Resenha: Terras Metálicas







Título: Terras Metálicas

Autor: Renato C. Nonato

Editora: Novo Século

Ano: 2012

Páginas: 616

Sinopse: A Última Guerra lavou a atmosfera com uma massa nuclear, tornando-a incapaz de sustentar a vida. Para continuar sobrevivendo, a humanidade precisou se adaptar, isolando-se numa atmosfera artificial: a Esfera, local onde tem se mantido com o passar das gerações. A utopia da sociedade reinou desde então, com a paz sendo mantida com mão de ferro pela Elite. Mas essa paz pode acabar… Raquel é uma recém-formada em primeiro nível na Academia, que passa seu tempo livre entre Saturno – o parque temático da Esfera – e divagações sobre seu sonho de voar. Ao iniciar uma nova etapa de vida, ela vai encarar a cerimônia de implante que pode tornar esse sonho realidade, se a habilidade dos Túneis lhe for conferida. Mas essa nova etapa também vai levá-la por caminhos perigosos… Raquel descobrirá que o IA, responsável por todos os sistemas de sobrevivência da Esfera, está com os dias contados. Como manter a sanidade sabendo que a vida tal qual você conhece está para acabar? Raquel ainda não tem essa resposta, mas vai precisar encontrá-la. E para isso ela precisará, mais do que nunca, da ajuda de seus amigos… Tashi, Tales, Ângelo, Camila, Liceu, Isabela e Nirvana lhe darão sustentação quando tudo o mais na utópica Esfera estiver ruindo.


Há alguns meses atrás, trocando alguns e-mails com o Renato Nonato, resolvi comprar o livro Terras Metálicas (TM) e arriscar a leitura. Confesso que me assustei um pouco com o tamanho do livro (são 616 páginas) e que isso me atrapalhou um pouco (acho que a soma de pouco tempo para ler mais o pensamento do tanto que precisaria ler não deu um resultado bom). Mas, leitura concluída, estou aqui para falar sobre a história para vocês :)

Em TM, o autor relata a vida de alguns jovens que residem na Esfera (que consiste em um ambiente criado para garantir a sobrevivência das pessoas depois que a superfície da Terra foi tomada por radiação).

Os jovens da Esfera, ao completarem uma determinada idade, comparecem a uma cerimônia de implante, onde como o nome sugere são implantados chips em si. Os chips manifestam alguma reação nos implantados que permite descobrir qual tipo de "poder" eles recebem e a quais estudantes eles devem se juntar para aprender a lidar com suas novas habilidades.

"Povos que só conhecem a guerra buscam a paz, povos que só conhecem a paz buscam a guerra..."

No decorrer das páginas, vamos fazendo toda a trajetória de Raquel e seus amigos desde um pouco antes da implantação dos chips, seguindo pelas suas aulas e sua primeira formatura. Porém, como nada é tão simples nessa vida, várias coisas acontecem e Raquel e seus amigos acabam se envolvendo com assuntos que, nem de longe, são assuntos para meros estudantes.

Algo no livro que me atraiu a atenção foi ver como eles readaptaram a Esfera para se assemelhar ao nosso planeta Terra (um exemplo é que eles comemoram o Newtal, com árvores enfeitadas e trocas de presentes), mas ao mesmo tempo vivem de um jeito bastante diferente (eles nunca mastigaram, por exemplo, e se alimentam com pílulas e líquido).

É um livro que desperta uma certa reflexão e recomendo para quem gosta de histórias futurísticas e mesmo distópicas (mas se você curte um romancinho fofo, pode não gostar tanto desse livro, rs).

"Ei... E qual é a graça de viver sem ter um sonho idiota?"


5 comentários

  1. Ola não conhecia esse livro , não é toda utopia que me chama atenção, esse dessa vez vou deixar passar , acho que estou no momento romances , mas com certeza mais para frente vou prestigiar o autor . abraços

    ResponderExcluir
  2. Muito bom incentivar os nacionais.
    Sempre vejo esse livro em vários blogs e morro de vontade de ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Eu achei bem interessante! Acho que os escritores nacionais têm tido mais imaginação que os gringos, leio cada resenha mais maravilhosa que a outra!

    Beijocas
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  4. oi meninas!
    Também tivemos resenha desse livro lá no blog!

    Beijinhos,
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sendo sincero, só essa capa que não me conquistou.
    A história parece ser legal, e como eu não gosto muito de romances fofinhos, já é meio caminho andando haha
    Abraços :)
    armadaescrita.com.br

    ResponderExcluir