Revista Conexão Literatura, nº 38 (agosto)

Chegou o mês de agosto e trazemos em primeira mão uma edição recheada com entrevistas, contos e resenhas, além de super dicas de livros na Livraria Conexão Literatura. Trabalhamos o mês inteiro para que sempre no dia 1º de cada mês, o leitor possa baixar a sua edição. Esse trabalho consiste em muita organização e dedicação, pois são diversas informações inseridas em nossas páginas. Além disso, estamos atualizando diariamente o nosso site (www.revistaconexaoliteratura.com.br), trazendo sempre as melhores informações sobre o mundo da literatura. 

Resenha: Paixão de Recomeço (Vilas do Sul #1)

Título Original: Paixão de Recomeço | Autora: Chirlei Wanderkoken
Editora: Pedrazul | Ano: 2018 | Páginas: 240
Sinopse: Rosamund Lydgate sempre foi apaixonada por Joss Horsfield, mas quando ele a abandona, ela aceita se casar sem amor com lorde Brooke. Presa ao amor do passado, ela só se dá conta de que está amando novamente, quando perde o amor do presente. Paixão de Recomeço conta a história de uma mulher rejeitada e de um amor construído. É possível amar de novo? 

[Crônicas de Domingo] Apareça! - Mariane Helena




“Não maldigues nada, nem mesmo os momentos trevósos!
Eles existem para que se destaque a tua luz!”

Odair Flores

Por diversas vezes as dificuldades da vida parecem nos engolir! E tanta dor, é tanto sofrer, é tanto ressentir... Que sem perceber nos encontramos escondidos atrás dos escombros do que restou de nós  mesmos. Quando na verdade deveríamos ultrapassar tudo isso e nos mostrar para os nossos destinos com coragem!

 Talvez agora deva estar se perguntando: Qual é o segredo para tal? E com prazer ti digo qual é o segredo. O segredo é >> Apareça! Apareça para a vida, apareça para o amor. Apresente-se para as limitações... Comigo foi assim!

Minha vida só começou a mudar ao passo que fui me abrindo para ela com coragem e persistência. Aceitando os fracassos; as minhas condições atuais; percas e ganhos. É assim com tudo que tem luz! Se você chegou até aqui é porque tem uma LUZ PRÓPRIA, não importa tudo o que passou... Se, suportou o calor do fogo foi para emanar essa luz! Tudo que emite luz deve suportar o calor do fogo” já dizia Viktor Frankl.

Foi quando tomei consciência que meus sonhos começaram a tomar forma e se tornaram, uma um, realidade! Pois passaram por esse processo realizador, que é o ato de assumir o que pensa e senti e aparecer sem medo.

Aparecer livre de amarras, de qualquer coisa que diga que não é capaz. Assumindo suas verdades, suas escolhas... Não é mais tempo de se esconder, de se ausentar de si mesmo, deixando de existir, não!

Viva a vida pois ela é a única e não pode ser negligenciada e nem mesmo anulada por nada. Então não gaste seu tempo com nada. Afinal, tudo vezes zero é zero! Não coloque seus esforços onde não há nada. Felicidade ou tristeza estão ao seu alcance, e a decisão é sua: O que terá destaque na sua vida?




Mariane Helena

Resenha: Entre a Fúria e a Aurora

Título Original: The Wrath and the Dawn | Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt | Ano: 2016 | Páginas: 336
Sinopse: Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado. Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto. 

Autor em Destaque: Bruno Miquelino

Saudações literárias! Tudo bem com vocês, queridos Livreadores? Vamos começar mais uma semana apresentando nosso novo autor parceiro. Sim! Nossa família de autores está crescendo cada dia mais. Bora conhecer o Bruno? 

Bruno Miquelino nasceu em Lins, interior de São Paulo, e atualmente mora em Barueri, São Paulo. Formado em Relações Internacionais pela PUC-SP, trabalha na área de Supply Chain há cerca de oito anos, em grandes multinacionais. Apaixonou-se pelo mundo das palavras através das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica e cresceu cercado por livros de diversos autores e gêneros. Desde pequeno, arriscou-se escrevendo crônicas, ensaios e poemas, aprofundando cada vez mais seu encanto pela escrita. Chegou a participar de alguns concursos locais de poesia, porém seu grande sonho sempre foi publicar um romance. Este livro é a realização deste sonho e o primeiro passo de uma longa caminhada.

Resenha: A Senhora de Wildfell Hall

Título Original: The Tenant of Wildfell Hall | Autora: Anne Brontë
Editora: Record | Ano: 2018 | Páginas: 504
Sinopse: Filha mais nova da família Brontë, Anne era irmã de Emily Brontë, autora de O morro dos ventos uivantes, e de Charlotte Brontë, autora de Jane Eyre — livros clássicos e reeditados até hoje. Anne Brontë (1820-1849) desafia as convenções sociais do século XIX neste romance, A senhora de Wildfell Hall. A protagonista da obra quebra os paradigmas de seu tempo como uma mulher forte e independente, que passa a comandar a própria vida. Ao chegar à propriedade de Wildfell Hall, a Sra. Helen Graham gera especulação e comentários por parte dos vizinhos. O jovem fazendeiro Gilbert Markham, por sua vez, desperta um grande interesse pela moça e, aos poucos, vai criando uma amizade com ela e com seu filho. Porém, os segredos do passado da suposta viúva e seu comportamento arredio impedem que o sentimento nutrido pelos dois se concretize, fazendo com que Gilbert tenha dúvidas sobre a conduta da moça. Quando a Sra. Graham permite que ele leia seu diário a fim de esclarecer os fantasmas do passado, o rapaz compreende os tormentos enfrentados por aquela mulher e as razões de suas atitudes. Ela narra sua história até então, desde a relação com um marido alcoólatra e de conduta abominável até a decisão de abandonar tudo em nome da proteção do filho.

Resenha: Hippie

Título: Hippie | Autor: Paulo Coelho | Editora: Paralela | Páginas: 296 
Ano Lançamento: 2018 

“Quem quer aprender deve começar olhando à sua volta.” Em seu livro mais autobiográfico, Paulo Coelho nos leva a reviver o sonho transformador e pacifista da geração hippie. Paulo é um jovem que quer ser escritor, deixa os cabelos longos e sai pelo mundo à procura da liberdade e do significado mais profundo da existência. Uma jornada que vai desde a prisão como terrorista pela ditadura militar brasileira, em 1970, enquanto viajava pela América do Sul até o encontro com Karla, em Amsterdã; quando juntos resolvem ir até o Nepal no Magic Bus. No caminho, os companheiros que vivem uma extraordinária história de amor, também passam por transformações profundas e abraçam novos valores para suas vidas. 

Resenha: Insíginas

Título Original: Insígnias | Autora: Karol Blatt
Editora: Bezz | Ano: 2017 | Páginas: 374
Sinopse: Será que um grande amor é capaz de vencer uma grande guerra? Para Ahren Müller, um jovem oficial das tropas de elite do führer com uma promissora carreira dentro da Alemanha Nazista de 1942, sua verdadeira guerra foi decretada no momento em que seus olhos cruzaram com os de Hadassa Belshoff, uma jovem judia que é levada como prisioneira para a residência de sua família na Polônia. Vítima de um dos períodos mais cruéis da história da humanidade, Hadassa Belshoff encontra-se num terrível impasse ao se tornar prisioneira na mansão dos Müller. Tendo sido separada da família e com o destino nas mãos de um ditador que causou o genocídio de milhões, ela precisa decidir se deve seguir a razão ou o coração, quando em seu interior começam a brotar sentimentos inesperados e proibidos pelo seu algoz. Um amor pode nascer em meio ao ódio? Até onde é possível perdoar? Insígnias revela um amor construído em uma época difícil e por duas pessoas que estão de lados opostos em um conflito que marcou a história para sempre. Dois corações que podem representar tanto a salvação quanto a destruição um para o outro. Mas, acima de tudo, Insígnias é o relato da força de um sentimento verdadeiro que ousa crescer em meio ao sofrimento e que não titubeia mesmo diante da ameaça sufocante da morte.

[Crônicas de domingo] Que o medo nos torne forte! - Mariane Helena







“Daí ela se lembrou de como é ser forte.
 Ela enxugou suas lágrimas e sorriu.
 Sim, sorriu, porque ela sabe que algo melhor está por vir. Ela sabe.”

Tati Bernardi


A vezes não nos resta mais nada além de ser forte! Na vida as situações nos fazem confrontrar com nossos maiores medos, nossos piores fantasmas e frustrações e o púnico jeito é vencer a si mesmo e seguir.

Afinal, ninguém chega do outro lado do mar sem passar pelas águas, sem enfrentar os ventos, sem ter que vencer as tempestades. Ninguém alcança nada sem ter que lutar, renunciar... Chorar muitas das vezes.

Quando nossa fé é provada tiramos do intangível uma força que jamais imaginariam. Afinal, nunca saberemos o quão forte somos. E uma das coisas que nos impede de ver a nossa real força, é o nosso medo. Por isso que o bom lutador não desiste da batalha, mas ganha folego e cria ânimo e retorna para a guerra!

Não desista de lutar por seus sonhos e vitórias pois ao cansado o Senhor da força, ao abatido dá ânimo e ao triste dá alegria para viver. Declare todos os dias que você é mais que vencedor, a palavra tem poder! Dia após dia reescreva a sua história! Lágrima também é água, por tanto mesmo na dor, não há nada que ti impeça de florescer. Creia! “Há mares que vem para o bem”.

Os obstáculos vão surgir, a maldade vai tentar sabotar o seu caminho, e você terá duas opções; Prosseguir ou desistir... A escolha é sua! Eu só espero que você prossiga, porque aquele que vai até o fim, alcança o melhor de Deus. Levante-se e vá, mude e seja forte. Você não pode passar a sua vida inteira esperando. Não olhe pra trás, apenas vá, respire e siga em frente. Seja forte. Aguente firme. Caia. Levante-se. Erga a cabeça. E continue sempre seguindo em frente. Você é mais forte do que pensa.



Mariane Helena