Resenha: Quando Eu Olhar Pra Você - Ward #1

Autora: Lucy Vargas
Ano: 2014

Sinopse: Amar nunca é fácil. Mas quando você se envolve com um Ward, tudo é difícil e inexplicável demais para suportar. Beatrice sempre soube que devia ter deixado Sean quando ainda podia resistir. Talvez nunca devesse ter entrado nessa
 E agora ele voltou. Insaciável, apaixonado e mais errado do que nunca. Disposto a tudo por ela. Será que Beatrice está pronta para perdoar e ceder à obsessão apaixonada de Sean?
Quem disse que depois do casamento tudo se acalma? Nada é calmo com um Ward. E ele vai desafiá–la por sua última chance. Você está pronta para Sean Ward?


Sean Ward é um homem difícil de não ser notado, sua imponência, seu grande poder de sedução e seus penetrantes olhos azuis faz de Sean Ward um perigo ambulante, e não somente pela sua aparência, mas como também, pelo seu sobre nome. Os Ward são uma família que sabem como fazer dinheiro no mundo dos negócios, estão em todo lugar, o Grupo Ward está em todo tipo de mercado e só em pronunciar a palavra "Ward" as outras empresas sabem que estão correndo perigo, resumindo, imaginem o quanto a família Rockefeller conquistou e o que falam sobre ela, imaginou? Assim são os Ward e como pensam deles. Seus sinônimos iam de "praga" para "fizeram pacto com o diabo". Mas enquanto boatos surgiam, os Ward subiam e subiam.

Quando eu olhar pra você, não tente se esconder de mim. Eu a conheço. Apenas sinta o pulsar do meu coração sob sua mão. É seu, é tudo para você.

Sean dirigia os negócios da família e sempre foi bom nisso, mas a aparência não era tudo, por traz da imagem intocável e poderosa, Sean possuía tormentos do passado e um casamento a beira do fim. Durante a adolescência Sean mudou radicalmente depois de seu sequestro, no qual ficou desaparecido por duas semanas, ao retornar para sua família, nunca mais foi a mesma pessoa e ninguém sabe o que ele realmente passou durante o tempo de seu cativeiro. Quando conheceu Beatrice (amo esse nome), Sean não pensou duas vezes em se "amarrar" à ela (coisa que achava impossível de acontecer, pelo menos até encontrar Bea), e se casaram. Mas o que poderia ser o felizes para sempre, foi totalmente diferente do que ambos imaginaram. Em quatro anos de casamento tudo estava de pernas para o ar, dormiam em quartos separados, levavam um casamento de fachada perante a sociedade e os diálogos se resumiam em duas frases no máximo.

Não aguentando mais a situação após descobrir o que Sean fazia em seus momentos de "viagem de negócios", Beatrice sai de casa, aluga um apartamento e tenta reorganizar sua vida. Seus trabalhos como decoradora eram bons, e ajudava o fato de estar fazendo nome no mercado, isso porque, o fato do seu nome sempre está no meio da moda, como uma Ward que sempre se veste bem, também contribuiu. Enquanto Beatrice tentava um novo caminho, Sean estava disposto a não deixá-la ir, e como uma saída, propôs que tentassem mudar a situação antes que completassem 5 anos de casados. Pelo contrato, Beatrice teria que ficar casada durante esse período.

Ela era tudo que ele tinha de certo, era a única pessoa que o fizera ir longe da zona de conforto para incluí-la naquela vida irreal que ele levava.

A partir daí, as investidas de Sean e o relacionamento entre eles são pura sensualidade. É claro que Beatrice não entregaria seu coração facilmente outra vez, e aí, vemos uma mulher totalmente ferida, querendo lutar contra o seu coração e sem querer perdoar, o seu único pecado era não resistir a esse Ward, e disso ele sabia muito bem, quando percebeu que ela ainda se importava com ele, não economizou para trazê-la ao seu lado mais uma vez.

O livro é repleto de momentos quentes e sensuais, e como tem momentos assim, mas contrapõe com o medo, a rejeição, dramas familiares e uma mente não muito equilibrada, que completam entre si. É um jogo de gato e rato que não dá tempo para calmarias, e quando acontece, pode ter certeza que vem algo por aí.

MEU DEUS! Olha essa foto! To morto e passado. Os Wards são gente! Eles não apenas fazem dinheiro que nem água; trabalham 72 horas por dia e acordam perfeitos. Eles também beijam, minha gente! Dão amasso na rua que nem o povão! Morriii!
Esqueci até o nome do novo casal que estava lá no restaurante. Como é mesmo? Aquele cara do filme novo da Marvel está pegando aquela garotinha sem sal... Aí, não sei o nome de ninguém. To Wardpasmo pelo dia!
Essa cidade tem as melhores máquinas de fofoca do mundo!
New York, New York, baby!

O livro também tem seus momentos divertidos. O que dizer de Hertie, o assistente de Beatrice? Ri muito com os seus conselhos diretos e sua maneira descarada de opinar, assim como também os empregados, quando fofocam entre si deixando claro a maneira louca que essa família gosta de viver e os pepinos que tentam consertar para que os patrões fiquem de bom humor, e não se pode esquecer das colunas de fofocas, elas são realmente hilárias, mas também traz o lado do que a fama permite, a falta de privacidade e liberdade.

"Quando Eu Olhar Pra Você" é um livro cheio de momentos "quentes" e deliciosamente sensuais, mas também traz todo o drama do que é viver em uma família que construiu um império para si. Houve alguns momentos que Beatrice me confundiu por completo, mas isso foi a reflexão de sua própria confusão. E pelo que será que Sean passou para ter mudado completamente? Estou louquinha para saber, assim como a continuação da saga entre os dois, pois, quando tudo estava indo bem, eis que surge pedras indesejadas e hábeis para não deixar eles em clima de paz.

Série Ward










9 comentários

  1. Resenha legal, mas o livro não me cativou, não gosto desse estilo. Na verdade, quero fugir desse estilo.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  2. O livro tem a capa linda com um cara maravilhoso, mas sabe que me parece mais um livro meio que erótico com uma pitada de romance e eu estou meio que cansada deles.
    Mas acho que este gênero agora está meio forte entre as mulheres!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Adorei a capa, porém o enredo não me prendeu muito... Gostei dos quotes

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amadorei sua resenha!!!!!

    Vc conseguiu definir bem o poder dos Ward, as agruras q Sean passa e o caminho alternativo pelo qual Beatrice busca em sua vida. Mas qm disse q seria fácil se livrar de um Ward? Eles ficam debaixo da pele pra sempre.

    Sobre o gênero do qual a autora está passeando, Lucy Vargas é uma escritora eclética. Ela consegue escrever romance de época e contemporâneo com as mesma desenvoltura, fazendo pesquisas precisas sobre o tempo histórico e lugares por onde suas narrativas passam.
    O livro não é APENAS erótico. Se vc pensar assim mostra um preconceito literário enorme por taxar um livro num estilo quando sequer o leu.
    A história tem sim suas partes românticas, mas tem um lado psicológico fortíssimo q dá base a todo o relacionamento do casal.
    Pessoas de mente aberta ficarão encantadas com mais esta série q mescla romance, drama, mistério e eleva Sean Ward a mais um em nossa galeria de "fictional boyfriend".

    ResponderExcluir
  5. resenha ótima, nunca li esse livro, mais ele me agradou.
    seguindo, rs'
    http://alguem-escreveu-coisas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia, não faz exatamente meu tipo de leitura, mas vou procurar saber mais.
    XOXO
    onthislastday.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    nossa não conhecia o livro, mas parece ser bem divertido mesmo.
    Adorei a dica.
    Já anotei na lista de desejados

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi meninas!!
    Não é o tipo do livro que eu gostaria de ler, mas a resenha foi MUITO boa!
    Beijinhos
    Gio - Clube das 6

    ResponderExcluir
  9. Parece ser um ótimo livro, pretendo lê-lo em breve, ainda mais depois desta resenha!

    Abraços
    Teens in Wonderland

    ResponderExcluir