Resenha: Vidas provisórias

Titulo: Vidas provisórias

Autor: Edney Silvestre

Editora: Intrínseca

ISBN: 9788580573893

Páginas: 237

Ano Lançamentos: 2013


Sinopse: Expatriados, separados no tempo e na geografia, Paulo e Barbara compartilham além da experiência do exílio, o estranhamento pela perda de suas identidades, o isolamento e a sensação de interrupção do curso normal de suas vidas. Diferentes motivos os levam ao estrangeiro. Em 1970, Paulo, perseguido pela ditadura militar, é preso, torturado e abandonado sem documentação na fronteira, de onde segue para o Chile e depois para a Suécia. Barbara, com uma identidade falsa, deixa o país para trás em 1991 - durante o governo Collor -, fugindo de um rastro de violência, e se instala nos Estados Unidos como imigrante ilegal.


Analise:
Edney Silvestre é jornalista, roteirista, cineasta, documentarista, dramaturgo, apresentador de tv, escritor, romancista e cronista brasileiro. São inúmeros os talentos de Edney Silvestre e você vai acompanhar em seu recente trabalho: “Vidas provisórias”, um exímio e talentoso escritor.

Lançado pela editora Intrinseca em agosto de 2013, o livro conta com inúmeras peculiaridades que vai agradar todo tipo de leitores. Em primeiro lugar, o livro conta com uma coloração azulada em suas páginas,incluindo sua fonte também azulada, isso porque, a história é focada em dois personagens: Paulo e Bárbara, os capítulos que aparecem o personagem Paulo são em diagramação tradicional (fontes pretas e páginas brancas), nos capítulos em que aparece a personagem Bárbara são de fonte azul e papel com tonalidade azul.

A forma como Edney Silvestre escreve é clara e concisa, ele se preocupa em enriquecer a história com detalhes sobre os lugares ao redor dos personagens, como exemplo: lanchonetes, pontos turísticos, restaurantes, etc. Silvestre consegue prender o leitor do começo ao fim.

A história é dividida em duas partes com os personagens principais Bárbara e Paulo, em épocas e cenários completamente diferentes, sendo que os dois possuem um objetivo em comum, lutar e sobreviver dia após dia.

O leitor vai poder conhecer como foi a época da ditadura militar, momentos marcantes do período Collor e observar como o mundo evoluiu desde a guerra do Golfo e passando para os atentados do World Trade Center, tudo isso você vai conferir em “Vidas provisórias”.

2 comentários

  1. Fiquei muito interessada nesse livro!
    Na faculdade estou sempre estudando tanto sobre ditadura e política brasileira de modo geral... Que acho que seria uma boa!

    Ana P. Maia ♛ Queen Reader - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser ótimo, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir