Resenha: O noivo da minha melhor amiga

Olá livreadores!

As vezes alguns livros nos levam a ler outros livros. Quem nunca leu um livro de um autor e quis ler outro livro que nem parecia ser tão bom assim só porque era daquele autor? Ou leu um Spin-off cuja a sinopse nem era boa? Assim aconteceu com O noivo da minha melhor amiga. Eu li Questões do coração, da mesma autora, e quando terminei de ler, descobri que havia um livro que falava sobre a história do Dex que é irmão da protagonista e aparece rapidamente em questões do coração. Fiquei intrigada e resolvi ler o livro mesmo achando meio clichê o título. E acreditem ou não, valeu a pena! Vamos então conferir a resenha?



Título original: 
Something Borrowed

Autor: Emily Giffin

Editora: Agir

Páginas: 352

Ano: 2011


 

Sinopse: O Noivo da Minha Melhor Amiga conta a história de Rachel, uma jovem advogada de Manhattan. A moça, sempre vista por si mesma e por seus amigos como a "certinha" e bem-comportada, muda radicalmente no seu aniversário de trinta anos, após a festa oferecida por sua melhor amiga, Darcy. Meio deprimida por chegar aos trinta sem o marido e os filhos que imaginava ter a essa altura da vida, Rachel se excede na comemoração e termina a noite na cama com Dex, seu grande amigo de faculdade e noivo da sua melhor amiga. Até a noite em que ficou com Dex, Rachel era o modelo de filha e amiga perfeita, embora se visse como um fracasso. Nunca transgrediu as leis, nem mesmo as de horário de trabalho, ao contrário da egoísta, narcisista mas irresistível Darcy, em torno da qual Rachel e, posteriormente, Dex sempre orbitaram. Enquanto a boa moça e tímida Rachel teve alguns poucos namorados e conseguiu um emprego estável porém sem graça num escritório de advocacia, a linda e popular Darcy namorou todos os bonitões do colégio, construiu uma glamourosa carreira de Relações Públicas e sempre conseguiu tudo o que quis, inclusive manipular e obrigar Rachel a fazer o que desejava. E agora, após uma noite com o noivo da melhor amiga, Rachel acorda determinada a esquecer para sempre o fatídico encontro, mas acaba descobrindo que sempre amou Dex. E, apesar da amizade a Darcy, começa a perceber que ela não é exatamente o que se espera de uma melhor amiga. À medida que a data do casamento se aproxima, Rachel se desespera com a urgência da decisão que precisa tomar e acaba passando por uma profunda reavaliação de sua vida, para concluir que "certo" e "errado" são conceitos muito relativos. Narrado em primeira pessoa por Rachel, o livro ganha a simpatia do leitor pela empatia da protagonista, que expõe suas dúvidas e sentimentos de forma muito honesta e humana. E o final reserva grandes surpresas.



Em O noivo da minha melhor amiga conhecemos Rachel, que está passando por um dos momentos mais temidos pelas mulheres: ela está completando 30 anos. E bom, ela ainda não tem um marido, ou um noivo, nem sequer um namorado ou pretendente. Todos os planos que ela havia feito quando ainda era criança, para quando tivesse 30 anos, foram por água abaixo. Rachel é apenas uma mulher solteira de 30 anos, uma advogada que odeia seu emprego e que nunca viveu uma aventura. Sempre foi a boa filha, a boa aluna, a boa amiga.

Mas isso muda quando sua melhor amiga Darcy resolve fazer uma festa para comemorar os 30 anos anos de Rachel. A festa é boa, muitos amigos reunidos, toda a galera bebendo e como sempre Darcy roubando toda a atenção. Assim como em cada momento da vida de Rachel, Darcy sempre foi a estrela. A mais bonita, mais alegre, mais engraçada, a que conquista todos os caras. E não poderia ser diferente na festa. Darcy bebe demais, dança sobre a mesa e então Dexter, seu noivo, tem que levá-la para casa. Mas Darcy esquece uma bolsa na festa e Dexter tem que buscar, ele então volta para a festa e decide tomar uns drinques com Rachel para fechar a noite. O problema é que esses drinques viram um beijo, que leva a outras coisas e os dois acabam na cama.

É uma mistura de emoção genuína por uma pessoa e de medo. Medo de perder alguma coisa. Neste momento sei que, permitindo que Dex venha à minha casa, estou arriscando alguma coisa. Arriscando amizade, arriscando meu coração.

Sim, Rachel, a boa menina, transou com o noivo de sua melhor amiga, e agora? O que Rachel deve fazer? Ela tenta justificar para si mesma que os dois estavam bêbados e jura que isso nunca mais vai acontecer. Mas alguma coisa naquela noite mexeu com os sentimentos de Rachel. O casamento está cada vez mais próximo e seus sentimentos por Dex só vão aumentando, então ela tem que decidir o que é maior: seu amor por Dex ou sua amizade por Darcy.

Um namoro pode acabar. Podemos nos separar, encontrar outra pessoa, simplesmente deixar de amar. Mas uma amizade é diferente de um jogo de tudo ou nada, em que se um ganha o outro perde. Por isso ela parece eterna, especialmente uma amizade antiga.

Bom, quando li o título do livro já podia imaginar toda a trama, o nome já deixa bem claro o tema do livro. Assumo que fiquei com medo de ler, porque isso de se apaixonar pelo noivo da melhor amiga soa bem clichê, mas bom, é uma livro da Emily e eu não podia deixar de lê-lo. Então encarei a história e sim, ela conseguiu me surpreender.  Claro que não posso negar que o livro é repleto de clichês, mas ainda assim é bom. A história te envolve e o final realmente vale a pena.

Agora estou extremamente ansiosa para ler o livro Presentes de vida que conta a história a partir do ponto da vista da Darcy e conta como ela ficou após o livro. E também quero muito ver o filme homônimo, já que li o livro e espero que seja fiel. Alguém aí já leu o livro ou assistiu o filme? Diz ai o que achou!

Então é isso, beijinhos e até a próxima!


4 comentários

  1. Olá!!! Tudo bem?

    Eu tenho alguns livros da Emily Giffin aqui mas ainda não tive oportunidade de lê-los. Comprei porque as capas, as sinopses e as resenhas me mostraram que são livros leves, romances gostosos de ler! Eu adoro livro assim! Esse parece ser mais um desses, entrou na minha lista!!

    beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari,blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari :)

      Esse é o terceiro livro da Emily que li e é exatamente isso que você disse, são romances leves e gostosos de se ler. A cada livro me sinto mais apaixonada pela Emily. Haha
      Quando ler os livros dela, me diga o que achou.

      Beijinhos.

      Excluir
  2. ADORO esse filme! E não sabia que era baseado em um livro, ou seja: agora quero porque quero o livro!

    Ana P.M. ♛ Queen Reader - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!

      Não tive a oportunidade de ver o filme ainda, mas adorei o livro! Super recomendo que você leia!

      Beijinhos.

      Excluir