Resenha: As Cartas da Condessa - Série dos Warrington #2


Título Original: As Cartas do Passado
Autora: Lucy Vargas
Ano: 2014
Páginas: 350
E-book fornecido pela autora.

Sinopse: Devan Warrington, o atual conde de Havenford, é um escritor de personalidade intensa e apaixonada. Ao ver Luiza Campbell entrar em seu castelo pela primeira vez, encanta–se de um jeito inexplicável. O problema é que Luiza tem motivos para achar que a relação deles é errada e não tem futuro, enquanto Devan, que não tem sorte no amor, quer uma chance para conquistá-la. Como convencê-la de que ele é o cara certo por quem vale a pena arriscar tudo? Some a isso toda a magia do castelo, as lendas e a história que os cerca, cheia de segredos a serem revelados. Os dois terão que sobreviver a aventuras e mistérios e descobrir se o passado dos Warrington pode afugentar esse amor ou torná-lo mais forte…

No segundo livro da série Warrington voltamos ao século XXI e passamos a entender o que aconteceu com a vida de Luiza no período em que esteve encarnada em Elene e o que mudou em sua vida.
O livro se inicia no mesmo ponto que se iniciou Cartas do Passado, mas agora, com toda a mudança influenciada pela presença de Elene na vida do conde do século XV.

No primeiro momento, nos deparamos com a nova visão de Luiza referente ao castelo de Havenford, percebemos sua contemplação pelo lugar maravilhoso que passará a trabalhar. Tomamos conhecimento dos detalhes à primeira vista, e claro, o primeiro momento em que Luiza se deparou com Devan, atual herdeiro do castelo.

A partir daí, entramos em uma nova história, onde Luiza será a personagem principal desse enredo. Conhecemos as novas amizades que Luiza adquiriu no castelo, seu relacionamento principalmente com Afonso e Peggy, e devo dizer que Afonso substitui o lado cômico de Betia no primeiro livro. Ri de seus devaneios nada secretos, kkk.

"Os sentimentos dele não eram volúveis, só precisava que ela parasse de pensar naquele seu maldito jeito de sobreviver e lhe desse uma chance. Ele havia entendido, melhor do que ela imaginava. Só não podia aceitar que ela continuasse achando que estava certo ficar se agarrando a essa ideia que tinha de vida." p.222

Já com Devan, Luiza entra em conflito. O homem tinha tudo que atraia os olhos, ótimo físico, atencioso e sabia impressionar qualquer garota sendo dono de um castelo com suas lendas e a grande história de amor de Elene e Jordan. Séria perfeito se ele também não fosse o seu chefe. Luiza não estava disposta a trocar a oportunidade de estar em um lugar que a fazia se sentir segura, para se envolver com Devan e correr o risco da história não dar certo e ter que ir embora.

Ao decorrer da história, vemos a evolução dos personagens com o romance, e também, a influência da condessa Elene, através de cartas que vão sendo descobertas por meios bem estranhos para Luiza. Enquanto Luiza tenta aceitar os seus próprios sentimentos e entender os fatos estranhos que aparecem em sua vida diretamente do século XV, vai chegando também mais próximo do seu passado.

As Cartas da Condessa nos revela um pouco mais sobre o dia a dia de Luiza no mundo contemporâneo e pelo que Elene passou após o retorno de Luiza através de suas cartas. Pensava que a narrativa seria mais corrida e nos aprofundasse mais no mistério que cerca esses dois mundos, mas vejo esse livro como necessário para que aconteça a sequencia e vá preenchendo as lacunas, conforme a história avança. Inclusive a personalidade de Luiza, que com certeza não é a mesma da Luiza do século XV.

"Eu não sou um homem que se mantes com esmolas, Luiza. Não faça isso comigo e nem com você." p.97

Amei conhecer a personalidade do novo conde e também o seu passado, que não foi nada glorioso no quesito amor. Ele é completamente apaixonante. Fiquei com vontade de saber mais sobre Rachel Warrington, avó de Devan, e a sua jornada até o presente.

Tentando imaginar agora, como a querida Lucy desenvolverá tudo que cerca a história dos Warrington e porque não, dos Campbell.


Nenhum comentário :

Postar um comentário