Resenha: Laços do Espírito - Academia de Vampiros #5

Título Original: Spirit Bound
Autora: Richelle Mead
Editora: Agir
Páginas: 452
Ano: 2011


Sinopse: Depois de uma longa e dolorosa viagem à Sibéria, terra natal de seu amado Dimitri, Rose Hathaway finalmente voltou à escola e reencontrou sua melhor amiga, Lissa. A formatura se aproxima, e elas mal podem esperar pela vida que vão ter além dos portões da São Vladimir. No entanto, o coração de Rose dói cada vez que se lembra do que passou na Rússia o fracasso em salvar Dimitri e do que ainda precisará enfrentar. Sua jornada inclui libertar o perigoso Victor Dashkov da prisão de segurança máxima e encontrar Robert Doru, o único que possui informações para resgatar Belikov das terríveis profundezas de sua condição de Strigoi. A vampira acredita existir apenas uma chance em um milhão, até porque Dimitri continua sua perseguição para matá-la. Sentenças de morte e declarações de amor se confundem, e ela precisa correr contra o mais implacável dos inimigos: o tempo. E, dessa vez, Rose prometeu a Lissa que a levaria junto. Será que a princesa Moroi terá forças quando souber o que a espera? Em “Laços do espírito”, Richelle Mead continua a saga que renovou a literatura de vampiros e apresenta uma história repleta de dilemas, intrigas políticas e emoções extremas que vai conquistar mais uma vez os leitores.

Contém Spoilers dos livros anteriores.




Em Promessa de Sangue, Rose não conseguiu cumprir a promessa de deixar a alma de Dimitri livre. Após a grande batalha de sobrevivência entre eles no livro anterior, Dimitri está decidido a transformá-la em uma Strigoi e não faltará disposição para cumprir o que deseja. Com tempo livre para arquitetar o seu plano, ele não ver a hora de Rose sair das proteções da escola para poder despertá-la.

"Existe uma grande diferença entre ameaças de morte e cartas de amor - ainda que a pessoa que escreve as ameaças alegue amar você. É claro que, levando em conta que uma vez eu mesma tentei matar alguém que amava, talvez não tivesse direito algum de julgar." (MEAD, 2011, p.07)

Depois de voltar da Russia, Rose vai para São Vladimir e se prepara para a última prova antes de receber a Marca da Promessa, onde, se tornará uma guardiã oficialmente. Durante às horas que antecedem à prova, Rose começa a se lembrar de como seria se o "verdadeiro" Dimitri estivesse lá para lhe apoiar e torce por ela, ao mesmo tempo, pensa nas cartas que ele lhe enviou com ameaças e aparentes juras de amor. Mas Rose é impetuosa, nada disso abala a sua determinação em se sair bem na prova, como resultado, tira uma das melhores notas. Agora, com os portões da Academia abertos, Rose e Lissa estão a caminho da corte.

Com Rose ninguém anda por águas tranquilas. Ela descobre que há um chance de curar um Strigoi. Claro que tudo é suposição, mas já é suficiente para se agarra na esperança de curar Dimitri, já que a sua única saída no momento, era matá-lo de uma vez por todas em um próximo confronto. Para isso, ela planeja libertar Victor Dashkov com a ajuda dos seus amigos, pois, seu irmão bastardo, Robert Doru, um usuário de espírito, afirma que é possível um Strigoi voltar ao seu estado anterior.

"Lamente por ter mentido. Não lamente por tê-lo amado. Isso faz parte de você. É uma parte da qual você tem que se desapegar, sim, mas ainda faz de você quem você é." (MEAD, 2011, p.195)

Em Laços do Espírito, o relacionamento entre Rose e Adrian ganha destaque. Os dois se tonam mais íntimo, tentando acertar as suas vidas complicadas. Muitas vezes, Adrian é a paciência pura, outras, não consegue lidar com certas situações e acaba extravasando em seu vício. Amo o Adrian, gosto muito do seu jeito louco e sincero de ser, mas entre ele e Dimitri, apesar dos dois serem encantadores, torço por Dimitri.



No livro anterior, tivemos a oportunidade de saber como era estar fora dos portões de São Valadmir, e nesse, não será diferente. Temos Vegas para explorar, seu cenário descreve um dos pontos principais do livro. Como costume, Mead nos deixa de olhos grudados durante vários capítulos, sem saber ao certo o que acontecerá em seguida. São muitos fatos para absorver e muitas descobertas para digerir, o que deixa o livro bem ativo. Lissa finalmente me fez amá-la nesse livro, mostrou de uma vez só, que tem garra e poder. Dimitri continua mal, muito mal, mas não importa em qual lado ele se encontra, sua liderança e a força que a sua presença traz continuam vivos. Não tem como amar mais Rose, a sua garra e determinação, constroem a narrativa do livro, sabiamente. Romitri é poder!

"Um dos dois morre esta noite. Lissa ou Dimitri." (MEAD, 2011, p.244)

Quem já leu a série? Depois dessa chuva de resenhas, que tal acrescentá-la na meta de leitura para 2014? kkkk


Série Completa


 Bjim, até a próxima.       

2 comentários

  1. Não gosto muito do gênero ainda mais por ser série,prefiro assistir a fimes,mas achei a história interessante!
    Parabéns pelas mudanças ,amei o novo Layout e com ele mais sucesso!
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  2. Amo séries! No início fiquei receosa pelo gênero, queria dar um tempo. Mas Academia de Vampiros foi uma boa descoberta. :)
    Bjim, Rose.

    ResponderExcluir