Diários de um banana: a série.

Olá leitores!

Vocês já devem ter ouvido falar por aí da série de livros Diário de um banana ou então dos filmes homônimos. Então bom, hoje resolvi falar sobre essa série que me encantou com seu humor leve e descontraído.





Minha história com essa série começou com meu irmão caçula que já havia assistido o filme e então resolveu ler o livro e o pegou emprestado com meu primo. Eu, como não aguento ver um livro e não ler, numa bela manhã de domingo resolvi pegar o livro para ler. Foi uma leitura rápida, o livro é ilustrado, então o li em questão de uma hora. E quando acabei de ler só conseguia pensar em como estava apaixonada por Greg Heffley e suas aventuras cotidianas.

Ao longo dos livros vamos acompanhando o crescimento de Greg que está passando por aquela fase chata de transição da infância para a adolescência. Tudo é meio confuso nessa época e Greg tem que enfrentar o Ensino Fundamental e todos seus obstáculos: o melhor amigo crianção, a busca pela popularidade e o maior problema de todos: as garotas! E os problemas não são apenas na escola, ao longo dos livro vemos também os dilemas familiares de Greg. Sua mãe "sem noção", seu irmão mais velho que só quer "ferrá-lo", o irmão caçula que é um pestinha... e por aí vai. Então, vamos ver as sinopses dos livros para ver o que aguarda o leitor?

Sinopse dos livros:

Livro 1 - Diário de um banana: um romance em quadrinhos.

Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em Diário de um Banana, Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador. Um garoto comum às voltas com os desafios da puberdade.

 Livro 2 - Diário de um banana: Rodrick é o cara.


Sinopse: Faça o que quiser, só não pergunte a Greg Heffley como foram suas férias de verão, porque ele realmente não quer falar sobre isso. De volta às aulas, Greg está ansioso para enterrar de vez os últimos três meses...e um acontecimento em particular. Mas seu irmão mais velho, Rodrick, não vai deixar que as coisas caiam no esquecimento assim tão fácil. Ele é testemunha de um "pequeno" incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas sabe como são os segredos, não é? Logo, logo estão na boca do povo, especialmente quando há um diário envolvido na confusão.


 Livro 3 - Diário de um banana: A gota d'água.


Sinopse: Greg não toma jeito mesmo. E a cada dia se envolve em mais confusão. O difícil é fazer seu pai engolir esse “talento” de Greg para se meter em situações embaraçosas. Ele já está por aqui com o garoto. E para botar algum juízo na cabeça dele, Frank Heffley tenta de tudo um pouco. É claro que Greg sempre encontra uma maneira de estragar tudo. Até que seu pai faz uma grande ameaça e as coisas mudam de figura. Qual será a gota d´água que vai fazer a paciência de Frank transbordar de vez? 


Livro 4 - Diário de um banana: Dias de cão.

Sinopse: Férias de verão - o tempo está lindo, e toda a garotada está se divertindo ao ar livre. Onde está Greg Heffley? Dentro de sua casa, jogando videogame com as cortinas fechadas. Greg, um "caseiro" assumido, está vivendo sua derradeira fantasia de verão: nada de responsabilidades e regras. Mas sua mãe tem uma visão diferente para um verão ideal... muitas atividades fora de casa e "união de família".

Livro 5 - Diário de um banana: a verdade nua e crua.

Greg é um garoto comum, de 11 anos, que vai à escola e enfrenta os desafios da pré-adolescência como milhões de outros. O que o torna tão especial é a vontade dividir essas experiências com todo mundo, para o caso de tornar-se rico e famoso quando crescer. E é por isso que ele escreve um diário... digo, um Livro de Memórias. No quinto volume da série, nosso herói Greg Heffley, o Garoto Banana, se vê diante de novos desafios e vai ter de se superar para dar conta de todos! Logo ele, que sempre teve tanta pressa para crescer, começa a se questionar se vale mesmo a pena ingressar tão rápido no “mundo adulto”. De uma hora para outra, ele tem de encarar as tão desejadas – e temidas – festas para garotos e garotas, o aumento das responsabilidades em casa e na escola e – horror dos horrores – as mudanças em seu próprio corpo. Para completar, dessa vez a briga com Rowley, seu melhor amigo, foi mesmo feia, e Greg terá de enfrentar sozinho a “verdade nua e crua”...

Livro 6 - Diário de um banana:  Casa dos horrores.

Mais uma vez, Greg Heffley entrou numa fria. Melhor dizendo: numa gelada. O muro da escola foi pichado e ele é o principal suspeito. Mas Greg é inocente... ou quase isso. A polícia está atrás dele, porém uma nevasca inesperada impede os Heffley de sair de casa. Greg ganha tempo, mas sabe que, quando o gelo derreter, terá de encarar a dura realidade. Pensando bem, talvez seja muito melhor passar o resto da vida atrás das grades do que preso com a família dentro de casa durante todo o inverno.

Livro 7 - Diário de um banana: Segurando vela.

O Dia dos Namorados está chegando e Greg Heffley continua sozinho. Mas um baile organizado pela escola pode mudar tudo. Ele precisa encontrar uma garota urgentemente. Para isso, conta com a ajuda de outro "solteirão", Rowley, seu melhor amigo. A ideia de Greg é usar Rowley como isca para atrair as meninas, uma espécie de coadjuvante de luxo que auxilia o ator principal a brilhar. Será que este plano vai dar certo? Ou será que a flecha do cupido vai tomar um rumo inesperado.


Leu as sinopses e está louco para embarcar nas aventuras de Greg? Pois bem, outra alternativa também são os filmes da série que são uma delícia de se ver. As desventuram que nos arrancam sorrisos nos livro, nos matam de rir também nas telinhas. Então confiram ai o trailer do primeiro filme da série:


Normalmente lemos os livros e ficamos decepcionados com suas adaptações cinematográficas, mas na minha opinião isso não ocorre com as adaptações de Diário de um banana. Os atores dão um show e nos matam de rir e algumas cenas são bem fiéis aos livros.



Enfim, como vocês deve ter imaginado pelas sinopses e pelo trailer, a série é daquelas que nos fazem rir e relembrar o melhores momentos de nossa transição da infância para a adolescência. O incrível do livro é que ele é verdadeiro, ao lê-lo nos deparamos com milhares de situações pelas quais já passamos ou vimos alguém passar, o que torna tudo ainda mais divertido e real. Então se você não leu ou assistiu ainda, não perca tempo, leia/assista logo e depois me conte o que achou!






4 comentários

  1. Já peguei para ler no supermercado mas não consegui ler todos, por ter que ir embora mesmo, porque se fosse por mim continuaria lendo! hahaha me fez dar boas risadas *-*

    ResponderExcluir
  2. Oi Danni!

    Eu morro se rir lendo. Una vez fui lee na escola e ficaram olhando pra mim, pensando que eu era louca de tabto que eu ria.

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nenhum livro da série, mas assisti aos filmes. Bom, não sei se irei ler, mas é um livro que já faz parte da listinha do meu filho que ainda não nasceu e nem foi gerado hahahahaha.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Minha história com a série é bem parecida com a sua: minha vó deu praticamente todos os livros da série para o meu irmão e eu acabei pegando o primeiro pra ler. Também li super rapidinho mas diferente de vc eu não li o resto :/
    Quem sabe um dia eu não leio né? Os livros estão abandonados aqui em casa pq nem meu irmão leu todos (acho que só o primeiro e o segundo).

    Beijos
    Débora - Clube das 6
    http://www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir