Resenha: A vingança veste prada

Título Original:
Revenge Wears Prada
Autora: Lauren Weisberger
Editora: Record
Ano: 2013 | páginas: 444

Sinopse:Depois de abandonar o emprego na Runaway há quase dez anos e se livrar da insuportável Miranda Priestly, Andrea Sachs agora é a bem-sucedida editora de uma revista de luxo sobre casamentos, a Plunge. Ao lado de Emily, antiga colega de trabalho e sua atual melhor amiga, sua vida não poderia estará melhor: além do sucesso do novo empreendimento, ela está prestes a casar com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York. Mas uma semana antes do casamento, um fantasma do passado, ou melhor, um diabo, volta a assombrá-la.  

Resenha: Ela Será Amada


Título Original: Ela será amada
Autora: Mari Marchesini
Editora: Independente | Ano: 2020 | Páginas: 191


Betany Pierce tem um passado doloroso e traumático. A única forma que encontrou para sobreviver foi fechando seu coração. Música era a única coisa que ainda importava. Tyler Valentine surgiu em sua vida sem aviso, com uma percepção incomum com relação à garota e uma conexão tão peculiar com a música quanto à da própria Betany.Às vezes o seu maior medo é sua única salvação.

Resenha: Meu Amigo Cookie

Título Original: Meu amigo Cookie
Autora: Janah Silva
Editora: Independente  | Ano: 2019 | Páginas: 339

Sinopse: Cansada das travessuras em público de seu melhor amigo de quatro patas, Cecília decide matricular Cookie em uma creche da cidade especializada em cães hiperativos.
O que ela não esperava é que, nesse mesmo dia, cruzaria o caminho de alguém que a apresentaria a um mundo totalmente novo.
Um cão hiperativo;
Uma garota que busca soluções de comportamento para seu melhor amigo de quatro patas;
Um rapaz dotado de um sexto sentido;
Pitadas de humor e romance;
São elementos que compõem essa trama.

Resenha: Frank e o amor

Título Original: Frankly in love
Autor: David Yoon
Editora: Seguinte
Ano: 2019 | Páginas: 400

Sinopse: Frank está descobrindo o amor ― e você está prestes a se apaixonar por este livro. Frank nunca conseguiu conciliar as expectativas de sua família tradicional coreana com sua vida de adolescente na Califórnia. E tudo se complica quando ele começa a sair com a garota de seus sonhos, Brit Means, que é engraçada, inteligente, linda… Basicamente a nora perfeita para seus pais ― caso tivesse origem coreana também. Para poder continuar saindo com quem quiser, Frank começa um namoro de mentira com Joy Song, filha de um casal de amigos da família, que está passando pelo mesmo problema. Parece o plano perfeito, mas logo Frank vai perceber que talvez não entenda o amor ― e a si mesmo ― tão bem assim. 

Resenha: Acredite em Mim


Título Original: Acredite em Mim
Autora: Fernanda Santana
Editora: Independente | Ano: 2020 | Páginas: 283

O que fazer quando você não se sente digno de alguém? Rafael Sanches se sente exatamente assim. Por mais que sua vida profissional seja cercada de risos, não se pode dizer o mesmo de sua vida pessoal. Um erro do passado o marcou e a solidão se tornou a sua melhor companhia. Ele se conformou com a vida tranquila que leva, até conhecê-la.Camila Moura é dona de um sorriso delicado e um coração enorme. Desde nova, carrega consigo muitas responsabilidades na vida, como cuidar sozinha do filho de oito anos e ainda lidar com a dor da perda precoce de seu marido. Ela nunca deixou que ninguém se aproximasse, protegendo o seu coração e a sua família. Mas o que fazer quando o novo professor de seu filho é lindo, atencioso e ama e compreende o garotinho como se fosse seu? Seria o momento de Camila se deixar levar pela voz do coração? E Rafael estaria pronto para enfrentar os fantasmas do passado e se permitir ser feliz? Acredite em mim é o primeiro livro da Trilogia Anjos Protetores, que traz histórias independentes de amor e superação.

Cine Livreando: #AnneFrank – Vidas Paralelas

Título Original: #AnneFrank: Parallel Stories |
Direção: Sabina Fedeli e Anna Migotto 
Ano Lançamento: 01 de Julho de 2020 
Duração: 01h 35min 
 Elenco: Helen Mirren, Arianna Szorenyi 
Gênero: Documentário 
Origem: Itália 

Resenha: Deixei você ir

Título Original:  I Let You Go
Autora: Clare Mackintosh
Editora: Intrínseca 

Sinopse: Quando Jacob morre atropelado em uma rua de Bristol, Inglaterra, depois de ter soltado a mão da mãe em um dia chuvoso, o motorista do carro que o atinge acelera e foge. Desvendar sua morte vira um caso para o detetive Ray Stevens e seus colegas, Kate e Stumpy. Determinado a encontrar o assassino, Ray se vê consumido a ponto de colocar tanto a vida profissional quanto a pessoal em jogo. Jenna, assombrada pela morte do menino, abandona tudo e se muda para uma pequena cidade costeira do País de Gales. Ela passa os dias em seu chalé tentando esquecer as lembranças do terrível acidente e aos poucos começa a ter algo parecido com uma vida normal e vislumbrar a felicidade em seu futuro. Mas o passado vai alcançá-la, e as consequências serão devastadoras. De vários pontos de vista, a ex-detetive Mackintosh faz um retrato preciso de uma investigação policial. Com sua excelente habilidade de escrita, consegue criar personagens memoráveis e uma análise arrebatadora das excentricidades da vida em uma cidade pequena. Mas o verdadeiro talento da autora é a maneira como ela incorpora reviravoltas em uma trama já complexa. Mesclando suspense, investigação policial e thriller psicológico, Clare Mackintosh disseca a mente de seus personagens enquanto tece inesperadas conexões entre eles.

Cine Livreando: O Vendedor de Sonhos

Título Original: O Vendedor de Sonhos | Direção: Jayme Monjardim | Duração: 01h38min | Ano Lançamento: 8 de Dezembro de 2016 | Elenco: César Trancoso, Dan Stulback, Thiago Mendonça, Leonardo Medeiro e Guilherme Prates. Gênero: Drama | Origem: Brasil

Júlio César (Dan Stulbach), um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta o suicídio, mas é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o "Mestre" (César Troncoso). Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla passa a tentar salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para se viver. Adaptação do best-seller homônimo do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury. 


5 livros que foram responsáveis por despertar minha paixão pela literatura


Olá leitores do Livreando, tudo bem com vocês ?
Me chamo Amanda e sou a nova colaboradora aqui do blog. Espero que gostem das minhas matérias. Como esse é meu primeiro post, nada mais justo do que trazer uma lista com algumas das obras que me fizeram amar literatura.
Lembro que quando eu estava no ensino fundamental, os chamados paradidáticos eram livros que os próprios professores escolhiam para estudarmos no decorrer do semestre. Como leitora curiosa que sempre fui, eu me recordo de começar a ler os livros antes mesmo do início do ano letivo e embarcar nas aventuras, viajar nas histórias, me enxergar nos personagens. Para mim, era muito mais interessante passar horas lendo a fio do que assistir a algum desenho na televisão.

Pouco a pouco fui me tornando frequentadora assídua da biblioteca do colégio e me tornei amiga da bibliotecária. Pouco a pouco, ela ia entendendo meu gosto e me indicava alguns livros que achava que poderiam me interessar. Infelizmente não recordo mais do seu nome, mas sempre terei boas lembranças dela e serei grata por me tornar a leitora e consequentemente, escritora que sou hoje.
Os meus favoritos eram os livros de autores nacionais da sessão infanto-juvenil. Como todo millenial brasileiro, li uma boa quantidade de livros da coleção Vaga-lume, que com certeza também tem um lugar muito especial no coração de nossos leitores aqui do blog. 

Sem mais enrolações, vamos à lista que eu preparei com muito carinho, abrindo meu coração para vocês e compartilhando as leituras que me transformaram na pessoa que sou hoje:



Topo