei o livro que eu li. O autor escreve muito bem!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Tâmara, eu adorei as suas dicas! Eu não li nenhum desses livro ainda, e olha que eu gosto muito de terror, vários deles já entraram na minha lista!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Conheci a escrita do Joe Hill com "O pacto", e foi quando eu percebi que não gostava nem um pouco do gênero terror...haha' Deixo passar todos os livros mencionados aqui, com exceção de "Presságio", que é um livro muito bom.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ooi,
    Eu sou realmente muito medrosa!! E por isso que deixo todas as dicas aqui passar kkk só a sinopse já me deixa com receio.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  9. Ola´´a
    Belo post e ótimas dicas haha eu adoro o gênero e estou louca para ler Estrada da Noite faz muito tempo, espero poder em breve

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tammy, sua linda, tudo bem
    Todos estão recomendando o livro Mascara e Presságio só leio resenhas positivas sobre eles. O André Vianco é um autor muito conhecido no universo dos vampiros, nunca li nada dele. Agora, da sua lista, eu quero conhecer o lendário Jack, o estripador, não tem como não ter curiosidade sobre ele. Adorei o especial.;
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    ótimas dica."O médico e o monstro" eu já li e amei, leria de novo fácil. Dizem que "O demonologista" não é tão bom assim, então estou meio desanimada, "máscara" com certeza eu leria , os outros eu não conheço tão bem par afalar. Bjus!!!
    http://www.lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Dessa lista, li apenas O médico e o Monstro. Gostei muito. Devo confessar que os demais não me chamaram a atenção, embora tenha lido resenhas muito positivas sobre alguns deles. Beijos!
    http://leituras-compartilhadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Tâmara, tudo bem?

    Gostei bastante do seu post e das dicas. Desses eu só li "Máscara" e é muito bom. Tenho bastante vontade de ler "A Estrada da Noite" e "Presságio".

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  14. Oi, flor!
    Adorei as dicas. Muito boas! Parabéns. Fiquei realmente curiosa com alguns desses livros, que não conhecia. Outros já desejava ler, como: O Demonologista, Estrada da Noite, Os Sete e Máscara! Acho que esses quatro livros me deixarão muito envolvida durante sua leitura.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Já li "Os sete" e adooooro! *_*

    Seguindo o blog!
    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Muitas boas dicas! Vou procurar alguns destes mesmo que o Halloween já tenha passado. Se tem dois autores que são perfeitos para se ler nessa época do ano são Stephen King e Edgar Allan Poe!

    http://penseeadistance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir