Resenha: Como sair da Friend Zone

Título Original: How to get out of the friend zone (cortesia da editora)
Autoras: The Wing Girls
Editora: Gente
Ano: 2014
Páginas: 224

Sinopse: Como Sair da Friendzone - O famoso “desempacamento” é um problema entre as pessoas da geração Y. A insegurança e a falta de traquejo social fazem com que os flertes evoluam para uma amizade que nunca sai da zona cinza. Como, então, evitar que a relação entre alguém e seu pretendente caia na zona da amizade? As autoras mostram que é possível, sim, sair da cilada da friend zone. Para isso, as Wing Girls dão o caminho para que os apaixonados consigam conquistar seus amantes passando pelas etapas de separação, grande virada e plano de ação.

Como sair da Friend Zone é um livro leve, de comunicação fácil e atual. Baseado em diversas situações do cotidiano, traz um grande manual para não entrar ou sair de vez da Zona de Amizade. Através de vivencias e relatos obtidos pelas autoras Jet e Star, conhecidas como The Wing Girls, elas reuniram toda a ajuda possível para que você não entre nessa moda contemporânea.

O livro traz diversas questões prováveis de identificar uma Friend Zone e faz um passo a passo de como detectar, agir e sair desse status. Com dicas diretas e simples as autoras vão revelado pontos principais a ser fazer e pensar para não entrar nessa situação.


É impossível não se identificar com alguns pontos relatados durante a leitura, pelo menos uma vez você irá se encontrar nos diversos questionamentos levantados. Lembrei muito da minha adolescência e percebi que era uma louca de pedra por realmente fazer algumas atitudes sem noção. O legal durante a leitura é perceber que esse fato não acontece somente com mulheres, claro que a porcentagem feminina deve ser bem superior, mas os homens também entram nessa de amigo, amigo, atrações a parte, e as dicas algumas vezes são bem especificas para eles e para elas.

A leitura é rápida e fluí com facilidade, em alguns momentos é bem divertida e em outros traz um choque de realidade para aqueles que realmente se encontram nessa zona, pelo menos foi o que percebi durante a leitura. The Wing Girls não mascaram a situação com palavras gentis, mostram logo o grande buraco que você está se metendo e a consequência nada agradável.


Não sou muito fã de livros tipo autoajuda, mas gostei muito da capa e resolvi arriscar, não me arrependi. Cheios de desafios, testes e relatos, o leitor percebe o quanto é fácil cair na Friend Zone se não se importar primeiro consigo. Claro que as dicas e desafios não são uma verdade absoluta, até porque por mais que ajam fatos, cada pessoa tem uma maneira diferente de pensar e reagir a diferentes situações, mas pelo menos deixa as antenas ligadas para não entrar na terrível Zona da Amizade.

Bjim e até mais!


Nenhum comentário :

Postar um comentário