Resenha: Eny e o Grande Bordel Brasileiro

Titulo: Eny e o Grande Bordel Brasileiro 
Autor: Lucius de Mello 
Editora: Planeta 
Páginas: 424 
Ano Lançamento: 2015


Sinopse: Eny e o grande bordel brasileiro - Desde os vinhedos de Salerno, na Itália, até a cidade de Bauru, no interior de São Paulo, a história real daquela que foi considerada a maior cafetina do país, Eny Cezarino, percorre os séculos XIX e XX. Contrariando o desejo de seus pais, que a criaram para ser uma respeitada dama e se casar bem — como se dizia antigamente —, a paulistana Eny tornou-se a proprietária de um dos mais famosos bordéis do Brasil, que teve seu auge entre as décadas de 1960 e 1970. Esse curioso paradoxo é contado de forma romanceada pelo jornalista Lucius de Mello, que, com uma prosa fundamentada em entrevistas, material iconográfico e em jornais e revistas, apresenta com riqueza de detalhes a trajetória da “Casa da Eny” — como era conhecido o bordel dessa famosa personagem de alcova. Belas garotas, com seus “corpos violão”, e homens célebres, entre eles artistas, empresários, políticos e até religiosos, circularam pelos salões, quartos e festas do endereço luxurioso e fizeram a fama do lugar, cujo cotidiano e segredos são revelados em Eny e o Grande Bordel Brasileiro. 


Análise: 

Uma biografia que foge do habitual, esse livro narra a vida da grande cafetina Eny. O livro divide em partes, sendo a primeira parte narrando a história da família Cezarino em suas origens italianas. Sendo uma biografia o autor soube buscar a origem de toda família passando de geração em geração, trazendo fotos de arquivos pessoais e até mesmo do seu famoso cabaré.

O leitor vai encontrar uma leitura fluida e surpreendente, relatos de grandes personalidades que já frequentaram o bar da Eny, entre eles grandes políticos, músicos e até mesmo um grande e importante escritor e compositor brasileiro que esteve por duas vezes no bar. A vida da Eny foi muito sofrido, de família humilde ajudava a vender marmitas junto com suas irmãs para poderem sobreviver, desde muito jovem ela despertava o coração dos rapazes e muitos faziam comentários um tanto picante para ela.

Tudo mudou quando a jovem Eny decide fugir de casa e se tornar prostituta, ela passou por boa parte do Brasil, morando no Rio de Janeiro e na região Sul do País. Firmou sua residência no interior de São Paulo, mais especificamente em Bauru. Foi nessa cidade que ela consagrou e firmou o seu nome e o bordel que ela mesma administrada, sendo conhecida em todo território brasileiro.

O livro também mostra para o leitor um bom coração que Eny tinha com os mais necessitados, ajudando em diversas situações e de diversas maneiras as famílias mais carentes de Bauru. O livreando recomenda a leitura desse livro, na rede social Skoob o livro recebeu nota 3.9


Nenhum comentário :

Postar um comentário