Resenha: Deixe a Neve Cair

Oieeeee, gente *---*

Como eu já falei em algum momento aqui, assim que li "A culpa é das estrelas" do John Green, eu quis ler todos os outros livros dele. Ainda estou nesta missão. E, sendo assim, fiquei completamente ansiosa aguardando o lançamento de "Deixe a neve cair" (um livro escrito em conjunto com mais duas autoras, mas que, confesso, comprei pelo nome do John Green - e mais para frente retornarei neste assunto).
O livro estava em pré-venda na data do meu aniversário e a Carol foi boazinha e me deu ele de presente. Assim que o recebi, fiquei encantada com ele. Pela capa (e a parte de dentro que é um azul lindo, cheio de desenhos de neve *-*) e pela ideia de três contos natalinos, contendo romances fofos. Vamos lá, aos contos ^^



Título original: Let it Snow

Autores: Maureen Johnson, John Green, Lauren Myracle

Tradução: Mariana Kohnert

Editora: Rocco Jovens Leitores

Páginas: 336

Avalição:

Sinopse: Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para insuspeitos encontros românticos. Em Deixe a neve cair, bem-sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. Comédia romântica com a assinatura de um dos maiores bestsellers da atualidade, o livro é o presente de Natal perfeito para os fãs de John Green e de histórias de amor e aventura.



Logo no início da leitura, já pensando na resenha, eu fiquei imaginando como falaria dos três contos, se estruturaria as resenhas "separadamente", mas depois a história me surpreendeu genialmente. Mas vamos por partes, rs.
O primeiro conto, da Maureen Johnson, conta a história de uma garota, Jubileu (sim, a garota se chama Jubileu), cujos pais se meteram numa confusão devido a umas peças de Natal e acabaram sendo presos na véspera da data. Então, ela tem que partir num trem para a casa de seus avós. No entanto, o destino acaba pregando uma de suas peças, com uma super nevasca, e ela não consegue terminar a viagem conforme era esperado.

O segundo conto, por sua vez, nos aventura ao lado de Tobin. Seus pais estão viajando e não terão oportunidade de retornar para o Natal. Então ele passa a data com seus amigos Duke (que é uma garota) e JP. Eles são um trio divertido, tem uma amizade legal e, claro, se metem em confusões juntos.

O conto da Lauren Myracle é o último e tem como personagem principal a garota Addie, que está meio aturdida com o fim de seu relacionamento com Jeb. Addie trabalha na Starbucks e alguns momentos do conto se passam lá, sob um contexto um pouco bizarro, com pessoas meio doidinhas.

Preciso dizer que o livro é legal e, retomando o assunto láááá de cima, o comprei por causa do John Green. Mas acabei descobrindo que tanto a Maureen quando a Lauren também escrevem de um jeito bem descontraído e legal. Se tiver oportunidade, lerei livros escritos individualmente pelas duas.

Mas a grande jogada deste livro e o que me surpreendeu positivamente (apesar de parecer meio óbvio) é o fato de que as histórias se entrelaçam. No mesmo expresso em que Jubileu viaja no primeiro conto está Jeb (sim, aquele do terceiro). E, não vou contar as outras coincidências, mas os autores fizeram isto muito bem, principalmente (minha opinião aqui) Lauren Myracle, que arrematou tudo.

Para vocês terem uma ideia, seria aceitável acreditar que o livro foi escrito por uma só pessoa (claro que cada escritor apresenta uma característica, tem uma linguagem particular, mas eles tem o mesmo estilo, no geral).

Por outro lado, talvez devido à minha mente que é meio confusa, achei os contos um pouco chatos em alguns momentos, com excesso de detalhes e descrição de ações nas cenas (quando acontece isso, tenho tendência a não conseguir imaginar exatamente o que está acontecendo). E este foi o motivo que transformou as cinco estrelinhas da avaliação em quatro e meia.

Bom, em suma, o livro é bem genial. E eu me percebi me apegando a personagens que nem eram principais, como o Homem Alumínio (como eu gostaria de um conto sobre esse homenzinho, gente *-*). Acho que a leitura vale à pena.

É, deixe a neve cair. Deixe nevar e nevar e me enterre. Muito engraçado, Vida.

Espero que eu não tenha falado demais e que vocês possam ter uma noção da história ao ler a resenha. Não deixem de comentar.

Beijinhos e até mais :D

http://www.livreando.com.br/search/label/Post%20da%20May

4 comentários

  1. Adorei a resenha, to bem ansiosa pra ler!

    wesaysomething.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patty.

      Que bom que gostou. O livro vale à pena ^^

      Obrigada pelo comentário :)
      Beijinhos,
      May.

      Excluir
  2. Adorei sua resenha, faz um tempão que tou querendo ler esse livro, não sei por quê adiei tanto.
    Seu blog é lindo, estou seguindo.
    Dá uma passadinha lá depois
    http://umviciadoemlivros.blogspot.com.br/

    Tá afim de fazer parceria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Felipe.

      Obrigada pelos elogios e o comentário. Leia o livro, sim... :)

      Sobre parceria, manda um e-mail para nós com suas políticas... livreandoblog@gmail.com

      Aguardo o seu contato.

      Abraço,
      May.

      Excluir