Resenha: O Lírio Dourado - Bloodlines #2

Título Original: The Golden Lily
Autor: Richelle Mead
Editora: Seguinte
Páginas: 424
Ano: 2013


Sinopse: Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?


No segundo livro da série Bloodlines, Sydney continua com Eddie e Adrian protegendo a princesa Jill Dragomir, só que agora, novas descobertas faz com que ela levante certos questionamentos referente aos alquimistas, começa a descobrir os seus sentimentos referente a Adrian, e passa a quebrar certas regras.

Esse livro serviu para mostrar o que estar por vim no decorrer da série, novos pontos foram levantados, deixando o leitor ainda mais curioso com o que acontecerá, apesar de já termos um palpite, ainda assim, a curiosidade se dá em como irá se desenrolar.

Em novas aventuras, Sydney e seus amigos enfrentam um problema que até em tão era impossível de acontecer, e desconfia que os Alquimistas não são tão verdadeiros quanto pensava. Entre a maneira que foi criada com a presença dos alquimistas e o que está vivendo na companhia dos vampiros, Sydney começa a rever sua maneira de pensar e percebe que tudo o que acreditava pode não ser o certo. O amadurecimento da personagem é visível durante a leitura, e confirmamos que Sydney é uma mulher com garra e disposta a ajudar no que for preciso os seus novos amigos.

Quando se passa a maior parte do tempo vivendo entre vampiros e meio-vampiros, transportando-os para que consigam sangue, e ocultando a existência deles do resto do mundo... bem, isso meio que dá uma perspectiva diferente da vida.

Seu relacionamento com Adrian também traz uma evolução, sentimentos são revelados, mas de maneira natural, ao estilo Richelle de ser. A tensão que se cria entre os dois, faz vivermos passo a passo desse romance.

Além de todas as tensões, romantismos e questionamentos, temos Dimitri e Sonya Karp, que estão de volta para pesquisar sobre o espírito e descobrir como fazer um Strigoi voltar a sua forma original. E durante essa passagem por Palm Springs , Dimitri entra em ação e mostra o porque é o grande guardião dos Morois. Sou suspeita em falar, amo muito esse personagem, e vê-lo novamente nessa série é muito incentivador. 

Eu já o vira lutar antes, mas nunca me cansava. Era fascinante. Ele não parava de se mover nem por um segundo. Cada ação era elegante e mortal. Ele era como um dançarino da morte.

Um novo personagem aparece, Angeline, uma dhampir que vivia com os conservadores (um grupo onde humanos, dhampirs e morois convivem juntos), e ao chegar a cidade para proteger Jill, encontra dificuldades de adaptação, sua nova forma de viver é totalmente diferente do modo selvagem de viver com os conservadores.

Em resumo, esse livro, como outros da autora, é bem desenvolvido, com detalhes em cada personagem, que te envolve por completo. Indico a série com toda a certeza.

Série completa:
  • Laços de Sangue
  • O Lírio Dourado
  • O Feitiço Azul
  • The Fiery Heart
  • Silver Shadows

E vocês leitores, já leram a série ou algum livro da autora. Comentem!!!

Bjim!!!

2 comentários

  1. Achei a capa tão bonita! Comecei a ler a sinopse e me deparei com a palavra "vampiros" e meio que desanimei ahuahua ainda mais que é uma série, mas enfim, li a resenha e achei ótima, o modo como vc escreveu e tudo mais, parabéns!

    Beijos
    Débora - Clube das 6
    http://www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkk, compreendo Débora, pra quem gosta é uma ótima indicação, totalmente diferente de outros livros das mesma categoria.

    Bjim!!!

    ResponderExcluir