Resenha: Tamanho 44 também não é gorda - Os Mistérios de Heather Wells #2

Oie, pessoinhas queridas ^^


Continuando com a minha missão saga ideia de resenhar a série "Os Mistérios de Heather Wells", estou aqui hoje para falar do segundo livro: Tamanho 44 também não é gorda.


Título original: Size 14 is not fat either

Autora: Meg Cabot

Tradução: Ana Ban

Editora: Galera Record

Páginas: 416

Ano: 2009

Sinopse: A ex-estrela pop Heather Wells está de volta, e como de costume vai se envolver em uma perigosa investigação. Ela é inspetora de um dormitório feminino da universidade de Nova York, e está acostumada com festas e brincadeiras estranhas das estudantes. Quando jovens começam a aparecer mortas no dormitório, Heather acha que pode ajudar, como já fez no passado. Mas quem está por trás desses assassinatos fará de tudo para se proteger e uma inspetora gordinha não ficará em seu caminho.



Como eu disse na primeira resenha, cada livro da série tende a ser melhor que o anterior. E foi isso que aconteceu aqui. Não me lembro se falei na resenha anterior, mas ganhei o primeiro livro de uma colega de trabalho. E, ao ler e perceber que era uma série, tratei de providenciar o segundo.

Para quem ainda não leu, a série é uma sequência, mas ao mesmo tempo cada livro tem um mistério diferente e acredito que dê para entender tudo se não ler em ordem. E a "sequência" mencionada, é mais sobre a vida da Heather, neste caso.



As coisas já não estavam bem para o Conjunto Fischer, onde Heather trabalha. Após o incidente do ano anterior, o lugar ficou conhecido como o Alojamento da Morte e, como se Heather tivesse um ímã atraente de tragédias, outra coisa acontece: mais uma aluna do Conjunto Fischer é encontrada morta (na verdade, somente a cabeça dela é encontrada - num ato bem sádico, na minha opinião - dentro de uma panela na cozinha do refeitório)... A partir de então, uma nova investigação começa e Heather, é claro, não consegue ficar de fora.

Ah, que se dane. Então, estou apaixonada por ele, e ele demonstra absolutamente zero de interesse em retribuir os meus sentimentos. E daí? Uma mulher tem o direito de sonhar, certo?

Paralelamente à história do assassinato, a vida pessoal de Heather também se encontra meio confusa. Além de dividir a moradia com seu ex-cunhado por quem ela é apaixonada e que nós torcemos para que ele seja também e tome uma atitude, seu pai, que estava preso por sonegar impostos, sai da cadeia e reaparece em sua vida, pedindo abrigo.



Este livro é ainda melhor que o primeiro da série. Rende boas risadas, te deixa apreensivo quanto ao mistério e ainda faz você acompanhar de perto o drama pessoal da Heather. Eu não canso de dizer que ela é uma personagem doidinha, mas que me cativou imensamente. Gosto muito da Heather e das suas manias de ficar até tarde compondo e investigar assassinatos... E, sinceramente, acharia o máximo encontrar ela por aí na rua, rs.

"Você está louca" Cooper diz. Há um pouco de desgosto em sua voz. "Estou falando sério, Heather. A Sarah tem razão. Você tem algum tipo de complexo de Super-Homem."

Outra coisa que eu não poderia deixar de citar: neste livro criei uma grande afeição por dois personagens em especial. Um deles é o Gavin, um estudante de cinema meio rebelde, mas que não deixa de ser cômico e divertido (logo no primeiro dia, Heather já tem que acompanhá-lo no hospital em consequência de uma atitude irracional dele) e o outro é Reggie. Ele é o traficante local (Calma, gente. Não me julguem, haha), que está sempre no caminho da Heather. O que tem de especial nele? Bom, eu acho ele muito legal. Ele tem um jeito engraçado e louco demais. Pois é. As loucuras dessa série rendem muitas risadas.

A verdade é que
Não significa nada
Ter o homem
Sem a aliança
"Canção do Casamento" - Composta por Heather Wells
 

Acho que já falei bastante e tenho um certo medo de falar demais. Mas espero que vocês tenham gostado e leiam a série. Ou para quem já leu, espero que tenha relembrado dela.

Deixem os comentários ali embaixo. Gosto bastante de ler o que vocês tem a dizer ^^


http://www.livreando.com.br/search/label/Post%20da%20May







Um comentário

  1. Sou louco para ler alum livro da Meg. Ela é aquela autora que eu nunca li nenhum livro, mas já amo HAHA.
    Essa série parece ser bem legal também, está na minha listinha.
    Adorei sua resenha, beijos
    http://umviciadoemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir