Resenha: Slammed #1 - Métrica



Título original: Slammed
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Edição: 1°
Ano: 2013



SinopseApós a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.     
                                                                                                            

Oi galera! Aqui é o Lucas Mendes e hoje, o resenhista sou eu, haha. Resenhei um dos melhores livros que li este ano (até agora). Antes de mais nada, quero dizer que não sou o maior fã de livros de romance. Eu leio sim, mas não chega nem perto de ser meu gênero favorito, porém este livro me provou algo um tanto pessoal e por isso ele se tornou especial pra mim. Espero que gostem! 

Poesia, amor e tragédia


Métrica é o primeiro livro da trilogia Slammed e romance de estréia da autora Colleen Hoover. O livro foi publicado aqui no Brasil este ano pela Galera Record.

Lake, uma garota de dezoito anos, se muda com sua mãe e o irmão mais novo do Texas para o Michigan, pois a situação da família é tensa devido a morte de seu pai e também por motivos financeiros.
Esta mudança é muito difícil pra ela, já que terá de lidar com o fato de deixar todas as lembranças, principalmente, os momentos inesquecíveis com o pai na casa onde passara a vida toda.

Após chegarem na nova cidade, seu irmão caçula Kel, logo faz amizade com o vizinho que, por sua vez tem a mesma idade que ele. Os dois acabam tendo um tipo de “ligação” e se tornam inseparáveis. Por ironia do destino, o novo amigo de Kel tem um irmão mais velho, Will. O garoto pelo qual Lake se apaixona quase que instantaneamente. Will aparentava ser muito misterioso e imprevisível e essa foi a primeira impressão de Lake, porém isto é só algo que ele planejou, hahaha. Os dois possuem muita coisa em comum, o que só faz a ligação ser mais intensa.

Will é muito franco com Lake desde o início, tanto é que a levou em um clube onde as pessoas apresentam o Slam. Esse é o ponto principal da história, é onde a poesia entra em cena (literalmente). O Slam é basicamente um modo de declamar poesia com performance, ou seja, interpretando. Portanto, o autor da poesia exagera ao expressar as emoções de acordo com seu texto. Lake acaba conhecendo Will, por meio disto. E eu achei genial! Sempre gostei de poesia, mas a autora a empregou no enredo de um jeito bem diferente.

Colleen Hoover me surpreendeu demais, pois a maneira que ocorre o fato de os dois não poderem ficar juntos é inacreditável. Eu mesmo não imaginei que a história fosse tomar este rumo, o que contraria todos os meus princípios de que o livro seria um clichê daqueles.

Outros fatos ocorrem no decorrer da leitura, vou logo avisando que os leitores se surpreenderão demais. A autora utiliza este dom com maestria, isto é fato! 

Eu recomendo muito Métrica. Foi um dos poucos livros do gênero New Adult que eu li, mas um dos que mais gostei. Estou ansioso para ler a sequência, Pausa, que tem previsão de lançamento para o mês de novembro. 

- Eu sei por que as pessoas escrevem poesia – diz Javi. – É porque são um bando de bobões sentimentais que não têm nada pra fazer e que só ficam reclamando das ex-namoradas e dos cachorros que morreram.
- Errado Javi – digo – Isso é musica country.      Lake - Métrica (Slammed) 

Nenhum comentário :

Postar um comentário