Resenha: E se fosse verdade...

Olá leitores!

Hoje vou falar do livro E se fosse verdade... de Marc Levy, livro este que deu origem ao filme homônimo estrelado por Reese Whiterspoon Mark Ruffalo e que eu adoro e por isso resolvi ler e resenhar. 

Título original: Just Like Heaven

Autor: Marc Levy

Ano: 2013

Páginas: 232

Editora: Suma de Letras Brasil



Sinopse: E se Fosse Verdade... é uma história repleta de romantismo e bom humor, ingredientes que cativaram Steven Spielberg, fazendo-o adquirir, por US$ 2 milhões, os direitos do livro para o cinema. Marc Levy viu seu romance de estreia se tornar um grande sucesso de bilheteria. A história se passa em São Francisco, em julho de 1996. A jovem e bela Lauren, estudante de medicina, sofre um acidente de carro, entra em coma e vai parar no mesmo hospital onde trabalha. Apesar de seu estado, Lauren consegue, espiritualmente, voltar para o seu antigo apartamento. Lá, encontra Arthur, o arquiteto que é o novo morador do imóvel e a descobre no armário do banheiro ao ir tomar banho. Ele é a única pessoa que consegue vê-la, ouvi-la e senti-la. Inicialmente se recusando a acreditar na história de Lauren, Arthur só fica convencido de toda a verdade quando vai até o hospital e a encontra desacordada. A partir daí, ele vai fazer o impossível para ajudá-la a voltar ao seu estado natural.




A história começa com Lauren, uma jovem estudante de medicina com uma carreira promissora pela frente, que tem sua vida brutalmente interrompida quando sofre um acidente de carro e fica em coma. Os médicos do hospital onde a jovem trabalha fazem de tudo para reanimá-la, mas a verdade é que seu coma é quase irreversível, poucos pacientes voltam de um coma tão profundo.

É aí que surge Arthur, seis meses após o acidente, ele aluga o apartamento no qual Lauren morava. Um belo dia, Arthur é surpreendido ao abrir seu armário e se deparar com uma linda mulher, que diz ser a ex-dona do apartamento. Diz coisas que são inacreditáveis, como o fato de estar em coma e ele ser a única pessoa que consegue a ver. Arthur se mostra relutante de inicio, a acreditar nesta história fantástica. Como poderia ter um fantasma em seu armário? Ele pensa que com certeza é alguma pegadinha de seu sócio, Paul. Mas aos poucos, e com algumas provas, o rapaz acaba cedendo e decide ajudá-la a achar uma solução para seu coma.

E então Arthur e Lauren acabam se aproximando e Arthur fica cada vez mais determinado em ajuda-la. Ele até conta para seu melhor amigo sobre ela e o amigo, claro, acha que Arthur está enlouquecendo. E então esse história louca vai se desdobrando nos fazendo rir e chorar.

O livro é realmente meio louco. E assumo que achei muito complicado a principio aceitar a ideia de que Arthur conversa e toca um fantasma e somente ele pode fazer aquilo, mas a medida que fui lendo o livro fui aceitando melhor essa ideia. Mas em alguns momentos isso ainda me incomodava, não a questão dele ver o fantasma, mas tocar era demais. Ainda mais nos momentos em que era descrito que ele andava de mãos dadas e beijava Lauren eu me punha a pensar em como seria isso, mas foi até divertido.

Na minha opinião, o grande problema do livro é que o autor em alguns momentos parece perder o foco da história, no meio da narrativa (que é em 3º pessoa) ele mostra não apenas o que está acontecendo com Arthur e Lauren, mas também com outros personagens que entram na história e isso me fazia perder um pouco o foco. Outro problema também é a narrativa muito detalhada, que me incomodou. Mas de uma forma legal, a narrativa do autor não é ruim e é bem diferenciada das que estou acostumada.

Eu indico o livro para todos, mas alerto: se você viu o filme e se apaixonou por ele como eu, não espere nada muito igual, para ser sincera é muitíssimo diferente, são poucos os fatos que se parecem e eu continuo achando o filme melhor, mas ainda assim acredito que o livro valha a pena ser lido. Então se você não leu ainda, leia e me diga o que achou.

Vou ficando por aqui. E como sempre, não se esqueça de deixar seu comentário.

Beijinhos e até a próxima.






4 comentários

  1. Só não leio esse livro pq já vi o filme mil vezes!!!
    =)
    Valeu a dica
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rizia, eu sou louca pelo filme, um dos meus favoritos, aí tive que ler o livro. haha
      E bom, se resolver ler não espere nada muito parecido.

      Beijinhos.

      Excluir
  2. Oi Carol. Eu não li o livro mas vi o filme e achei maravilhoso. Entendo que quando é filme parece mais fácil mesmo. Mas o filme é irresistível e é com o lindão do Mark Ruffalo. Hahahahaahahahha

    Beijos

    Greice

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Greice :)
      Eu sou apaixonada pelo Mark graças a esse filme, sabia? E também gosto da atuação dele em De Repete 30. Haha

      Beijinhos!

      Excluir