Literaturiando: Mas... como faz para publicar um livro?

Olá, pessoal. Tudo bem com vocês?

Vários leitores já tiveram em algum momento de suas vidas a vontade de escrever um livro, de virar escritor. Mas ainda que o livro seja escrito, tem aquele momento fatídico de publicar a obra.

Ainda que você nunca tenha tido a vontade de escrever um livro, pode ser que já tenha se perguntado como é todo o processo para ter a história em suas mãos. Enfim... o assunto é interessante e será o tema do nosso primeiro Literaturiando do ano.




Depois da história ser escrita, com tudo bonitinho, chega a hora de publicar.

O autor pode optar por procurar uma Editora ou uma Prestadora de Serviços. Vamos entender um pouco melhor a diferença entre as duas opções...

Optar por uma Editora Comercial é a opção, digamos assim, mais complicada. Complicada porque a Editora em questão precisa aceitar o livro. E para isso, os profissionais dela precisam gostar da sua história (isso depois de constatar que ela está dentro dos padrões da editora – gênero, público-alvo... entre outros fatores).

A Editora pode aceitar o livro, aceitá-lo sob revisão (neste caso, eles indicam o que precisa melhorar para ser aceito) ou recusá-lo. Se acontecer a primeira opção, o autor não precisa se preocupar com mais nada e nem gastar seu dinheiro com a publicação do livro, pois a Editora irá se responsabilizar por tudo (capa, produção, ilustrações, título, divulgação, noite de autógrafos... enfim).


 Por outro lado, se o autor procurar uma Prestadora de Serviços, ele é quem precisará bancar tudo financeiramente. E neste caso, ou terá que ser de tudo um pouquinho (desde designer para pensar na capa até publicitário, para fazer a divulgação do livro) ou contratará profissionais que o ajudem na tarefa e, assim, gastará um pouquinho mais de dinheiro.

Ter o livro escolhido por uma grande editora pode ser algo bem legal para um autor, mas isso não é tudo. Hoje em dia vários autores produzem seus livros independentemente e depois cuidam de divulgar na internet como vemos bastante por aí (fan pages, parcerias com blogs – e mesmo blogs do livro ou do autor, skoob, enfim... a internet é um meio bem vasto de divulgação).



No meio da minha pesquisa para falar um pouquinho do assunto, acabei lembrando do Clube dos Autores, que é um site onde qualquer pessoa pode vender seus livros, tanto na versão digital quanto impressa. E é bem interessante a forma como isso é permitido no site. Não precisa nem ter um ISBN* para publicar lá (ainda que seja aconselhado tê-lo). Vale a pena dar uma conferida. Vai que vocês encontram algo legal por lá.

Falando em vender... vocês devem estar pensando: “Tá, May. A publicação já entendi. Mas e quanto é que o autor ganha com isso?” 

Então... quando o autor opta pela Editora e sua obra é aceita, ele acaba recebendo uma porcentagem que fica em torno de 8% por livro vendido.

Já quando ele opta pela produção independente, apesar de ser um trabalho danado para divulgar os livros e ter que ter um investimento inicial, a cada livro vendido 100% do dinheiro vai para ele.



O assunto é bem extenso, mas o que eu gostaria de falar mesmo era sobre as duas formas de publicação. Espero que tenha sido útil para alguma coisa (mesmo a título de curiosidade).

Alguém aí quer ser escritor? Conta para a gente :D

E, só para lembrar: aceitamos sugestões de temas para o Literaturiando.


Beijinhos e até mais ^^

http://www.livreando.com.br/search/label/Post%20da%20May






*ISBN (International Standart Book Number) é um sistema que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país e a editora, individualizando-os inclusive por edição. O sistema é controlado pela Agência Internacional do ISBN, que orienta e delega poderes às agências nacionais. No Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional representa a Agência Brasileira desde 1978, com a função de atribuir o número de identificação aos livros editados no país. (Saiba mais).

2 comentários

  1. Amei esse post informativo! É muito bom para quem quer escrever e conhecer todo esse processo! Curti bastante!!

    Beijinhos
    blog-belavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. May, que post genial! *---*
    Sempre quis saber como funcionava, mas e a preguiça de pesquisar? haha
    Tirou minhas dúvidas, além de ter falado de forma clara e objetiva. Amei!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir