Metas Literárias 2013

Olá, pessoal :D

Tudo certinho com vocês?

Todos os leitores (ou quase todos, melhor dizendo) costumam estabelecer metas de leituras. Para isso, alguns utilizam o Skoob, outros um caderno, ou mesmo a mente (quem nunca anotou mentalmente um livro que gostaria de ler?).

Alguns são mais organizados, outros menos. Uns seguem suas metas à risca, outros nem tanto. Mas nessa vida de leitor, acabamos tendo as metas sempre renovadas, diversos livros "furam a fila", novas indicações aparecem. E no meio de tudo isso, alguns livros decepcionam, outros superestimam as expectativas, outros... bem, outros acabam sendo deixados para trás com a história de "Quero ler esse com mais calma".

E esse post vem justamente falar disso: das metas literárias do pessoalzinho aqui do Livreando... O que conseguimos ler, o que deixamos para trás, o que nos decepcionou... Enfim. Chega de enrolação e vamos logo ao que interessa!




A Carol pertence ao grupo de leitores que utilizam o Skoob para fazer o acompanhamento da sua meta. E, em 2013, ela leu 33 dos 49 livros que tinha estabelecido. No meio dos 33 lidos por ela, o que mais a conquistou foi Julieta, da Anne Fortier.
O burrinho pedrês, do Guimarães Rosa teve o efeito exatamente contrário, sendo o que ela menos gostou de ler em 2013. Entre os 16 livros não lidos (e que irão para a meta de 2014), a Carol acabou não lendo Anna e o Beijo Francês, da Stephanie Perkins, mesmo querendo muito ter lido.


A Dani nunca foi de estabelecer metas de leitura. Ela ia comprando livros e lendo conforme era possível. Quando resolvemos fazer esse post, ela usou a mente (e que mente... eu não teria essa mesma capacidade) para se lembrar dos livros que leu esse ano. E no total foram 14 (não a julguem, gente, haha'). Ainda ficaram para trás na sua meta 15 livros, que já vão virar meta para o ano que vem (Sim, Dani pretende fazer metas para 2014 e organizar melhor sua vida literária ^^). 
A leitura mais especial deste ano foi A Culpa é das Estrelas, do nosso querido John Green. E o que ela menos gostou de ler foi A Casa da Madrinha, escrito pela Lygia Bojunga.






A Lary, assim como a Dani, não tem o costume de estabelecer metas e escolhe suas leituras conforme suas novas descobertas e sua possibilidade. Entre os livros que leu esse ano, seu favorito foi Quem é você, Alasca?, também no nosso queridinho John Green ^^
Além de seus muitos livros comprados e ainda não lidos que ficarão como meta para o próximo ano, a Lary também gostaria de ter lido em 2013 um livro do Stephen King, mas o tempo acabou não permitindo isso... E, como nada é perfeito nessa vida (e nem os livros que lemos), o livro Senhoras da Valsa, de Clotilde Fascioni acabou deixando à desejar e se tornando o livro que ela menos gostou.





O Lucas, apesar de não manter seu Skoob atualizado, é um garoto que sabe bem da sua meta estabelecida para 2013. Como sua meta é "mental", digamos assim, os dados não são numéricos. Daqueles que o Lucas queria ler este ano, os principais lidos foram O Cirurgião de Tess Gerritsen, Na Passarela de Meg Cabot, A Lista Negra de Jennifer Brown, O Verão e a Cidade de Candace Bushnell e Divergente de Veronica Roth. 
Entre alguns livros que ele queria ter lido e acabou não conseguindo, estão Dante (Barbara Reynold), Melancia (Marian Keys), O segredo de Emma Corrigan (Sophie Kinsella), Inferno (Dan Brown), A Marca de Atena (Rick Riordan) e pelo menos três volumes da série Gossip Girl (que ele ainda não terminou a série), de Cecily Von Ziegesar. E, como já é esperado, todos os livros não lidos permanecerão na meta do ano que vem.



Dentre seus 20 livros estabelecidos como meta, a Tammy conseguiu ler 7. E isso não significa que ela lê pouco, mas lembra aquela velha história de livros que surgem do nada e furam a fila? Pois é... Isso acontece muuuuuito com a Tammy. Ainda assim, entre seus 7 livros lidos, ela encontrou um que valeu muito a pena ler, o Laços de Sangue, da Richelle Mead.
Por outro lado, Os Impostores, de Chris Pavone ficou como aquela leitura menos empolgante...
Os 13 livros não lidos permanecerão na meta do Skoob. Vamos torcer para a fila de 2014 não ter tantos furões, rs.

 


Agora chegou o momento de falar das minhas metas... Assim como a Tammy e a Carol, eu uso o Skoob para controlar minha meta. Durante o ano estabeleci a meta de 25 livros, mas consegui ler apenas 13 deles (aquele mesmo probleminha da Tammy, com livros que chegam furando fila). O que mais gostei de ler foi Um Dia, do David Nicholls e O Colecionador de Lágrimas, do Augusto Cury foi a leitura que menos me agradou da meta.
Dos 12 livros que restaram, queria muito ter lido O Segredo de Emma Corrigan, da Sophie Kinsella... mas ficará para 2014, assim como os outros 11 restantes.


Então, pessoal, este foi o post de hoje. Vocês costumam estabelecer metas de leitura? Como se saíram na meta de 2013? Muitos livros furam a fila de vocês? Qual gostaram mais? Comentem... Amamos compartilhar as experiências literárias com vocês.


Beijinhos e até a próxima postagem.


http://www.livreando.com.br/search/label/Post%20da%20May




2 comentários

  1. Oi. É sempre bom estabelecer metas mais o mais incrível ainda é que a gente não precisa segui-las a risca.
    Indiquei vocês para responderem uma TAG vidasempretoebranco.blogspot.com/2013/12/uma-tag-diferente.html
    Ficaria muito contente se respondessem.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lary.

      Além de ser bom o fato de não precisar segui-las à risca, as metas literárias são gostosas de cumprir, haha'.

      Obrigada pela indicação da TAG. Foi um prazer fazê-la.

      Beijinho.

      Excluir