Resenha: Sniper Americano

Título Original: American Sniper
Autor: Chris Kyle
Editora: Intrínseca
Páginas: 344
Ano: 2015

Sinopse: Em uma década de serviço, incluindo diversas incursões ao Iraque e a outras zonas de combate durante a chamada guerra ao terror, Chris Kyle, atirador de elite dos Seals, alcançou o recorde de mais de 150 mortes confirmadas pelo Pentágono. No livro, ele fala dos sofrimentos da guerra, da morte brutal dos companheiros, da ação como atirador e da frieza e da precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a realidade dos combatentes como também sobre a dificuldade de readaptação dos que retornam ao lar. Em 2013, Chris Kyle foi assassinado por um veterano de guerra que sofria de transtorno de estresse pós-traumático.

Análise:

Uma biografia perturbadora e ao mesmo tempo intensa e agressiva, através das palavras o ex Navy Seal Chris Kyle relata nos mínimos detalhes tudo que ele viveu dentro das forças armadas. 

O leitor vai poder conferir o filme que vai lançar em breve nos cinemas com Bradley Cooper fazendo o papel principal do atirador de elite Chris Kyle. 

Intrinseca foi nota dez no trabalho de produção do livro, com bons espaçamentos e tamanho de fonte apropriado para dar uma sensação agradável durante a leitura. Kyle possui uma escrita bem tranquila, apesar de ter muitos palavrões e jargões utilizados nas forças armadas. O autor nos mostra toda sua trajetória até se tornar o mais letal atirador de elite dos EUA que tem em seu currículo mais de 150 mortes confirmados. 

O livro também mostra o depoimento da esposa de Chris e nessa parte notamos os altos e baixos de uma família do qual o homem da casa está em campo de batalha ao invés de estar junto com sua família. 

Chris procura nos passar tudo sobre o meio militar, o passo a passo para chegar na tropa de elite dos EUA, os Navys Seals, o livro é recheado de fotos pessoais e até mesmo no campo de batalha. O leitor vai encontrar relatos fortes e perturbadores com o cenário da Guerra como plano de fundo. Na rede social Skoob o livro recebeu nota de 4.4


10 comentários

  1. Esse livro deve ser tão interessante!! Estou bastante interessada nele, espero um dia poder lê-lo.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu costumava não gostar de biografias, mas ultimamente tenho lido várias e curtido... é sempre bom conhecer mais sobre grandes nomes da História. Adorei a resenha!

    Tem sorteio rolando no blog!
    Beijão, www.opinada.com

    ResponderExcluir
  3. Só sabia sobre o filme, não sabia que era livro e muito menos história real.
    Uau!
    Deve ser realmente muito intenso e triste.
    Me interessei muito para ler. Vou tentar fazer isso antes do filme.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Já aproveito para parabenizar por todas parcerias do blog (vi nos posts anteriores), é muito bom. Esse ano foi o primeiro que consegui, e estou super empolgada :)

    Essa biografia nunca li, mas pelos seus comentários, parece ser bem tocante, uma história vibrante e envolvente. Gostei :)

    Já estou seguindo o blog, abraços :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafael, tudo bem?
    Nossa, esse livro parece ser super impactante.
    Eu conheci os Navys Seals, em um livro que eu li, mas não contava a realidade do dia-a-dia deles. Tem que ser muito corajoso para se expor dessa forma, ainda mais fazendo o que ele fazia. A vida de nenhum militar é fácil, as guerras são sem egoístas e cruéis. Gostei muito da sua resenha e não pensei que o livro fosse tão bom assim. Vou dar uma oportunidade.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafael.
    Eu tinha visto na internet sobre o lançamento do filme e foi bem bacana encontrar sua resenha aqui, pra já me preparar para o que as telonas terão a oferecer. Embora tenha um pavor tremendo de guerra e de tudo o que ela acarreta, gosto de ler histórias que tenham essa vilã como pano de fundo. Por se tratar de uma biografia, espero revelações bombásticas.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de livros sobre guerras e desde que vi esse livro no instagram da editora fiquei interessada por ele. Gostei da resenha, me deixou com mais vontade ainda de tê-lo.
    http://diario-noturno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!! Amo livros desse modo, biografias são muito intensas.
    Meu sonho era fazer parte das forças armadas e ser uma fuzileira, mas aqui no Brasil é proibido :/
    Gostei muito da resenha e estou louca para ler o livro.
    Beijos
    Quer falar de livros?

    ResponderExcluir
  9. Apesar de achar interessante histórias ou memórias de guerras enquanto leitura, não sei se gostaria de conferir o livro "Sniper Americano". Assisti o filme nesses dias e ele é tão perturbador quanto deve ser o relato do Chris Kyle, mas não acredito que o livro irá me tocar considerando que sua adaptação cinematográfica não fez isso comigo. É triste saber como foi o fim dele e imagino que o impacto de sua história vai cair muito mais nos norte-americanos devido ao teor do que ele escreveu do que em qualquer outro país, mas vamos ver se eu mudo de ideia com o tempo. ><
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não sabia da produção do filme. Biografias geralmente tem um quê de intensas e essa não parece ser diferente. Agora é só aguardar o filme :)

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir